NASCEU CAMPEÃO

Tu és a glória dos teus fundadores

7 de jun de 2011

AS EXPLICAÇÕES DO GIBA E SE NÃO TEM ARTUR NETTO...

Não tô muito bom de raciocínio (e sem muito saco), só vou relatar o que o Giba disse ontem. As conclusões são com vocês - aliás, nesse último post os comentários foram em número recorde - obrigado.
O Giba ontem foi de uma educação ímpar, deu entrevistas para todo mundo e não colocou panos quentes, não contemporizou, disse o que sentia, e o que aconteceu, inclusive que já entregara anteriormente o cargo. Se era o melhor técnico do mundo? Não era - mas veio e disse algumas coisas que precisavam ser ditas. E foram ditas não por esse blogueiro, ou qualquer palpiteiro, mas por alguém que estava lá.
Não era esse?
O DESGASTE:
Gilberto explicou seu desgaste com o presidente.
O primeiro confronto se deu quando se decidiu -conjuntamente, ou seja, Diretoria + Comissão Técnica - pelo afastamento de alguns jogadores. No entanto, aos atletas foi dito que o Presidente queria que os jogadores ficassem, e que apenas o treinador queria que eles saíssem. Isso gerou um péssimo clima dentro do vestiário, sentindo-se Giba "aborrecidíssimo" com isso. Citou Souza e Pantico como jogadores que estavam nessa situação.
Depois, em relação ao Daniel, no jogo contra o Concórdia, o presidente queria o afastamento e Giba precisava dele em razão da viagem do Eduardo (falecimento da mãe) e a recente chegada de David, que ainda não tinha ritmo de jogo, era um jogador novo e desconhecido do treinador.
Continou o ex-treinador: essas discordâncias podem acontecer, são normais no futebol, mas isso não pode passar para fora do Clube. Que algum jornal da cidade (até aí tudo bem, imprensa fazendo seu trabalho) deu detalhes pormenorizados disso que houve dentro do Clube (aí tudo mal, tinha alguém vazando informações).

SOBRE O PLANEJAMENTO:
Que o processo administrativo do Joinville para se desfazer de jogadores - decisão que refoge à alçada do treinador - é muito estranho. Esse negócio de deixar os jogadores, por aí, treinando, mesmo sabendo que não fazem mais partes dos planos do Clube, não leva à nada.
Na opinião do Giba, o processo de dispensa deveria ser muito simples. Não vai aproveitar, paga o que deve (onde está  o dinheiro, hein?) e libera. Não fica com os caras dentro do clube, treinando em separado.


Giba disse o JEC precisa de um projeto de médio ou longo prazo, e isso é inviável com um elenco com idade média de 30 anos, que ele encontrou quando chegou a Joinville (seria necessário uma média de idade por volta de 22 ou 23 anos). Ontem, quando Giba deixou o clube, disse que deixou a média de idade dos atletas do JEC em 24 anos. Se se quer um planejamento mais a longo prazo, deve-se buscar atletas emergentes, não velhos. O jogador tem seu auge entre 22 e 28 anos. Claro que há exceções que rendem além disso, mas a regra deveria ser essa, contratar gurizada.
Todas as contratações - com exceção do Capixaba - Ênio, Tarracha, Glaydson, Ivan, Ricardinho (Giba disse que adorou - ui! - este jogador) tiveram participação do Gilberto.

Que o Clube tem chance de subir, com o elenco que esta aí, mas não sabe se estruturalmente o clube tem condições de disputar a série B. Se o Clube não tem condições de inscrever jogadores na Copinha, não sabe se o clube teria como se organizar numca competição muito mais difícil, se teria como arcar com despesas de uma série B, muito mais cara.
O Joinville precisa de um projeto. O Joinville não tem esse projeto. Palavras conclusivas do Giba.

QUEM NÃO TEM ARTUR NETTO, CAÇA COM ARTURZINHO.
Não vou conjecturar. Arturzinho é nome conhecido, mas não sei de detalhes sobre seu trabalho. É esperar pra ver. Tô cansado de ficar imaginando algum futuro, se nem o clube pensa no futuro. Mas pra economizar na rescisão, sugiro que o contrato tenha apenas 4 meses de duração.
E o Nazareno Silva? Muitas reações contrárias a ele no twitter. Também não tenho opinião sobre mais um salvador, como disse o França (Moysés, Nazareno, e acrescento o Edinho Nazareth). Vamos ver se as especulações se confirmam. É ISSO, POR HOJE. MUITA FÉ, JEC!

27 comentários:

  1. Sandrão - JOINVILLE8 de junho de 2011 11:51

    Como já falei em comentário no post anterior... o Nazareno só é melhor que Moisés na bíblia!

    A demissão do Giba pode até ter sido acertada, mas definitivamente a demissão do Moisés Cândido no "embalo" do presidente... foi o maior erro do JEC no ano (até aqui!! rsrsrs).

    Finalmente alguém saiu do JEC e falou um pouco das mazelas que sobrevivem dentro do ambiente do clube. Só por isso, o Giba já leva o meu respeito. Homem de coragem!

    Aos amigos da imprensa: Viram só como é fácil conversar com quem sai do clube? Os caras só precisam de espaço pra falar.

    Isso gera debate, que acaba por consertar algumas coisas dentro do clube.

    É isso que queremos! Transparência e honestidade. E que os erros sejam utilizados para acertos no futuro!

    Tens a qualidade e postura que o JEC precisa, hein ô Nazareno?? "Caaaaalaaaadaaaaa" rsrsrs

    ResponderExcluir
  2. Esse bordão do Chico Anysio certamente terá muito uso daqui pra frente, no clube e no blog.
    Acho que o Moysés ainda não falou, não é? Seria bom que ele também colocasse a boca no trombone.
    E até na bíblia, ao menos para os judeus, Moysés é mais importante que o Nazareno. Caaaaalada. Ab, ST

    ResponderExcluir
  3. Eae Jequeano taz de férias é, ahhh moleque, só vida boa entao, blz hein.

    Tudo o que voce escreveu e o Giba falou na entrevista se resume em uma palavra, aquela no final dos comentários.

    PROFISSIONALIZAÇÃO NOW!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  4. Sousa reintegrado ao elenco, mais uma pitocagem!!!!! Apesar de gostar do futebol raçudo dele.

    ResponderExcluir
  5. Na tarde de hoje Arturzinho e Nazareno Silva
    foram apresentados no Joinville Esporte Clube. O primeiro, treinador com um
    bom currículo no nordeste do país e quem irá avaliar o perfil do grupo do
    Joinville para formatar o grupo que disputará o campeonato brasileiro da série
    C. O segundo, vem com a missão de fazer o elo entre a categoria de base e o
    profissional para que o clube possa aproveitar melhor seu elenco.
    Blog Gabriel Fronzi...
    ST RAFAEL

    ResponderExcluir
  6. Falamos tanto aqui sobre melhoria no site do JEC, e a notícia acima deveria primeiramente constar no site oficial do clube.
    O Fernando poderia aparecer e dar uma explicação acerca disso, eu acredito que falta um pouco de profissionalismo daqueles que cuidam do site. Será que o clube nao tem dinheiro para contratar alguém para fazer as atualizações mais precisas no site?
    Falam tanto sobre consultar o clube antes de escrever qualquer coisa, entretanto os caras não conseguem nem divulgar as notícias em primeira mao.
    ST RAFAEL

    ResponderExcluir
  7. É Dácio, trinta dias de descanso. E o giba disse literalmente que o JEC ñao tem projeto.

    Cristiano: Não sou contra o Souza no elenco, eu era, na verdade, contra a sua dispensa. Mas que fica estranho, fica. Não é uma manobra da diretoria para "demonstrar" que só o Giba que era contra Souza e Pantico?

    Rafa: cansei de falar do site do JEC. E falta dinheiro? Falta, e não só pro site, mas pra muitas coisas.
    Ab, ST

    ResponderExcluir
  8. Sandrão - JOINVILLE8 de junho de 2011 17:13

    Eu prefiro o Souza ao Para Pedro Pedro Paulo!!!!

    De qualquer maneira, REcomeçamos da estaca zero no quesito formação da equipe titular.

    Agora é correr contra o tempo e fazer o máximo de jogos (copinha e amistosos) pra tentar identificar qual o time ideal, e quais os reforços que ainda vão precisar.

    É trabalhar, remendar, treinar, e ir pro tudo ou nada!
    Não boto mais fé no acesso à série B... mas temos que ao menos permanecer na C.
    Foda vai ser ficarmos na C, e assistirmos aos índios indo pra série B.
    Raiosssss!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  9. Mario L. Nascimento8 de junho de 2011 17:26

    Já que o Artur Neto é inacessível, que venha o genérico...

    Brincadeiras à parte, que o Arturzinho tenha no JEC o mesmo sucesso que teve no Bahia. Com um pouco de sorte e algum planejamento, poderia também ganhar o estadual do ano que vem. Já mereceria uma estátua no CT, pelo menos.

    Depois comento sobre o "caso Souza". O que foi divulgado é o suficiente para se traçar um perfil (des)gerencial do futebol do JEC. E dá para inferir muita coisa mais....

    Com mais esse pouquinho que o Giba revelou, renovo meu voto de louvor à paciência do Moisés Cândido. Aliás, amiguinhos da imprensa, o Giba já disse muita coisa. Quem terá a competência para entrevistar o Moisés e abrir mais um pouco da famosa gaveta?

    PROFISSIONALIZAÇÃO JÁ!!!

    ResponderExcluir
  10. Rafael,
    Por questão de respeito com a nosaa imprensa esportiva, o site do JEC nunca antecipa as notícias.
    As notícias importantes primeiro são dadas na coletiva de imprensa.
    Somente após atenderem a imprensa, os nossos assessores (André e Ricardo) cuidam de alimentar o site oficial.
    Em tempo: todos os clubes de futebol agem dessa maneira.
    Como costumam dizer na internet (brincando, é claro), os jornalistas sempre "gostam de dar o furo".
    Se o clube antecipasse as notícias em seu site, os jornalistas não poderiam praticar esse seu esporte predileto.
    Abraço !

    ResponderExcluir
  11. Esta certo, minhas sinceras escusas, analisando esse aspecto é correto...Obrigado...
    ST RAFAEL

    ResponderExcluir
  12. Esse negócio de deixar os jogadores pouco aproveitáveis (perebas) treinando separadamente é simples de explicar.
    Deixa o jogador treinando separado em pleno meio dia, até o mesmo se cansar e pedir para sair, assim o jec economiza nas rescisões.
    E outra brigarem por causa do pantico???? Esse cara eu só vi jogar bem quando foi contra o jec, tem mais que sair chutado daqui mesmo.

    ResponderExcluir
  13. Leonardo, o Pantico começou bem na Série D, mas acho que na 4a partida contra o Zequinha aqui em Joinville, machucou e nunca mais foi o mesmo.
    E a meu ver a briga não foi motivada por Pantico, Souza ou qualquer outro, mas sim porque o Giba se sentiu desautorizado ou "vendido" dentro do vestiário e perdeu o comando sobre os jogadores.

    Mário, eu também queria ouvir o Moysés Cândido, mas parece que ele não vai abrir o bico.

    Sandro, acho o Souza um bom zagueiro, é bom tê-lo no grupo, embora, convenhamos, a reintegração cheira estranha.
    Ab, ST

    ResponderExcluir
  14. Bocão - André Budal.8 de junho de 2011 19:57

    Essa é boa! A página oficial do Jec não antecipa as notícias por bondade aos jornalistas. Dá-lhe contra informação.

    PROFISSIONALIZAÇÃO JÁ!!!

    ResponderExcluir
  15. Caro Bocão,
    Esse procedimento é de "praxe" em todos as instituições importantes, que recebem muita atenção da mídia (tais como clubes de futebol).
    Somente instituições "pequenas e sem importância" é que ficam antecipando notícias em seus próprios sites (e depois mandam "releases" para a imprensa).
    Instituições importantes como o JEC não precisam desse tipo de expediente.
    -------------
    Em tempo: hoje foi um pouco mais corrido para a Assessoria de Imprensa do clube, porque logo após a apresentação do Rei Artur, ele decidiu ir para o CT, conhecer o grupo e ministrar o primeiro treinamento.
    -------------
    Obviamente, a Assessoria de Imprensa teve que acompanhá-lo, para cobrir o treinamento (como sempre acontece) e continuar dando o devido atendimento à imprensa (que, obviamente, também acompanhou em peso o rei Artur)
    -------------
    A propósito: a matéria sobre o primeiro treinamento do Arturzinho já está no site oficial do clube. E também já está no site oficial da torcida.

    ResponderExcluir
  16. Caro Anonimo que todos sabemos quem é, rsrsrs, sei que não faz parte do assunto, mas estou querendo adquirir a camisa de treino do JEC, acho muito bonita, só que no site esta ESGOTADA, alguma previsão quanto a disponibilidade dessas camisas?

    No mais, Sds Tricolores

    ResponderExcluir
  17. Dacio,
    Realmente a camisa de treino é muito bonita.
    A loja virtual está vendendo muito bem. Consigo acompanhar "online" as vendas.
    Mas não tenho acesso aos pedidos de mercadorias, previsão de entrega etc.
    Dá uma ligada lá na Toca, para saber quando chegam mais camisas de treino.
    Abraço !

    ResponderExcluir
  18. O anônimo, você poderia disponibilizar uma peita para ser sorteada entre os leitores do blog.O que você acha?Deixa de ser muquirana...
    ST...

    ResponderExcluir
  19. Mario L. Nascimento9 de junho de 2011 09:29

    "Caso Souza". Ou "Como não lidar com lideranças".

    O Souza parecia ter encontrado seu espaço no JEC. Com boas atuações na série D, dava a impressão de que iria "mandar" na zaga. Seria um caso raro de jogador vindo de times menores de SC a emplacar entre os "grandes".

    De repente, é colocado no limbo dos que têm que treinar ao meio-dia. O que teria havido? O que se revela agora é que o técnico não o queria por ser "brincalhão" e o presidente não queria dispensá-lo. Foi preciso a saída do "professor" para que ele fosse redimido.

    Pois bem, quem tem razão no episódio? Acho que ninguém tem razão. Com certeza o fato de ser brincalhão não deve ter sido o verdadeiro motivo do Giba para afastá-lo. Em minha visão, o treinador deve ter sentido que o Souza não seria uma liderança positiva no elenco e que seria melhor não tê-lo por perto. Então deveriam ter trabalhado para que ele fosse dispensado logo. Deixá-lo treinando separado do grupo não ajudou a resolver o problema. Só o fez crescer.

    Se o presidente optou por não dispensar logo o atleta, deveria estar discordando do treinador. Seu grande erro, neste caso, foi não agir para sustentar a posição deste. A decisão deveria ter sido tomada de imediato. O que fez, dizendo ao atleta que por ele, presidente, este estaria jogando, deu moral ao "encostado" que, é bom lembrar, era (ou é) um líder do grupo. Se a discordância em relação à posição do técnico e do gerente de futebol era tão grande (e parece que era mesmo), a conversa deveria ser no sentido de fazê-los enxergar o valor do atleta dentro do elenco.

    Em resumo: presidente, diretor de futebol, gerente de futebol e treinador deveriam ter uma posição única em relação ao problema (não só a este problema, claro) e trabalhar juntos para solucioná-lo. O que aconteceu foi que, no caso de posições diferentes, cada um ficou com a sua e foram se criando atritos não resolvidos. Solução final, que talvez não tenha sido a pior: caiu o treinador.

    O Marcio é um homem de bem e tenho certeza de que nenhum de nós torcedores quer mais o bem do JEC do que ele. O que tem ocorrido é que seu estilo e seus métodos gerenciais não estão dando os resultados que a torcida - e ele mesmo, com toda a certeza - quer. É nesse sentido que tanto se fala sobre profissionalização. Alguém tem que olhar de forma profissional esses aspectos da gestão do futebol do JEC.

    Para mim, está claro que há cisão do elenco, que há panelinhas entre atletas e outros problemas que existem em todos os clubes. Ou em todos os ambientes. Só que em outros clubes esses problemas são resolvidos. E no JEC eles vão crescendo até que o treinador seja demitido. É esse ciclo que precisa ser quebrado.

    PROFISSIONALIZAÇÃO JÁ!!!

    ResponderExcluir
  20. Sandrão - JOINVILLE9 de junho de 2011 10:44

    Vamos parar com essa balela de Rei Arthur né?!!

    Pra mim... primeiro ele vai ter que trabalhar igual a um ESCRAVO pra depois receber algum "título" qualquer.

    Dizem os torcedores do Anapolina que ele é um "doido nos treinamentos". Mas que não tem as manhas de montar uma equipe.
    Como ele chega no JEC com a equipe praticamente montada, acho que não será um problema.

    Talvez um "doido" no JEC faça essa rapaziada que está encostada se mexer e ralar a bunda no chão.

    Dizem também os torcedores de seu ex clube, que ele é muito bom para treinamentos técnico/táticos.

    Agora é rezar pro rei dos reis... DEUS!!!

    ResponderExcluir
  21. Olhem pessoal esse jiba não era tudo aquilo não, só era bom nas entrevistas dizia que iria melhorar taticamente e isso nunca acontecia, só andava pra traz, time com 3 volantes e etc....
    Sou contra contratar jogadores indicado pelo técnico, todos sabemos que existem muitos empresários tentando revelar seus jogadores, e todos sabem que eles pagam muito bem para o técnico que os contratarem falo isso, pois tive uma longa conversa com um desses empresários aqui da cidade.
    Não sei se foi esse o motivo do esquecimento do Souza e de outros bons jogadores que aqui já atuavam só sei é quando o presidente corta esse barato começa a choradeira.
    Sou totalmente contra alguém da diretoria se meter e dar palpites no comando técnico do clube, mas também sou contra treinadores virem até aqui encherem os bolsos, ganhando de tudo quanto é lado.

    ResponderExcluir
  22. Leonardo, como disse no post, o Giba não era aquela coisa toda, mas nenhum é. Tanto não é que estamos no oitavo técnico em pouco tempo. Todos eram ruins? O que incomoda é o método do jec, baseado apenas no improviso (ver Diários de Motocicleta).

    Sandro, recuso-me a chamar alguém de rei, exceto Roberto Carlos (o cantor). Vai ser ArturZINHO até que ele mereça pelo menos o nome sem o diminutivo. Vamos dar esses 4 (ou 6 jogos) da Copinha e torcer para que dê certo, para que não tenhamos que, uma vez mais, contratar outro "professor" para a Terceirona.

    Bocão e anônimo conhecido, se esse é o proceder do site - o que é bom saber para parar de reclamar, ou até mais, deixar de ir ao site para ter alguma notícia de que ainda não se sabe - beleza. Só não vale, daí, reclamar das especulações da imprensa. E olha que a imprensa é um dos objetos de discussão neste blog.

    Mário, lendo tua epístola de São Mário aos jequeanos desesperados, falo de "Souza, o brincalhão". Ora, ano passado, além do fato de ele ter feito uma boa série D, ele parecia um dos líderes do grupo, com boas entrevistas. Essa liderança era falsa? O Souza gostava de aparecer? Não sei, mas aparentemente ele falava pelo grupo. Se for assim, afastá-lo foi burrice, e inclusive, como disse o Giba, Souza e Pantico "cresceram" dentro do vestiário.
    Se o Márcio - alguém de quem eu gosto, apesar de ser turrão, acho que é bem intencionado, um homem de bem como disseste - não impôs a permanência do Souza, então errou por omissão. O jogador é do Clube, e não do Giba.
    Sobre panelinhas, não posso dizer nada, Mário. Mas como disseste, essa turma é feita de homens barbados que tem de saber resolver essas questões menores.

    Zinho treinou o time agora pela manhã exatamente igual ao time que o Giba montou. E aí? Vai ser só no gogó, só na postura que o time vai mudar?

    Estou em roaming, numa cidade que, pqp, tem dois times na primeira divisão, e estes dois times há 20 anos cansaram de apanhar do JECÃO, talvez não escreva, até por falta de assunto. Temos que esperar o desenrolar da atuação do Zinho e do Lazarento. Vou ouvir a Clube agora (porque o Mira só falando do Vasco não deu pra aguentar) pra ver se aparece algum assunto interessante. Ab, ST

    ResponderExcluir
  23. Bocão - André Budal.9 de junho de 2011 18:10

    Site oficial da torcida?
    Não quero ofender nem ser mal educado, mas isto é presunção demais.
    O que faz de um ou outro o site oficial da torcida?
    Site oficial da torcida organizada tal ou do grupo de torcedores x pode existir. Mas da torcida jequeana por inteiro não.
    Expressar-se desta maneira demonstra que alguém acha que está acima dos outros sem legitimidade. É por aí que surgem os que pensam que são donos do clube.
    O pior é que nem sei quem é o mentor do site que se diz oficial da torcida jequeana.

    ResponderExcluir
  24. Sandrão - JOINVILLE10 de junho de 2011 08:54

    No Notícias do Dia de hoje (10/06), Elton Carvalho divulga o teor de uma conversa que teve com o Moisés Cândido.

    Na conversa, Moisés explica que acompanhou sim diversos treinso das categorias de base, mas que sua prioridade, era o profissional. Dependia do sucesso no profissional e o acesso a série B todo o restante do planejamento. Lamentou a saída, pois segundo ele, de agora em diante é que o trabalho começaria a render frutos.

    Sobre Márcio, Nereu e João Martinelli, só teve elogios.

    Reconheceu que não fez as viagens ao Cruzeiro e Internacional, mas justificou que tem bons relacionamentos nos 2 clubes e experiência suficiente para saber se teriam boas opções ao JEC lá, mesmo sem ir pessoalmente.

    E deixou claro que ele LAMENTA ter frustrado o presidente do JEC e os irmãos Metralha (ops... Martinelli).

    "Lamento e peço desculpas se eles ficaram chateados. Mas isso não abala nossa relação. Sou agora, um torcedor do JEC, admirador da torcida e dos profissionais da imprensa, com quem tive ótima relação".

    Como vemos, Vogelsanger tinha lá suas razões!

    No JEC acontecem coisas que em nenhum outro lugar acontecem.. porra!!!!!!!

    ResponderExcluir
  25. Engraçado, Anônimo. O site oficial da torcida exclui comentários de torcedores.

    ResponderExcluir
  26. Budal, o anônimo é o diretor de marqueting do Jec, Fernando Mattos

    ResponderExcluir
  27. Bocão - André Budal.12 de junho de 2011 20:22

    Eu sei quem ele é. Mas deveria assumir os comentários, pois quem não sabe deveria saber. Não pode se esconder. E não adianta falar que não coloca mais o nome pra não tumultuar o ambiente. Afinal, o que pode tumultuar são os comentários. Se quer comentar, assine. Será que não quer que associem a imagem aos comentários?

    ResponderExcluir