NASCEU CAMPEÃO

Tu és a glória dos teus fundadores

17 de jan de 2010

TRÊS A ZERO, FORA O BAILE - E UMA JOGADA DO LIMA...


A maior goleada entre JEC X CRICIÚMA FOI UM 6X2, em 2002, ou igualmente um 5X1 em 2006. Mas, às vezes, os números são mentirosos.

Isso porque não me lembro de um jogo tão fácil entre esses dois times como foi o de hoje. O time do Criciúma dá pena! O camisa 10 do tigre parecia um canarinho (magro, canela fina). Durante todo o jogo, houve um só chute a gol do Criciúma, e de muito longe, que o Fabiano defendeu com muita facilidade. No mais, só chutes para fora, e sempre vindos lá de Araquari, a trinta quilômetros de distância. Nossa zaga esteve muito segura. Salve para o Samuel, que voltou a ser, merecidamente, titular.

O JEC foi muito bem. Os dez primeiros minutos foram de estudos recíprocos. A partir daí, mandamos no jogo. Num bate e rebate, Carlinhos Dias - depois expulso - chutou bonito de esquerda de dentro da área, no canto esquerdo do goleiro, e abriu o placar.

Depois, no finalzinho do primeiro tempo, uma roubada de bola, um cruzamento do Claudemir, o Lima meteu de cachopa, lá no fundo do filó. Logo ele, baita artilheiro, que dez minutos antes perdera um gol incrível. O Tesser fez uma jogada pela direita, bastava chutar pro gol, mas passou para o Lima, que dentro da pequena área chutou pra fora. A Torcida Independente, que chamara o matador depois de perder o gol, foi por ele homenageada, de forma muito justa.

Então, no início do Segundo Tempo, o grande lance do jogo. Um chutão pro Lima, ele deu um giro em cima do marcador que o rapaz tá procurando o nosso atacantae até agora, deu um pique de 40 metros e cruzou da esquerda para a direita para o Chris, que dominou e deu números finais à contenda. JEC, hoje líder, pelo saldo de gols - embora os times da capital ainda não tenham jogado. Avante, JEC!
PS: Depois de feito o post, o Avaí também ganhou por três a zero. Estamos empatados na liderança.

Nenhum comentário:

Postar um comentário