NASCEU CAMPEÃO

Tu és a glória dos teus fundadores

14 de jan de 2011

MAIS UM JEC x BRUSQUE - COMEÇA O CATARINENSE. AH, E O MEU ÍDOLO

Confronto "inédito" no Campeonato Catarinense.
Pois naquela eterna ciranda daqui de Santa Catarina, que nos leva a enfrentar adversários mequetrefes tais como Brusque ou Metrô, seis ou sete vezes num só ano, iniciaremos o Campeonato Catarinense mais uma vez contra a marrecada.

O Brusque fez um jogo-treino contra o "temido" Imbituba - time do tal de presidente Robertinho que o Maceió tanto adora e inexplicavelmente elogia quase todo dia - e meteu 3 x 0 na perebada lá do Sul.


MEU "ÍDOLO"
Abro rápido parênteses no assunto do jogo para falar do meu ídolo, o indefectível Maceió: eu escrevi este post ontem  e deixei pra publicar mais perto da hora da estréia do Tricolor. E pois não é que no jornal de hoje o inefável disse que o tal de Robertinho até consertou o alambrado para que o Estádio do Imbituba fosse liberado!? Vai puxar o saco assim de um completo desconhecido da torcida joinvillense lá na PQP.
E mais, qualificou a Chapeconse de "fortíssima" para este ano, pois finalista em 2009. Ah, menestrel, aí não dá! A indiada foi REBAIXADA em 2010, e só entrou, pela janela, nesse Catarinão-2011, porque o AH-Ibirama desistiu do Campeonato. Tenha dó de seus leitores.


Volto ao jogo: O Brusque entrou em campo, no jogo-treino, com João Ricardo, João Neto, João Vitor, Thiago Couto e Cris; Leandro Leite, Fabinho, William e Têti; Valdo e Kito. Também participaram da atividade Vinicius Orlando, Tom, Pereira, Marcelinho, Leonardo e Aloísio. Quatro dos onze que começaram a peleja já nos enfrentaram, por exemplo, na fatídica final da Copinha (João Ricardo, João Neto, Cris e Têti), e três destes são da zaga, o que em tese garante uma retaguarda entrosada.
O Aloísio Chulapa é um atacante razoável, com boa força, e pode dar algum trabalho, e deve fazer parceria com o Kito - vindo do RGS, no ataque fenarrequense. Um tal de Valdo, que parece ser bom jogador, está fazendo corpo mole para ir pro Criciúma e não deve jogar. William e Têti formam uma razoável meia-cancha. Do meio pra frente é um time que pode dar liga. É jogo parelho, até por ser início de campeonato.
Não consigo acreditar, contudo, em mais uma aprontada brusquense. Embora fora de ritmo de jogo, o JEC vem treinando quase que ininterruptamente, até em razão dos sucessivos adiamentos do julgamento no STJD, desde o ano passado, e pelo menos 7 ou 8 jogadores não poderão sequer alegar falta de ritmo.


Nosso time deve formar com Paulo Sérgio, Daniel, Souza, Renato Santos (vem treinando, mas pode dar Fernando) e Eduardo; Tiago Soler e Dias; Ramon e Marcelinho (ou Jocinei); Marcelo Silva e Pantico.
Célio Amorim no apito (ainda acho dos menos ruins). A propósito, o nível dos assopradores por aqui tá um horror. Espero que o Ganso tenha sido definitivamente aposentado.
Vamos todos à Arena! Embora mais uma palhaçada do Ministério Público (tenho seríisimas dúvidas se algum desses promotores já esteve num campo de futebol), limitando o acesso a 10.000 torcedores, por falta de câmeras para filmar a torcida, acho que essa medida, num primeiro momento não vai nos prejudicar, pois duvido que mais de 10.000 jequeanos esteivessem na Arena para esse jogo. Se der 5 ou 6 mil - o número aproximado de sócios, acho que já está bom, embora, com o incentivo de ver o Ramon em campo, pelo menos essa limite de 10 mil presentes deveria ser atingido. Vai rolar a bola em 2011. Boa sorte, Tricolor! AVANTE, JEC!

Nenhum comentário:

Postar um comentário