NASCEU CAMPEÃO

Tu és a glória dos teus fundadores

6 de jun de 2011

(DES)PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO II - GIBA E MOYSÉS CÂNDIDO DEMITIDOS

FALANDO DIRETO DO REINO DA UTOPIA:
Agora vai! Agora tudo vai dar certo! Todos os problemas do JEC foram resolvidos em uma só canetada, e como que por encanto, entramos no caminho certo! Com a demissão de Giba e Moysés Cândido (o otimista, epíteto que se confirma ao acreditar no "projeto" do JEC), tudo entra nos eixos. Daqui pra frente, tudo vai ser diferente, como diria o Rei Roberto Carlos.

NO MUNDO REAL:

E assim ficamos, planeja-se até chegar a um beco sem saída.

Penso eu que tudo começou por causa do afastamento, pela Diretoria, do Daniel - com o qual o Giba não concordou - e acho que de birra o Giba tirou o David do time e ressuscitou o Eduardo.
E agora? O planejamento para a série C não passava por contratações requeridas pelo Giba, e muitas delas agitadas pelo Moysés? O que fazer com Pedro Paulo, Júlio Bastos e tantos outros que eram homens de "confiança" do demitido - e só dele?

A Copa Santa Catarina não era um treino? Por que se demitir um técnico que está apenas treinando o time, quando em tese os resultados não eram importantes? Por que demitir exatamente depois de uma vitória?

Todos os problemas do JEC foram diagnosticados pelo Todo Poderoso Márcio Vogelsanger, que tomou sua decisão: todo mundo pra rua. O Mira afirmou ao meio dia que a demissão foi por incompatibilidade do Treinador Gilberto com o capo. Não seria a primeira vez. Ramirez, Leandro Machado, Leandro Campos, Edinho, quem mais vem por aí?
E o jornalista ainda quis dizer que o Moysés não mostrou a que veio, por vias transversas apoiando o presidente - e, ainda bem, o Gabriel Fronzi imediatamente defendeu nosso ÚNICO DIRETOR PROFISSIONAL, elogiando seu trabalho. Se tá ruim com profissionais, imaginem com amadores.
E se esses caras demitidos eram uns merdas, quem eles contrataram (ou endossaram a contratação) são bons e vão continuar por aí? E a turma da Sibéria (Souza, anãozinho, Daniel, Maximus, Paulo Sérgio) vai ser reintegrada ao elenco?

O Giba era o Rinus Michels, o Pep Guardiola, o José Mourinho? É claro que não, é um técnico medíocre - no sentido de mediano, de não ser uma maravilha, escalava erraticamente e substituía mal durante as partidas. Mas quem é que (com gabarito) por uma merreca qualquer vai vir treinar o Tricolor? Querem o Felipão? Beleza: custa 700 paus por mês - e o JEC arrecada 450.
O Benazzi e o Márcio Goiano pediram mais de 100 mil pra treinar o Tigre na Série B, e olha que não são nenhuma Ferrari.

Sugiro também àqueles que viram "tempestade em copo d´água" em críticas da imprensa e dos torcedores ao desempenho do Joinville, que mostrem aquela defesa do "planejamento" aos próprios dirigentes, porque aquele blog que tanto endossou nossa visão estratégica deveria servir de inspiração aos mandantes do clube. Nem veio água, mas a tempestade está aí, em copo meio cheio ou meio vazio.

HIPÓTESES:
Vamos contratar o Argel Fücks? Foi um puta de um cabeça-de-bagre, sujo, batia até na mãe quando era jogador, e seus times se notabilizaram por descer o cacete, baixar a porrada (o Criciúma tinha jogador expulso a toda hora). Vai ser assim o JEC da série C? Talvez seja essa mesma a melhor solução; quanto mais feio, quanto mais porrada, melhor, e quem sabe o diabo escreva certo por linhas tortas.

Agorinha na Rádio Clube aventaram até o Itamar Shulé... Já deu errado por aqui e não faz muitos anos. Mais do mesmo, de novo?
Haverá uma coletiva agora às 15 (daqui a meia hora) e nenhuma notícia deverá ser alvissareira. Escutaremos ladainha já conhecida(falta de resultados, incompatibilidade, não utilizava bem os atletas contratados, etc.), e que a hora de corrigir o rumo era agora, antes do início da Terceirona, etc, etc, etc, etc, etc.

CONCLUSÃO:
A lógica, essa insuportável que costuma estar certa em grande parte das vezes, indica que não vai dar certo.
Proteja-me santo - e serve qualquer dos santos das causas impossíveis - dessas pessoas ruins. Já temo, antecipada e seriamente, pelo pior, e ficarei contente com o ruim.

Sou um tremendo idiota, e acredito sempre que vai dar certo. Daqui a meia hora ouvirei o rádio, porque sou um crédulo. Vou ouvir o nome do novo treinador e concluirei: com esse vai!
Mas dessa vez, fico com um pé um pouquinho mais atrás. Na verdade, a cada vez vamos ficando mais com os pés (ambos) para trás.
Há um texto da Marina Colasanti que começa assim: "Eu sei que a gente se acostuma. Mas não devia".
Destaco algumas frases da escritora e depois parafraseio. Primeiro quem tem talento:
"A gente se acostuma a coisas demais, para não sofrer. Em doses pequenas, tentando não perceber, vai afastando uma dor aqui, um ressentimento ali, uma revolta acolá".

Agora este blog: A gente se acostuma a times ruins, porque acha que é assim mesmo; a gente se acostuma a fazer campanhas medianas no Catarinão, porque poderia ser pior, e sermos rebaixados; a gente se acostuma à troca de técnicos, porque acredita que a diretoria sabe o que faz. Mas essa nossa sucessão de acomodações, de maus costumes, faz com que nos acostumemos ao errado, a perder. E de tanto se acostumar a perder, a gente esquece como é ganhar.  SEMPRE ANDANDO PRA TRÁS, JEC! É FODA!

70 comentários:

  1. Sandrão - JOINVILLE6 de junho de 2011 15:02

    É Jequeano... eu tô revoltadíssimo !!!!

    No outro blog, quando fiz um post questionando a tal tempestade em copo d'água,.. fui censurado, pois meu comentário não foi publicado.

    Uma das coisas que fiquei sabendo: o JEC manda os da "sibéria" iniciarem os treinamentos ao meio dia... isso mesmo,... as 12horas.. é mole?

    Isso é ser profissional com o outro profissional?

    Mas, há quem defenda! Até ter um chefe que "ponha no seu".

    Quando as verdades virão à tona??

    Se saco cada vez mais cheio de tanta palhaçada!

    E, pegando emprestado o bordão do Mário:

    PROFISSIONALIZAÇÃO JÁ !!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Sandrão, nem perco meu tempo entrando no referido blog. Virou um blog de diretor do clube, para defender as cagadas da diretoria. Se você fala a verdade, eles excluem o teu comentário. Escondem a verdade, enxergam arco íris onde só há tempestades. Coitado do nosso JEC, está sendo destruído por um bando de incompetentes dessa diretoria.

    ResponderExcluir
  3. O tal blog parece uma central de defesa da diretoria, onde ninguém pode achar errado o que eles fazem. Parece coisa saída de algum livro do George Orwell.

    ResponderExcluir
  4. Sandrão - JOINVILLE6 de junho de 2011 15:13

    Acabei de ouvir no rádio o Márcio Vogelsanger se justificando ao vivo.

    Ele disse: ".. não sei se a decisão foi certa ou errada, mas eu tinha que fazer".

    Como assim não sabe????

    Porra.. se até o Presidente do Clube assume publicamente que não sabe o que está fazendo... estamos mesmo todos FUDIDOS !!!!!!!!

    Fuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuudeuuuuuuuuuuu!!!

    ResponderExcluir
  5. É por isso que não vai pra frente, Sandrão. Se o presidente não sabe o que está fazendo, deveria sair e dar o lugar para quem sabe. Mas não sai, esse é o problema. Não estranhem se o Ramírez, aquele que se desentendeu com o Márcio, voltar. Essa diretoria não sabe o que faz, precisa de uma bússola para se localizar.

    ResponderExcluir
  6. O problema pessoal é que faltam apenas 48 dias para a serie C, daqui a pouco vem mais uma "catrefa" (não posso perder o xiste) e vai estar faltando quanto tempo, 20,15,10 dias para começar, e nós iludidos achando que agora VAI, somos Jequeanos mesmo, porque senão estariamos longe disso tudo.

    No mais, FORA INCOMPETENTES O JEC NÃO É DE VOCÊS, Sds Tricolores

    ResponderExcluir
  7. Tô quase adotando a postura dos servidores da Prefeitura e entrando em greve aqui no blog. Vou fazer uma assembléia, reunido com uma Brahma, e pensarei se não pararei por uns 10 dias.

    ResponderExcluir
  8. Já estamos anos-luz atrás de Criciuma, Avaí, Figueirense e a Chapecoense agora também está nos passando. Agora, é tomar cuidado para não sermos superados por Brusque, Metrô, Caxias...

    ResponderExcluir
  9. Mario L. Nascimento6 de junho de 2011 15:39

    A César o que é de César. O bordão não é meu. Quem o lançou neste espaço foi o Dacio, comentando o post "Eu te disse, eu te disse!" em 23/05. Eu só achei que é interessante a gente insistir nisso. Está aberta a campanha e o episódio de hoje é só mais um argumento.

    Sandrão usando o bordão no blog "Dois lances", do Gabriel Fronzi. E mais gente em outros espaço. Vamos que vamos.

    Falando naquele post, vale para o momento atual. Era questão de tempo. Interessante a frase do Moisés Cândido: "Os problemas não são os que vão, são os que estão ficando". Disse tudo.

    Talvez eu, por estar longe de Joinville, não tenha escutado ou lido. Mas desde que essa diretoria entrou já passaram 7 técnicos pelo time. Nunca li uma entrevista em que alguém faça a esses profissionais as perguntas que tem que ser feitas.

    Onde estão nossos homens de imprensa? Já ouvi falar que existe uma enorme gaveta, onde estão guardadas diversas informações que nunca vão ao ar. Será verdade?

    Só para constar: conversei com um profissional que atuou no JEC há alguns anos (outra diretoria). Não tive muito espaço para explorar o assunto. Mas ele não se negou a dar seu parecer sobre a situação do time à época. O que ele me bateu 100% com a impressão que eu e outros tínhamos a respeito. Até as paredes da Arena sabem. Só quem não consegue as informaões são as equipes laureadas da grande imprensa esportiva de Joinville.

    Tá mais do que na hora de alguém criar coragem e jogar alguma coisa no ventilador.

    PROFISSIONALIZAÇÃO JÁ!!! (by Dacio)

    ResponderExcluir
  10. Vou tomar uma cerveja. Metam a lenha. Daqui umas duas horas volta pra continuar sentando o pau aqui nos comentários. Ab, ST

    ResponderExcluir
  11. Jequeano é o único certo nessa história toda. Só bebendo mesmo pra suportar os desmandos dessa diretoria pitoca.

    ResponderExcluir
  12. A contratação do Moisés no JEC foi a chamada "Profissionalismo de Fachada". O nome era forte e foi conveniente traze-lo ao clube. Só que ele estava aqui apenas para ser uma "imagem".
    E as contratações sem planejamento continuam! Isso explica por que mudam tantos técnicos e jogadores...
    PLANEJAMENTO JÁ!

    Fico triste com algumas coisas...fica um abraço aos amigos Emir, Emerson, Sandrão e Mario sempre muito coerentes!

    ResponderExcluir
  13. Creio que sem material humano (jogadores bons) não há técnico milagreiro. Vamos ser obrigados a torcer pelo acaso na Série C, infelizmente.
    Se o caso for financeiro, coloque-se então o irmão do camisa 10 ou o próprio camisa 10 como treinador, já que os mesmos estão aí.
    Não quero acreditar que interesses pessoais (leia-se ego) estejam matando o nosso time.
    Alguém poderia me explicar por que o Leandro Campos, que é daqui, não serve, sendo que foi campeão da Serie C com o ABC, campeão potiguar esse ano e um início promissor na B?
    Será que alguém em sã consciência está afim de PEGAR A BUCHA?

    ResponderExcluir
  14. Que é isso Mário, não precisa creditar isso a mim não, eu comentei, voce expandiu, na verdade a realidade é esta, nos torcedores vemos isso claramente, mas dentro da cupula ninguem vê, pena isso acontecer logo em nosso amado Tricolor.

    no mais, PROFISSIONALIZAÇÃO JÁ!!!!!!!!!
    para não perder o costume

    Sds Tricolores, o UNICO de Santa Catarina!!!!!!

    ResponderExcluir
  15. O Leandro Campos é outro exemplo para ilustrar como essa diretoria é fraca. O cara foi demitido porque não quis escalar um perna de pau filho de diretor. Perguntem pra ele se hoje ele voltaria pro JEC. Ele responderia: Nem fodeeeeeeeeeendo.

    ResponderExcluir
  16. Dacio, sobre ninguém dentro da cúpula vê, só gostaria de deixar um adendo. Pior cego é aquele que NÃO QUER ver...
    Estou com vocês e com a torcida, e digo mais, PROFISSIONALIZAÇÃO PRA ONTEM!

    ResponderExcluir
  17. Mais um treinador... Mauro Ovelha, com aquele TIMAÇO da Chapecoense, foi campeão catarinense. Tem como explicar também?

    ResponderExcluir
  18. Jefferson, li teu blog. Estás certo. É muita coisa de fachada nesse clube. Acho que até o time é de fachada.
    André, material humano é absolutamente necessário, mas caro. De outro lado, tem gente sendo contratada por influências estranhas. Entrei no site do Caxias-RS e lá também chegaram jogadores do Linense. Êta time pra botar jogador na Série C. Do jeito que vai, ninguém vai pegar a bucha sem uma garantia financeira. Daqui a dois dias demitem, e aí o cara leva uma grana. O Giba (dos males o menor) pelo menos não tinha multa rescisória.

    Emerson, o LC entra, sem dúvida nessa turma, aquela briga com o filho do diretor que queria ser jogador sem ter bola para tanto sobrar também pra ele foi ridículo.

    Dácio e Mário, boas bandeiras não precisam ter um dono, porque se for boa, todo mundo abraça. Profissionalismo e transparência. Não dá para voluntarismos serem a forma de atuação de um clube que se diz de "futebol profissional" Hoje regredimos.

    Andei rascunhando um post sobre o mimimi que é a nossa imprensa - que tem, realmente, defeitos, embora menores que os do clube - vou ver se qualquer termino e publico.
    Ab, ST

    ResponderExcluir
  19. Sandrão - JOINVILLE6 de junho de 2011 17:35

    Vamos montar uma chapa para as próximas eleições.. isso sim!

    Aí pelo menos não vamos ficar ouvindo o Nereu vomitar na nossa cara que ninguém queria assumir o clube.

    Não ganharemos de jeito nenhum... mas pelo menos tiramos essa respostinha nojenta da boca dele.

    ResponderExcluir
  20. Boa Sandrão, mais ou menos essa a ideia.
    Ma so grande barato, ao meu ver, é a pessoa saber discernir se tem realmente a competência para assumir tais cargos, e se estiver atrapalhando, ter a humildade de reconhecer e deixar na mão de quem entende, ou seja, um PROFISSIONAL.
    Trocando em miúdos, PROFISSIONALIZAÇÃO JÁ!!! Hehehe

    ResponderExcluir
  21. Esse é um caminho, Sandro, mas implica algumas coisas: a) Que possamos despender algumas horas de nosso dia para o Jec; b) que possamos arcar com trezentinhos por mês pra ser conselheiro; c)que consigamos votos suficientes pra vencer quem está aí (hoje mais de 107 votos, pois todos os conselheiros apoiaram a presente direção);d) que tenhamos vontade de assumir o clube e competência para tanto; não tenho quase nenhuma deassas qualidades.
    Mas não há dúvida de que esse caminho é o mais plausível, tomar parte do Conselho Deliberativo. Não sei se tenho estômago. Ab, ST

    ResponderExcluir
  22. Fabricio Chapeco

    Como torcedor da Chapecoense proponho um nome a diretoria do JEC. Leandro Machado;

    ResponderExcluir
  23. Porra, Fabrício: o negócio já tá ruim por aqui. Não queira que ainda piore. Vai secar outro time! Ab

    ResponderExcluir
  24. KKKKK...Como dizem por aí "O bagulho ta loco", o blog esta fervendo, só que sempre é assim o Nereu e o Marcio mandam o técnico embora e as coisas não mudam dentro do clube.
    Sabe o que o Marcio disse em sua entrevista? Que o Jec tem um gasto de aproximadamente R$600 mil mês e uma receita de pouco mais de R$ 400 mil.
    Porra magnata, tá ruim pra todo mundo.
    Os caras trouxeram uma porrada de nego e consequentemente incharam o grupor e a folha salarial, pois não vi nenhum jogador ser dispensado, até porque os contratos tem que ser cumpridos.
    Ao invés de terem feito a contratação cinco ou seis bons boleiros e melhorar o grupo para brigar pela C, quiseram montar um novo time e se lascaram.
    Com o atual grupo ficarei feliz em nao cair, porque não chegaremos a lugar algum, porra perdemos para o galo do oeste e Marcilio Dias, alguém acredita que iremos bater de frente com a Chapecoense e Caxias do Sul, "conta aqui pro bonequinho" como diz um cronista da capital.
    ST RAFAEL

    ResponderExcluir
  25. Quem tem cu apertado não faz negócio com pica grossa... Pô presidente, vamos ser profissionais, manda embora esses jogadores que não querem nada com o basquete, vamos gastar 200 mil mes com 5 bons jogadores e 100 mil com 10 jogadores meia boca...Temos que ter alguém que tenha autonomia para fazer as contrataçoes, mais um cara que entenda de futebol e conheça os atalhos, estamos parados no tempo.
    Abraços aos leitores do blog.

    ResponderExcluir
  26. Vamos fazer uma campanha....JEQUEANO treinador...rsss....

    ResponderExcluir
  27. "Nunca desista! Nunca desista! Nunca desista!" (Winston Churchill)

    MV e NM seguem à risca.

    ResponderExcluir
  28. Bocão - André Budal.6 de junho de 2011 22:28

    Preciso publicar aqui o mesmo que publiquei no Sou Jec já que lá posso ser boicotado.
    Mas vejo que é tão sério que tenho de escrever aqui também.

    "O Sou Jec já foi bem melhor. O otimismo exacerbado do Marcos sempre foi tolerável, ao meu ver.
    Acho que todos têm o direito de expressar sua opinião, desde que com educação. Mesmo que seja uma posição em favor da diretoria do Jec. Qual o mal nisso?
    Agora, a cada resposta que leio do 'tricolor' vejo que falta muita coerência e sobra vontade. Vontade, sim! Pois ocorre aqui um sério trabalho de contra informação.
    Cuidado torcedores. Reflitam bem os argumentos. Firmes em suas convicções!"

    ResponderExcluir
  29. É pessoal, o negócio ficou feio para o lado da Inacio Bastos, nosso presidente resolveu agir a moda tradicional, demitir o comandante, e de lambuja foi o Moisés. Acerto ou erro???
    Tenho muitas dúvidas, mas uma resposta tenho: Treinador que não aceitar pitaco na escalação da equipe não tem vez! Infelismente somos amadadores, treinador foi feito para treinar, presidente para presidir, cada um na sua.
    Tenho certeza que o Giba ja estava de saco cheio com essa situação, e era questão de tempo isso acontecer, ele ja estava preparado.
    Se erra para demitir, que fosse agora, pois ainda temos mais 4 jogos e mais 2 de uma possível final com os marrecos. Da para preparar, mas a cara que vier, tem que ser decidido e dizer aos manda-chuvas "a escalação da equipe é minha responsabilidade, ao contrário, não fazemos negócio".
    Algo me diz que teremos nosso estimado Gilmar Isser como comandante da barca tricolor!
    Termino com minha banda preferida. J Quest:
    "
    Vivemos esperando dias melhores
    Dias de Paz
    Dias a Mais
    Dias que não deixaremos para trás

    Vivemos esperando
    O dia em que seremos melhores
    Melhores no Amor
    Melhores na Dor
    Melhores em Tudo

    Vivemos esperando
    O dia em que seremos
    para sempre
    Vivemos esperando
    Dias Melhores pra sempre
    Dias Melhores pra sempre"

    Saudações Tricolores! Profissionalização Já!!!

    ResponderExcluir
  30. Quem edita os comentários no "SouJEC" é o diretor de marketing Fernando Mattos! Tá na cara, qualquer cometário que ataca a diretoria é censurado. Aquele texto "Tempestade em copo d'água" só pode ser dele. É muita lorota para tapar o sol com a peneira. É sempre assim, quem acompanha o orkut sabe do que estou falando. O Marcos Messias não responder os comentários daquela maneira. Ele é coerente.

    Essas atitudes só reforçam a campanha do Mario L. Nascimento: PROFISSIONALIZAÇÃO JÁ! To cansado de ver os times da ilha por cima e olha que até o fim da década de 90 eles só apanhavam. Prova disso, é que estamos bem na frente no confronto direto.

    Bola de Cristal do JEC (Bem previsível por sinal): O próximo técnico cairá antes da Série C, mais uma barca partirá da ponte Mauro Moura e outra chegará na sequência. Assim trabalha o Nereu e finalmanete a torcida parou de endeusá-lo.

    Márcio Vogelsanger, me contrata que eu sou legal. "O Giba é uma boa pessoa e tem mercado no futebol", disse o alemão E tem mais, o novo gerente de marketing disse o seguinte quanto foi contratado: "EU NÃO SOU DA ÁREA, mas vou dar o meu melhor para ajudar o JEC". Eu sou legal e aceito ganhar R$ 5 mil. Ah, um aviso, não entendo nada de gestão esportiva. E a campanha do Mario L. Nascimento aumenta: PROFISSIONALIZAÇÃO JÁ!

    Amanhã escrevo mais. Tô com sono. Padre Bertino e Dom Gregório, tricolores da metálicas do Ernestão, orai por nós. Amém.

    ResponderExcluir
  31. SouJec virou uma piada, extensão do site oficial, o seguinte comentário foi moderado pelo "Tricolor": já que pelo que leio neste blog os jogadores são altamente qualificados, então por que o gerente de futebol, que supostamente foi responsável pelas contratações foi mandado embora?

    ResponderExcluir
  32. Com esse (des)planejamento até o alagoano acerta nos seus comentários.

    ResponderExcluir
  33. Mario L. Nascimento7 de junho de 2011 09:16

    Acabo de ler na coluna do Diego em AN que o JEC está procurando uma empresa para gerenciar o futebol do clube.

    Parece que a "campanha" (curzes!) está dando resultado...

    Só que a LA Sports já tinha se interessado por isso há muito pouco tempo. E não houve acerto. Algou mudou pelos lados do Bucarein, ou estão procurando alguém que sirva de fachada? (ver no blog do Jeffito: http://papodojeffito.blogspot.com/)

    Não quero aqui dizer que o Moisés Cândido tenha se prestado a esse papel. Tenho certeza de que ele tentou fazer um trabalho sério e competente como fez em outros clubes. Só que não teve condições para tanto. Aliás, uma nota de louvor à sua paciência.

    Falando em empresa para administrar o futebol, até hoje se lamenta a passagem da empresa do WL pela Arena. Foi uma experiência ruim, de fato. Só que na época o JEC era um reduto político-eleitoral (do homem que levou o nome do JEC às páginas dos principais jornais do país com o discurso "temos que comprar a vaga") e não havia condição para qualquer sombra de trabalho profissional. Só que a má experiência virou a desculpa favorita para justificar o amadorismo que deixou o clube na situação em que está.

    "Tereria" algum outro interesse em manter o clube nessa situação? Alguém lucra com o entra-e-sai de jogadores que chegam, jogam pouco e não resolvem nada?

    Tomara que a nota do Diego esteja certa. Mas que seja de verdade. Não de fachada.

    PROFISSIONALIZAÇÃO JÁ!!!

    ResponderExcluir
  34. Thales, é verdade, hoje o Maceió foi bem, de novo. Com o time tão desorientado, até o alagoano é bússola.
    Aos que atacam o SOUJEC. SOUJEC anda muito governista, concordo. Passou de um blog informativo (com ótimas informações, jogos da antiga, vídeos, etc) para um blog de defesa do clube. É uma opção que respeito, mas discordo. Aqui o comentário é livre, mas só tem uma regra, deu cacetada, leva cacetada. Até reclamei de um comentário de Eduardo, um dia desses, e me escuso. Deveria ter reagido melhor. Se ainda lês, Eduardo, desculpas.

    Maneca, nunca tinha pensado que as barcas saem tão facilmente da arena por causa do riozinho da ponte dos suspiros, vulgo Mauro Moura. Acho que temos de aterrar. Chama o Lauro Búrigo e sua patrola.

    Cristiano: dias de paz? Acho mais é que precisamos do Ira, com Dias de Luta.

    Por fim, tem algum anônimo que quer me fuder. Campanha pra que eu vire treinador???. Meu emprego é MUITO MAIS ESTÁVEL DO QUE O DE TÉCNICO DO JEC (hehe).

    Ab, ST

    ResponderExcluir
  35. Os primeiros versos de Dias de luta:
    "Só depois de muito tempo, fui entender aquele homem...". Vai ver o MV e o NM são visionários, a frente de nosso tempo. Nós (torcida, imprensa, jogadores, ex-jogadores, etc) é que somos cegos. Ab.

    ResponderExcluir
  36. Mario L. Nascimento7 de junho de 2011 09:30

    Nosso ídolo Alagoano da Babitonga dá hoje uma pequena nota sobre a saída do Ovino, depois de perder o campeonato do ano passado.

    Não vou aqui fazer apologia do Sr. Mauro Grasel. Mas há que se reconhecer que ele chegou 4 vezes às finais do estadual, quase sempre comandando times com orçamentos minguados, se comparados aos dos "grandes". Neste ano, finalmente chegou lá. Com todos os méritos, diga-se. Alguma qualidade com certeza ele tem. Ou será que o profissionalismo no oeste é maior que no Bucarein?

    O que me remete ao comentário é, novamente, o comportamento da nossa valorosa imprensa esportiva. Deixando de lado as já tradicionais mudanças de treinador das gestões anteriores, limitamo-nos a Leandro Campos, Gelson, Sérgio Ramirez, Mauro Ovelha, Edinho, Leandro Machado e agora Giba e Moisés Cândido. São 8 profissionais que viveram algumas mazelas no comando do tricolor e que acabaram saindo em condições semelhantes.

    Alguém aí sabe me dizer onde encontrar alguma entrevista de algum deles que contenha pelo menos uma pista das razões para a falta de resultados?

    Será que essas entrevistas não estão naquela famosa gaveta onde se escondem algumas verdades inconvenientes?

    PROFISSIONALIZAÇÃO JÁ!!! (No clube e na imprensa?)

    ResponderExcluir
  37. Cara não é facil ser jequeano, tem que ter saco de elefante para aguentar tantas situações adversas. Mas como ja saimos de situações piores, acho que nos livramos desta também.
    PS: Situação pior => Lembram do jogo contra o Próspera, valendo o acesso a 1º divisão do catarinense, aquela creia que foi a pior situação que ja passamos, esse vamos passar.
    Esperança é a ultima que morre.
    Vamos Joinville, vamos fazer esse amontoado de jogadores virar um time de verdade.
    Saudações Tricolores!

    ResponderExcluir
  38. Sugestão de faixa na parte azul da arquibancada com letras bem grandes :

    CHEGA DE AMADORISMO , PROFISSIONALIZAÇÃO JÁ!!!

    ResponderExcluir
  39. Se troca constante de treinador for sinônimo de amadorismo, então estamos em 3º lugar nesse ranking.

    Vejam só isso (copiei do tricolor do Soujec):

    Só que nesse mesmo período (32 meses), o Criciúma teve 9 treinadores (Paulo Campos, Luiz Gonzaga Millioli, Leandro Machado, Roberto Fonseca, Itamar Schulle, Vilson Waterkemper, Argel Fucks, Guilherme Macuglia e Edson Gaúcho). Mesmo assim, o Criciúma subiu para a Série B.

    Nesse mesmo período de tempo (32 meses), o Figueirense também teve 7 treinadores (Mário Sérgio, Roberto Fernandes, Abelha, Pintado, Márcio Araújo, Márcio Goiano e Jorginho). Mesmo assim, o Figueirense subiu para a Série A.

    ResponderExcluir
  40. Se trocas frequentes de treinador for sinônimo de amadorismo, então nós estamos em 3º lugar nesse ranking.

    Vejam e reflitam (copiado do Soujec):

    Só que nesse mesmo período (32 meses), o Criciúma teve 9 treinadores (Paulo Campos, Luiz Gonzaga Millioli, Leandro Machado, Roberto Fonseca, Itamar Schulle, Vilson Waterkemper, Argel Fucks, Guilherme Macuglia e Edson Gaúcho). Mesmo assim, o Criciúma subiu para a Série B.

    Nesse mesmo período de tempo (32 meses), o Figueirense também teve 7 treinadores (Mário Sérgio, Roberto Fernandes, Abelha, Pintado, Márcio Araújo, Márcio Goiano e Jorginho). Mesmo assim, o Figueirense subiu para a Série A.

    ResponderExcluir
  41. Caro anônimo.
    Não estou por dentro exatamente da numerologia, mas, assim rapidinho, pelo menos argel e Macuglia PEDIRAM PARA SAIR, não foram demitidos. É só um exemplo. Não acompanho o cricima e o figueirense, acompanho o JEC, mas há números que em vez de revelar a verdade, a escondem ou no mínimo a falseiam.
    Nesses clubes, quantos gerentes de futebol foram demitidos após 4 meses de trabalho?
    Desde que o Angeloni chegou a Criciúma, quantos tal dirigente demitiu, e por que razões?

    A conclusão de que a troca de técnico é boa, como está lá no soujec é um sofisma barato. Por que o Manchester United tem um técnico há 20 e poucos anos e faz sucesso? Por que o Barcelona nos últimos 23 anos, teve 3 técnicos - Cruyff, Rijkard, Guardiola? São só os dois melhores times do mundo - atualmente.
    Não quero afirmar que o meu exemplo seja o certo, mas dizer o exato oposto é raciocínio que não fica em pé, como está dito lá no SOUJEC. Ab, ST

    ResponderExcluir
  42. Os argumentos do Soujec (vulgo Fernando Mattos) são fraquinhos. Dos treinadores que saíram do JEC, TODOS foram mandados embora. Nos outros clubes, alguns saíram porque surgiram propostas interessantes. O Silas do Avaí, em 2009, chegou a estar na lanterna do brasileirão e a diretoria não o demitiu. Olha o que aconteceu depois, o time quase chegou à libertadores. Não adianta ficar trocando de técnico, "os problemas são os que estão ficando".

    PROFISSIONALIZAÇÃO JÁ! (Aderi ao bordão)

    ResponderExcluir
  43. No Criciúma, no período analisado (32 meses), pelo menos 2 gerentes de futebol foram demitidos rapidamente.

    Abel Ribeiro não complerou 5 meses do cargo.(Fonte: http://www.clicrbs.com.br/esportes/rs/noticias/futebol-libertadores-2011,2771696,Gerente-de-futebol-do-Criciuma-Abel-Ribeiro-e-demitido.html).

    Nedo Perraro também ficou apenas 4 meses.
    (Fonte: http://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:taK_JhCzi80J:futebolsc.uol.com.br/noticia/13960/7/gerente-de-futebol-nedo-perraro-deixa-o-tigre+gerente+futebol+crici%C3%BAma+demitido&cd=3&hl=pt-BR&ct=clnk&gl=br&client=firefox-a&source=www.google.com.br).
    Deve ter outros, mas nem procurei.
    2 exemplos já é suficiente, né ?

    ResponderExcluir
  44. No Figueirense, todos os treinadores mencionados foram demitidos. Sem nenhuma exceção.

    ResponderExcluir
  45. Não vou entrar em bate boca. Os exemplos são suficientes - para quem os escolhe. Estás certo (cada um sabe a razão que tem). Continuemos nessa toada. Eu tô nem aí com o Tigre ou o Fig. Quero saber do JEC. Justificar nossos erros com bases em erros alheios é estratégia de defesa que se sustenta com a firmeza de um castelo (de cartas). Ab, né?

    ResponderExcluir
  46. Erros ou acertos alheios ?

    ResponderExcluir
  47. Esse aqui foi recordista:

    Homero Santarelli ocupou o cargo de gerente de futebol do Criciúma durante 14 dias. Brigou com o Leandro Machado e saíram os dois.

    (Fonte: http://www.engeplus.com.br/noticias/29577,Tigre-demite-Homero-Santarelli.html)

    Mais tarde ele voltou ao clube (com o Angeloni) e ficou 11 meses.

    ResponderExcluir
  48. A que essa discussão vai levar?
    Como fala o jequeano, a gente só fala do JEC. Se os outros erram/erraram ou acertaram, problema ou que bom pra eles.
    Tem coisa mais importante pra se fazer...
    Mas to com o jequeano, sempre sensato e coerente, e não escondendo a realidade (como se desse pra fazer isso).
    Abraços ao tricolores que enxergam!

    ResponderExcluir
  49. Mario L. Nascimento7 de junho de 2011 12:57

    A discussão e as comparações não são pertinentes. O que temos que focar são os erros do JEC, que não são corrigidos. É sempre adotada a solução mais simples: contabilizam-se os erros sempre para a mesma figura, o treinador. E o time continua jogando mal. Não depende de treinador, não depende de elenco. É óbvio que existe uma "falha de modo comum" que não está no treinador e não está no elenco.

    Para aderir um pouco às comparações, Figueirense e Criciúma podem ter trocado tanto quanto o JEC. Só que no ano passado um estava na série B, hoje está na A com chances de não cair. Outro estava na C, hoje está na B, com chance de subir para a A.

    O JEC está na C por incompetência alheia (e competência de seus departamentos administrativo e jurídico) e, com o time jogando o que vem jogando (incompetência só dos treinadores?), com poucas chances de subir para a B.

    PROFISSIONALIZAÇÃO JÁ!!!

    ResponderExcluir
  50. Pô anônimo, denota-se que você é defensor da atual diretoria.
    Eu gosto do MV apesar de achar que o cara é ditador.
    Tem um filme chamado Guangues de Nova York, que o Leonardo Dicaprio é o MV, as vezes parece um machao da porrada em todos outras vezes é um bunda mole apanha até de criança.
    Ou manda ou nao manda caralho, não pode existir meio termo.
    Todos sabem que o NM coloca dinheiro do seu bolso no JEC, só que ele faz isso porque tem muito dinheiro e não vai fazer falta?É claro que não, ele deve ter alguma garantia disso ninguém rasga dinheiro.
    Ademais, tanto Giba quanto NM foram criticados no domingo, dizem que NM saiu antes do fim do jogo.
    No dia seguinte quem aparece para anunciar as mudanças? MV,e por que?
    Claro como a luz solar que foi para preservar a imagem de NM.
    Eu já disse certa vez, que o NM tem legitimidade para exercer o cargo que ocupa, no entanto até agora não conseguiu montar um grupo vencedor, porra NM pede pra sair.
    E anônimo, larga mao de ser puxa saco e briga para que as coisas cominhem profissionalmente, como disse eu gosto do MV, no entanto ele tem que administrar e contratar pessoas competentes para cuidar do departamento de futebol, porque até o momento o NM não conseguiu fazer nada, nem contratar direito ele soube, entao fale para ele parar de se desgastar e colocar alguém em seu lugar.
    ST RAFAEL

    ResponderExcluir
  51. O problema em si não está nas demissões de x ou y, mas na forma como elas são feitas, não existe embasamento, é tudo feito no achômetro: não se sabe se a mudança dará resultado, veremos se deu certo lá na série C... Não seria muito melhor se nosso presidente na coletiva dissesse o seguinte: de acordo com o nosso planejamento o JEC deveria ter conquistados x pontos, o que não ocorreu, foram dadas as oportunidades para correções por parte da comissão técnica, mas eles não conseguiram reverter o quadro negativo o que nos levou a tomar esta decisão.
    Todos entendemos que o Tricolor está tentando colocar panos quentes na situação, evitar a turbulência e afastar a crise. Porém, nós como torcedores ao criticar a diretoria, apenas queremos mais seriedade e assertividade nas decisões, além disso, quando alguém chama o diretor X de amador, não fala nada mais que a verdade, visto que a direção do clube não é a atividade profissional destas pessoas.
    Espero que pelo menos consigam fazer a reformulação do estatuto que permita ao Joinville realmente se tornar um clube profissional e que assim volte a ser respeitado, principalmente pelos próprios joinvilenses.

    ResponderExcluir
  52. Jequeano esta feliz, desde o julgamento do caso do América, o blog não tinha tantos acessos e cometários.
    Méritos seus, pelos cometários ponderados e mais próximos da realidade.
    Na minha modestia opinião de torcedor, nosso time é bom, falta .alguém de pulso para dirigir a equipe, vamos lá:
    Goleiro: Ja demostrou contra o Marcilio e contra o Metro que é seguro, sai bem nos cruzamentos.
    Zagueiro: Linno, firme no desarme e antecipação, considero um bom zagueiro para série C
    Lateral: Tarraxa, pelo que vi contra o Metro, parece bom marcador e chega bem no apoio.
    Volante: Glaydson e Zannuto ou (Mateus), de volantes estamos bem servidos.
    Meias: Ramom, Ricardinho, Jocinei,Thiago Real, Jaiton (tb pode ser utilizado no ataque), temos bons meias, mas falta alguém de mais velocidade.
    Atacantes: Lima (unanimidade pela ultimas apresentações), Chris (para mim titular), Capixaba, Aldair, na ataque tb estamos bem servidos faltando um atacante de velocidade, esta função estava sendo exercida pelo Jaiton.
    Resumindo: Precisamos de um lateral direito (Deivid, Eduardo fracos), meia de criação e atacante de velocidade, ou seja, 3 posições.
    Temos mais que uma espinha dorsal.
    Vamos comisão técnica, vamos fazer este time jogar.
    Saudaçoes ainda esperançosas!

    ResponderExcluir
  53. Pessoal, não esquentem a cabeça isso é tudo tempestade em copo d´agua, senão fosse o erro do America estariamos onde mesmo, classificados para a serie D pelo Catarinense em 5º lugar.

    E tem argumentos la na filial do site do JEC que o time esta as mil maravilhas.

    E quanto a troca de treinadores, dirigentes, nem em Criciuma e nem em Floripa tem um tal de NEREU MARTINELLI impondo as coisas, isso já é suficiente para VERMOS que as coisas andam erradas.

    Campeão da Copa Sc em 2009, Serie D, que título bacana pra cidade, igualmente a serie D, bonito isso, por mim o Bruxxxxque pode ser 30 vezes campeão dessa naba, eu quero e exigo que essa rapeize OLHEM nosso estado vegetativo e no minimo assumam o que fizeram de errado até agora.

    No mais, JEC JEC JEC, Sds Tricolores

    ResponderExcluir
  54. Sandrão - JOINVILLE7 de junho de 2011 13:48

    Em entrevista ao Elton Carvalho no ND de hoje, Moisés afirmou que sua saída foi uma decisão somente (e tão somente) do Márcio Vogelsanger.

    Disse ainda que enquanto esteve no JEC, nem nenhum momento houve interferência nda diretoria na escalação do time.

    O Giba em entrevista à rádio agora a pouco, afirmou que os mais sensatos na diretoria do JEC são os irmãos Martinelli, dando a entender que o maior problema do JEC hoje é o Presidente Márcio Vogelsanger.

    Mais 2 saindo e protegendo o Nereu!

    Será que nós é que não estamos enxergando a verdade??

    ResponderExcluir
  55. Tem coisa que nunca será dita.
    Só sei que tem muito profissional que já passou pelo Joinville que não deve nem querer ouvir falar de nosso clube, infelizmente.

    ResponderExcluir
  56. O único ponto positivo de toda essa bagunça é que o glorioso blog JECMANIA atingiu o seu recorde de comentários. Tem mais gente frequentando o JECMANIA do que a ARENA.

    ResponderExcluir
  57. JECMANIA RULES!

    ResponderExcluir
  58. Chuck Norris, thank you very much!
    Emerson e Cristiano, é fato, nunca houve tantos comentários (houve mais acessos no julgamento do STJD). Ainda bem que tô de férias, e tenho tempo para responder aos leitores-comentaristas do blog.
    E quanto ao elenco, Cristiano, acho que não é inferior a outros da Série C, mas o negócio tá desorganizado. Esse é o problema. Lembram o "melhor ataque do mundo", Sávio, Romário e Edmundo. Grandes jogadores, o clube uma zona. Deu certo (não deu)
    André, tenho um avó que não pode nem ouvir falar do JEC. O véio tá surdo. Tirando a brincadeira, o Giba falou bastante hoje, não achas?

    Sandro, tô ouivido o Giba agora na Clube (acho que é a reprise do que ele falou às 12h30), e ele é só elogios ao Nereu. Eu realmente não sei se o Nereu é um bem ou um mal para o JEC, por isso não desço a lenha, pois tenho muitas dúvidas. Tenho até um post rascunhado, mas nunca publiquei.

    Dácio, tem gente - acho que sabemos quem - que acha que tá tudo certo. Mas nem o presidente, confessadamente, sabe se agiu certo. Logo, se nem ele, que tomou a decisão, tem certeza, imagina os demais.

    André, como disse, não vou entrar em bate-boca. Ha quem veja acertos, outros, erros, e num antagonismo desse provavelmente não se chegará a meio termo, e ficaremos gastando o verbo (ou as teclas).

    Mário, a comparação não faz sentido, é claro. Uma coisa é jogar contra times de série A ou B, com orçamentos muito maiores, e os maus resultados são comuns - é fácil ganhar do São Paulo, Santos, Vasco, Falmengo, etc?. Agora, com orçamento maior que times da D ou da Copinha, e mesmo assim perder várias vezes e "ter" de demitir os técnicos é de lascar.
    Rafa, para de secar o Nereu! hehe.
    Valeu pelos vários comentários. Ab, ST

    ResponderExcluir
  59. Bocão - André Budal.7 de junho de 2011 18:46

    AN de hoje:

    Maestro do Joinville, líder da equipe, exemplo para os mais jovens, Ramon não tem um currículo vitorioso por acaso. Ele sabe muito de bola e, por isso, não escondeu a decepção e a tristeza com a rotina de dispensas e contratações que parecem não ter fim na Arena.

    “Aqui se muda muito”, disse o camisa dez, nesta terça-feira, em coletiva de imprensa. As palavras de Ramon são as de torcedores, de jornalistas, de quem vê o JEC de longe e até de quem só ouve falar do clube. “Futebol se faz com planejamento”, ensinou o craque.

    Ramon deixou claro que, por isso, o time enfrentou muitos problemas. “Jogamos no primeiro turno com um time e no segundo com outro.” Ramon poderia ter concluído: na Copa SC com outro e na Série C com outro – alguém duvida?

    Perguntei a Ramon se ele já havia jogado em um outro clube que mudou tanto em tão pouco tempo. O meia riu e disse: “É difícil, mas sempre tem uma primeira vez.”

    Será que a queda de rendimento do Ramon não é descontentamento com a direção?

    Muito subjetivo afirmar. Mas eu acho que pode ser.

    ResponderExcluir
  60. Ouvindo o Ramón agora na Clube. Certeza que também tá descontente e o rendimento cai por isso.
    Pode por agora o Ivanci Sestrem de treinador, o maluco do zarco. Dá na mesma!

    ResponderExcluir
  61. Para sermos honestos e coerentes, é necessário reconhece que ele (acho que sabemos quem) TAMBÉM NÃO ACHA que está tudo certo.

    Vejam o que ele (acho que sabemos quem) escreveu lá (acho que sabemos onde):

    "Ninguém deve imaginar que está tudo bem no JEC, por que efetivamente não está.

    Mas ninguém também deve imaginar que está tudo péssimo no JEC, porque efetivamente também não está.

    O JEC, assim como qualquer outra instituição – pública ou privada, enfrenta sérios obstáculos para alcançar seus objetivos.

    Mas os problemas são inevitáveis. Mas eles precisam ser enfrentados e vencidos, um a um. Com coragem e determinação."

    ResponderExcluir
  62. Estamos esperando um "Eureka!"??. Creio que estamos seguindo nosso caminho normal(desplanejamento, como diz jequeano), digamos nosso proprio processo historico. Esperar que o meio (nosso incondicinal otimismo) "contagie" o JEC? Não.
    Será que ainda falta força da torcida???? Não, claro que não.
    Niilismo, é isso aí!

    Massa,com tanta galera postando, acho que até renderia uma boa pelada...possivelmente seria como esta:

    http://www.youtube.com/watch?v=QfsXA31c86M


    Enderson

    ResponderExcluir
  63. Mario L. Nascimento8 de junho de 2011 01:10

    André,

    não ouvi a entrevista do Ramon, mas gostaria de lembrar uma sequencia de jogos que me deixou com a pulga atrás da orelha.

    2 a 2 com o poderoso Concórdia. Saíram algumas notas sobre discussão entre Lima e Ramon.

    0 a 1 com a Chapecoense. Lima cobra uma falta antes que o Ramon chegasse na bola. Depois do jogo, diz que o Ramon acha que é o Pelé.

    4 a 0 no time da (c)elite. Lima marca duas vezes, com festa dos outros jogadores para ele. Ramon faz um e comemora sozinho.

    1 a 1 com o Criciúma no sul. O time joga relativamente bem, mesmo que Ramon e Lima não estejam se falando.

    5 a 0 no Zimba. Ramon não joga. O adversário é fraco e o time joga bem, com uma disposição que não mostrou em outros jogos. Lima arrebenta.

    2 a 2 com o Metrô no SESI. Com Ramon de volta, o time não faz uma boa partida e deixa de ganhar do dessarrumado time de Blumenau.

    No meio disso tudo ainda aconteceram as reclamações do Lima sobre o salário do Fernandinho. Com esse quadro todo, será que foi só desse salário que o Lima reclamou? Será que não existe (ou existiu) no elenco um clima de que o Ramon estaria ganhando muito e resolvendo pouco? Não há cisão no grupo? Não seria essa a razão da falta de harmonia em campo?

    É só um palpite, a partir de algumas observações à distância. Mas se isso aconteceu ou está acontecendo, alguém está deixando furo (sem duplo sentido, please). "Sereria" essa uma das razões da saída da dupla? Será que o Alien (o oitavo passageiro) que vem aí vai resolver?

    PROFISSIONALIZAÇÃO JÁ!!!

    ResponderExcluir
  64. Arthurzinho será o nosso provável treinador. Bom nome, na minha opinião. Acho que é a cara da série C, e é "durão", como quer o Márcio. Vamos aguardar.

    ResponderExcluir
  65. Sandrão - JOINVILLE8 de junho de 2011 09:55

    Sim... Arthurzinho como técnico e Nazareno Silva para o cargo de gerente de futebol.

    Arthurzinho enquanto jogador, teve passagens importantes Vasco, Fluminense, Botafogo e Corinthians.

    Como técnico, já dirigiu o Fluminense, Vitória e Bahia. Em 2007 levou o Bahia à série B.

    Bons nomes...

    Pena que serão somente por mais 3 meses!

    ResponderExcluir
  66. Arturzinho, será a 1º passagem por SC, como os demais comentaristas, acho um bom nome para sérei C.
    Como diria um cronista da cidade, "vamos aguardar a evolução dos fatos", e principalmente o pronunciamento do NM.
    Saudações Tricolores!

    ResponderExcluir
  67. É essa a questão, Sandrão. Quanto tempo vai durar? Até o fim da copinha? A série C inteira? Até o ano que vem? Ninguém sabe.

    Em relação ao Nazareno como gerente de futebol... sei não. Ele é melhor que o Moisés? Como disse o JEQUEANO dias atrás, "o JEC é muito complexo para ser entendido". Não dá pra entender demitirem um profissional gabaritado como o Moisés para trazerem uma incógnita.

    ResponderExcluir
  68. Sandrão - JOINVILLE8 de junho de 2011 10:37

    O Nazareno só é melhor que Moisés na Bíblia!

    A demissão do Moisés foi a maior cagada do Vogelsanger na presidência do JEC!

    Jequeano,
    Dê o braço a torcer ao alagoano hoje... a coluna dele hoje cospe vespas à diretoria do JEC! Raridade!

    ResponderExcluir
  69. Sandrão - JOINVILLE8 de junho de 2011 11:07

    Alguns fatos vieram à tona nessa ótima entrevista do jornalista Elton Carvalho do Notícias do Dia, com o ex técnico Giba.

    Confiram no link abaixo e reflitam:

    http://www.ndonline.com.br/joinville/esportes/nao-foram-os-resultados-diz-giba.html

    ResponderExcluir
  70. Sandro, na verdade estou desapontado com o Maceió, ele está há três dias escrevendo bem, e com análises corretas. Isso me deixa sem assunto (rs)

    Cristiano, Emerson, escrevi alguma coisa sobre as nossas novas possiblidades.

    Enderson, essa do Monty Pithon é espetacular.

    Nilson, quem achar que tudo está certo estaria delirando. É claro que estamos melhor que há dois ou três anos, mas precisamos evolução constante. Não dá pra parar no tempo.

    André e Mário: não quero crer que o Ramon esteja desmotivado, acho que o problema com ele é dosar o esforço. Preservá-lo o quanto pouder, ele tem 38 anos.
    Ab, ST

    ResponderExcluir