NASCEU CAMPEÃO

Tu és a glória dos teus fundadores

9 de dez de 2010

JULGAMENTO JEC X AMÉRICA: PRIMEIROS MOVIMENTOS

Antes de mais nada, escrevi um post ontem e outro hoje pela manhã.

Depois do julgamento, dêem uma olhada se tiverem um tempo.
Pois bem, a sessão de julgamento iniciou agora há poucojulgou-se um caso do Vasco, um do Avaí, e então a sessão foi suspensa para se "discutir melhorias no STJD". Sei lá o que isso significa, mas tudo bem. Parece, num primeiro momento, que havia 6 ou 7 auditores habilitados a votar.

Então, as 14h04, foi apregoado nosso processo. Antes de passar ao mérito, o América pediu o adiamento do julgamento, mais uma vez, mas o pedido foi rejeitado por maioria de votos, vencidos Vírgilio Val e Alberto Puga (o que indica que esses devem achar que falta alguma coisa à acusação, e devem ser favoráveis ao América).

Francisco Mussnich relatou o caso (ou seja, explicou o caso aos demais auditores). Paulo Schmitt falou pela Procuradoria-Geral do STJD, obviamente a favor do Joinville, tanto é que recorrera contra decisão que absolveu o América/AM e disse, textualmente, que "houve flagrante irregularidade" na escalação de Amaral pelo clube amazonense. Ele também já opinara nesse sentido no primeiro julgamento. Lembrou caso semelhante, de punição ao Rio Branco/ES, ainda que provado erro da federação capixaba. Ademais, se erro havia, deveria o América ir na Federação e regularizar a situação, mas nunca escalar o jogador. Nada garantido até agora, portanto, mas é um reforço para nosso argumento. AVANTE, JEC!

Nenhum comentário:

Postar um comentário