NASCEU CAMPEÃO

Tu és a glória dos teus fundadores

24 de jul de 2011

O JOGO É ASSIM: JEC 1 X 1 BRA - EMPATE INJUSTO - MERECÍAMOS GANHAR

O Joinville começou atrapalhado, até os 10 ou 15 minutos. Badé e Eduardo ignoravam a regra básica do lateral: os dois não podem avançar ao mesmo tempo. Quase tomamos um gol assim (ambos estavam no ataque na ponta esquerda do ataque TRICOLOR), não fosse a grande intervenção de Ivan, o Terrível - atuação nota 9,5.
Acho que Little Artur entendeu o erro (não dele, mas dos jogadores) e mandou os alas pararem com a palhaçada, e organizou a zaga.
A partir daí dominamos o jogo com grande autoridade. Badé cruzou uma bola que passou na frente de todo mundo, e principalmente de Eraldo, que furou - ai que saudade do Lima; depois, Ricardinho passou para o mesmo Badé, este chutou a bola cruzada, rente à trave pelotense.
Daí, a merda básica. Uma falta chutada de um modo varzeano mas que bateu nas costas de Linno - que inclusive estava fora da barreira, a bola iria para a linha de fundo - e enganou Ivan, nos deixando atrás no placar. Um a zero para os jaguaras, num azar (nada mais explica o gol que tomamos - só o azar).

Pois bem, acabou a primeira etapa e começamos o segundo tempo como se estivéssemos em casa, apertando, pressionando, mandando no jogo. Em cinco minutos criamos duas ou três chances, e aí fizemos um gol anulado por impedimento.
Continuamos pressionando até que aos 13', houve o pênalti (muito duvidoso, reconheço), que Capixaba bateu (espantei-me, porque qualquer um pensaria que Ricardinho seria o batedor, como era no ano passado - lembram-se que ele bateu o pênalti contra o América-AM), e de forma inapelável: alto e no canto. EMPATE TRICOLOR.
O JEC ainda teve alguns minutos bons, mas sofreu no final. Corremos riscos, inclusive eles fizeram um gol, anulado por falta  (que houve) sobre Ivan.

O JEC jogou muito bem. Controlamos pelo menos 60 minutos do jogo (só sofremos nos primeiros 10 minutos do 1ºT e nos últimos 15 ou 20 do 2ºT), fomos melhores, sofremos por azar (no gol), por falhas de Badé e Eduardo - num mesmo lance; por uma saída errada de bola do Pedro Paulo. Eles sofreram porque nós criamos jogadas, principalmente pela esquerda. Merecíamos ter vencido.

videoLima fez - e fará -  uma falta do caralho. Eraldo foi tímido. Capixaba foi muito bem, tocou o barco do ataque praticamente sozinho. De qualquer forma, Arturzinho, pela primeira vez desde que chegou, acho eu, errou nas alterações. Embora Eraldo estivesse mal - e talvez eu também o tirasse - a entrada de Aldair pouco acrescentou, e João Henrique também não fez porra nenhuma ao entrar no lugar de Ricardinho. O time estava melhor com a formação original, mas concedo ao Arturzinho que adivinhar é proibido. Ele substituiu com a melhor das intenções. 
Resumindo: bom resultado, embora o resultado justo fosse a nossa vitória. Fomos - bastante - melhores do que os cagados em pelotas. A bugrada goleou o Santo André por 3x0 (lideram com 4 pontos, ao lado do Brasil - que pode perder 6), e estamos no compromisso - de vencer - para a semana que vem. Quero ver pelos menos 10 mil Tricolores na Arena.

Um abraço ao véio Meurer, dono do buteco em que havia pelo menos 80 ou 90 tricolores assistindo ao jogo, ao véio Anselmo, que conheceu meu pai quando esse era vivo, ao Lenzi, ao Bocão, ao Alceu, ao Adilson, ao Frank, amigos todos que estavam lá no Costa e Silva vendo o jogo. É bom que se diga que estou até agora esperando o Francis e o Xuxu lá no Meurer - combinamos ontem no Taberna de ver o jogo e nada da rapaziada aparecer. Tem o vídeo tosco da turma do bar na hora do gol. Filmei mal mas dá pra ver a turma tomando uma gelada e torcendo pro JEC.
AVANTE JEC! GANHAR DA CHAPESUÍNO É OBRIGAÇÃO!Ficha técnica: Brasil de Pelotas 1 x 1 Joinville, Pelotas, Bento de Freitas, 24.07.11
Joinville: Ivan; Renato Santos, Linno e Pedro Paulo; Eduardo, Mateus, Ricardinho (Fabiano Silva), Jaílton (João Henrique) e Badé; Eraldo (Aldair) e Ronaldo Capixaba. T: Arturzinho.
Brasil: Vanderlei; Jackson, Jonas, Asprilla e Nill; Carlos Alberto (Guilherme), Juba, Neto e Athos (Kim); Marcos Denner (Rafael Xavier) e Juninho. T: Beto Almeida.
Gol: Capixaba, aos 13' do 2ºT

28 comentários:

  1. É isso ai jequeano pelo que ouvi e li, não só no teu blog mas em quase todos os meios de comunicação Joinvillense.
    A cho que começamos com o pé direito impomos respeito na pelotada.
    VAMOS SUBIR JEC

    ResponderExcluir
  2. Fala Jequeano, Time que quer subir de divisão tem que jogar pra frente seja fora ou dentro de casa, a melhor defesa é o ataque, gostei do time, nos momentos iniciais do segundo tempo foi um Deus no acuda nos Pelotenses.
    Nosso técnico tem que orientar seus jogadores com relação a faltas bobas na frente da área que de tão bobas se tornam perigosas.
    Domingo é dia de mobilização da nossa torcida, o numero de torcedores tem que exceder 10.000, o caldeirão vai ferver.
    No mais, Passo a Passo JECÃO, Sds Tricolores

    ResponderExcluir
  3. Um bom jogo (não o vi, apenas ouvi no "radin"). É por aí, pra avançar de fase tem que arrancar pontos fora e fazer o dever de casa. Acredito que conquistaremos os seis pontos nos dois próximos jogos, apesar da provável dificuldade que o JEC enfrentará (mais com a Chapecoense, um bom time, que deve faturar uma das duas vagas, e menos com o Santo André, que deverá seguir ladeeeeeira abaixo).

    ResponderExcluir
  4. Leonardo, realmente o JEC jogou bem. Depois de sair atrás por azar (e claro, como bem disse o Dácio, por faltas bobas na intermediária), fez uma BLITZ no início do segundo tempo, e isso fora de casa. Mostrou personalidade.

    Dácio, o árbitro dava muitas faltas que não aconteciam, apitava tudo. Nossa zaga teve algumas falhas individuais, dá para arrumar isso facilmente.

    Emerson, também acho que temos de ganhar é da Chapecoense, mas será um jogo difícil, realmente. Essa semana temos que mobilizar a torcida. Colocando 10 mil - pelo menos no estádio, teremos torcida e renda (4 mil não sócios, ingresso médio a 20 ou 25 reais - meias entradas e menores) dá pra arrecadar uns 100 mil, motivar ainda mais para a próxima semana, e assim fechar as contas do mês.
    Ab, ST

    ResponderExcluir
  5. É isso aí. Com todo respeito à equipe do Santo André, mas ela deve ser presa fácil em vários jogos (principalmente fora de casa). Se ganharmos, e BEM, da Chapecoense (o que é difícil, mas acredito no potencial da nossa equipe, ainda invicta sob o comando do Rei Artur), vamos com toda a moral pra cima do Santo André pra vencer, convencer e embalar rumo à classificação.

    VAMOS LÁ JEC, MANTENHA A PEGADA!

    ResponderExcluir
  6. Ah, boa lembrança sobre o público pra domingo: 10000 é obrigação. O time não perde há 9 jogos e estreou bem na competição, empatando fora de casa e mostrando um futebol superior ao adversário. Não há desculpa para os tradicionais discursos "Esse JEC não vai pra frente", "Só vou no estádio quando esse time melhorar" ou outras desculpas menos usadas. O time está muito bem, obrigado. Quem gosta do JEC tem que se dirigir até a Inácio Bastos no próximo final de semana e incentivar durante os 90 minutos. Cada jogo dessa série C é uma final de copa do mundo, e a torcida precisa estar lá, apoiando. O clube também precisa se mobilizar, chamar o público. Tenho certeza que domingo lotaremos o caldeirão.

    ResponderExcluir
  7. O maior público até agora nessa Série C foi no jogo de sábado entre Fortaleza 1 x 3 América/RN. 10.163 pagantes. Que tal no Domingo colocarmos 12, 13 e porque não 15 mil pessoas no estádio. Eu tenho um estabelecimento comercial e posso garantir pra vocês que a galera está motivada com o JEC e principalmente com o nosso Grande Rei Arthur. Hora do marketing do JEC agir. De jogadores e diretores irem participar do Jornal do Almoço ou o Jornal da RIC MEIO DIA e darem a cara pra bater e fazer um desafio com o torcedor de irem ao campo nessa partida. Tenho certeza que a torcida fanática atenderá ao chamado e vai lotar a Arena. Lembro do JEC em 2009 no Estadual, fazendo boa campanha, que até em jogos contra Brusque, Metropolitano, Juventus tínhamos sempre cerca de 10 mil torcedores. Sugiro que começando por nós aqui, comecemos uma campanha não para 10 mil torcedores e sim para ter o maior público da Série C até agora. Um abraço

    ResponderExcluir
  8. Caro ANÔNIMO conhecido FM, agora é hora de inovar no quesito marketing, chamando os torcedores para esse jogo de Domingo, se Deus permitir estarei na Arena duas horas antes do jogo pra pegar meu lugarzinho.
    Mas existe torcedores que precisam de um empurrãozinho, sabe como é, e por favor deixem bem claro que é para entrar no estádio para TORCER e não reclamar na primeira bola errada dos nossos jogadores.
    Nossa torcida sabe incendiar um jogo (vide Jec 4x0 avaibis) e nesse jogo contra a Chapecoense temos que fazer a mesma coisa, botar pressão no pessoal do Oeste.
    Vamos la TRICOLOR de Santa Catarina!!!!!!!
    No mais, Agora é a hora Marketing, Sds Tricolores

    ResponderExcluir
  9. Não entendi o FM mais tudo bem.

    ResponderExcluir
  10. Dácio, Emerson, concordo com vocês. Vamos gastar uns 5 mil de propaganda? Vamos incendiar a torcida? Cada mil torcedores a mais da 25 ou 30 mil no nosso caixa, além do incentivo aos nossos jogadores, e é uma forma de mostrarmos força, inclusive para que não venha um árbitro qualquer por aqui e apronte para o Tricolor.

    Caro anônimo, O maior público até agora, parece que suplantando Fortaleza x América, será o de Brasilx JEC - tão falando em 12, a ser confirmado no site da CBF hoje ou amanhã, ou seja, mais uma prova de que mesmo com pressão da torcida conseguimos nos portar bem. Seria ótimo que batêssemos o recorde de público da Série C. Mas 10 mil já acho bom.
    AB, ST.

    ResponderExcluir
  11. Anônimo: trata-se de nosso Diretor de Marqueting, Fernando Mattos.

    ResponderExcluir
  12. Bocão - André Budal.25 de julho de 2011 19:02

    Jequeano, não sei onde eu tinha visto que o jogo seria no sábado, mas que eu vi, vi.
    Ainda bem que será no domingo. Irei junto da ressaca forte da formatura no sábado.

    Abraços, Saudações Tricolores!

    ResponderExcluir
  13. Aqui - http://www.blogxavante.com/ - a visão deles a respeito do jogo. Tem alguns videos com os lances do jogo. Engraçado como eles insistem que não houve penalti e muito menos falta no Ivan no gol deles anulado. Repetem os lances em câmera lenta incansavelmente. Hehehehe. Futebol é foda, todo mundo acha que o seu time é prejudicado pela arbitragem.

    Foi um bom começo. Agora é fazer a Arena ferver e jogar sério com os bugres.

    Abraços. ST.

    ResponderExcluir
  14. Paysandu bateu o recorde de publico na noite de ontem.

    ResponderExcluir
  15. Bom dia Jequeano...
    Voltei do RS, e li que o Jec está interessado no Aloísio Chulapa,segundo o Fronzi após a contusão do Lima, o jogador teria sido oferecido ao clube.
    Abraços RAFAEL

    ResponderExcluir
  16. Pois é, Rafa, vi hoje que Aloísio e Thoni são possíveis contratações. Aloísio pode ser boa opção (e agora que a Havan tá por aqui, e em Brusque pagava o seu salário...), mas é velho e se machuca bastante. Sei lá.
    Paysandu colocou mais de 14 mil ontem, mais de 12 mil pagantes.
    Jonas, a falta é indiscutível, o cara vai com o cotovelo na cara do Ivan. O pênalti é duvidoso, embora olhando várias vezes acho que o Capixaba foi tocado por trás (ui!).
    E André, podes colar grau, ir pra festa, e continuar comemorando no domingo, na Arena.
    Ab, ST

    ResponderExcluir
  17. Mario L. Nascimento26 de julho de 2011 14:15

    O jogo: só hoje vi os lances polêmicos.

    O pênalti. Como escreve o Fronzi, foi MUITO pênalti. Mesmo sem intenção nem violência, o jogador do Brasil toca o Capixaba por trás (iu!, pra acompanhar nosso blogueiro) impedindo o que seria a conclusão da jogada. Muito pênalti.

    O gol anulado. Foi MUITO falta no Ivan. Em uma das filmagens dá pra congelar a imagem no extato instante em que o jogador do Brasil coloca o braço no rosto do Ivan no momento em que este ia tocar a bola. Falta claríssima.

    O resultado me pareceu justo, pelo número de oportunidades criadas por cada time. No começo e no fim do jogo o time da casa pressionou. No resto do jogo (3/4 do segundo tempo, principalmente) o JEC foi mais time. No geral o tricolor suportou bem a pressão do Brasil, que ocorreu mais na base da pressão da torcida do que de uma superioridade técnica.

    Público: não sei se já foi divulgado. Considerando a capacidade divulgada do estádio (18 mil) e a ocupação perceptível pelos vídeos, pelas minhas contas, foi perto de 11 mil.

    E o JEC suportou bem esse público dando força para o adversário fora de casa. Temos obrigação de colocar mais que isso na Arena EM TODOS OS JOGOS e fazer PRESSÃO MAIOR AINDA. De modo que os adversários não consigam suportar a pressão.

    ResponderExcluir
  18. Mario L. Nascimento26 de julho de 2011 14:56

    Reforços

    Aloísio Chulapa. Pelo histórico, parece ser um bom nome, embora o Lima, no momento, não tenha substituto à altura disponível no mercado. Parece que há o inconveniente de uma multa rescisória a ser paga para o Brusque ou para a Havan. Não tenho idéia do valor da multa, mas isso nem é o principal, pois ao que parece o Brusque não vai muito longe na série D (estou torcendo para queimar a língua...). O que conta mesmo é se vem para resolver, pois parece que não tem jogado muito. Vive no DM. Longe de sonhar com Pato ou Ganso, o JEC pode trazer alguém do Marreco. E possivelmente bichado...

    Thoni. Já foi infernal jogando pros índios do oeste. Muito bom no apoio, excelente nos cruzamentos. Não é isso tudo na marcação, mas para um time que está jogando (bem) no esquema 3-5-2, acho que se enquadra bem. Resta saber se não é mais um com a síndrome de Pantico. O Badé, pelo jeito, não foi contaminado. Se o Thoni estiver vacinado e conseguir jogar o que já jogou pros lados do Far West, é um bom reforço.

    Daí já é certo que o JEC terá mais um no come-e-dorme. Tantos em tão pouco tempo...

    ResponderExcluir
  19. Confirmando público de Brasil/RS X JEC foi de 5.147 pagantes.

    ResponderExcluir
  20. boa tarde jequeano,acho muito possivel e que temos capacidade e muita torcida para colocar 15,000MIL pessoas no domingo,mais também quero dizer que todos os que forem tem que ir para apoiar o time do começo ão fim e não ficar vaiando o jogador quando ele der dois passes errados para ja fazer o time ficar nervoso dentro de campo,porque a gente sabe que quando o time vai bem ,todos aqueles que nunca vão no campo vão para ficar cornetando um abraço a todos os tricolores

    ResponderExcluir
  21. Jorge, acho pouco provável que tenhamos 15 mil na Arena, embora torça para isto. Estou escrevendo sobre o jogo, e lembro que público bom assim, na Série D 2010, só contra o América - se bem me lembro, 14 mil. Já escrevi também sobre nossa paranóica torcida, procure aí no arquivo do blog, e verás que nossa torcida é difícil, o que é um erro. Concordo contigo, se for pra azucrinar, melhor ficar em casa.

    Anônimo, tá muito estranha essa presença só de 5 mil. Se no estádio cabem 18 mil, e ele estava bastante cheio, e os cronistas foram unânimes em dizer que havia pelo menos uns 10 mil, tem gato nessa tuba. Mas isso não é problema nosso. Nosso problema é lotar a Arena.

    Mário, esse negócio de reforços é coisa pra encher página de jornal, de blogs como este, etc. Aloísio é uma possibilidade acho eu, e em seus áureos tempos, era um grande preparador de jogadas, fazia o pivô, mais do que fazia gols. Nesse aspecto talvez seja um bom reforço, se não se machucar. Mas fazer muitos gols, como o LIma, nunca foi sua principal característica.
    Ab, ST

    ResponderExcluir
  22. Bocão - André Budal.26 de julho de 2011 19:17

    O Thoni, se não me engano, já jogou no Jec. Dava uns chute torto. Me fez pegar nojo. hehehe

    Acho que o Jec não valoriza os pratas da casa. Palhaçada mesmo. Por exemplo, to eu aqui, de bobeira. Só pegar ritmo de jogo e pronto. Cobro bem menos que o filho do Serginho Chulapa. Podia me pagar em Red Horse e Vodka. Só não jogo domingo de manhã. Sabe como é...

    ResponderExcluir
  23. Sabe aquela história de que dificilmente acharíamos no mercado um substituto à altura do Limatador? Não sei não se o Rangel não está nesse nível. Vice-artilheiro da série C 2009, artilheiro da série C 2010. Não vinha tendo sequência no Guarani, mas é matador. Se derem a camisa e deixarem ele jogar, poderá ajudar e muito o JECÃO. Parece-me que ele é o cara.

    ResponderExcluir
  24. Pois é Jequeano, tenho que dar o braço a torcer, a "NOSSA" diretoria vem acertando nas contratações, parece que aprenderam com os percalços da vida futebolística, esperemos que o novo atacante chegue para juntar ainda mais esse grupo, porem, ainda acho que há reservas em várias posições que mereceriam estar jogando no time titular.
    Mas acho que o pequeno grande treinador tem o time em suas mãos, pelo menos parece.
    Bora Domingo encher a Arena, axo que o pessoal do marqueting ta trabalhando, hehehehe, blitz tricolor, carreata sabado pela manhã, é isso ae, todos em prol do Joinville Esporte Clube.
    No mais, Os indios que se cuidem, a cavalaria ta chegando, Dalhe JEC, Sds Tricolores

    ResponderExcluir
  25. o novo substituto de lima ja ta ai
    http://jec.com.br/bruno-e-apresentado-e-pede-para-evitar-comparacoes/

    ResponderExcluir
  26. Mario L. Nascimento27 de julho de 2011 15:12

    Evasão de números no Bento Freitas. A menos que as "sociais" estivessem completamente vazias, o que não é o caso. Mas todo mundo já se acostumou a isso. Público e renda grandes só servem para engordar os cofres das federações. Então os clubes "enganam" vergonhosamente nos borderôs.

    Por falta de saco para fazer outra coisa, refaço os cálculos do jogo de domingo em Pelotas. Havia uma ala quase completamente vazia (o lado para onde o JEC atacou no 1º tempo). A capacidade ali deve ser de umas 4700 pessoas. No lado oposto às sociais, tem lugar para uns 5000. Descontando o pedaço que separa as torcidas, umas 4600. A ocupação ali era de uns 75%, portanto 3450 pessoas. Atrás do outro gol, uns 3700 lugares, com ocupação um pouco menor, digamos uns 65%. Uns 2400 torcedores.

    Nas sociais, não tenho a menor idéia. A capacidade por ali deve ser de umas 3200 pessoas. Vamos chutar baixo, 50%. Mais 1600 viventes.

    Soma: 7450, ou 45% a mais do que o anunciado.

    Quase esqueço: o pessoal da União Tricolor e outros bravos tricolores. Mais uns 50. 7500.

    ResponderExcluir
  27. Mario L. Nascimento27 de julho de 2011 15:19

    Depois de preenchidos os devidos espaços, chegou o Bruno Rangel. Só precisa repetir no JEC a performance das duas últimas temporadas na série C.

    Evitar comparações vai ser difícil, embora necessário. Vamos torcer para ele emplacar (sinônimo de fazer gol de placa? Que bom se fosse...). Mas se der de canela e perder um gol importante, a corneta vai roncar, que os corneteiros não perdoam. Faz parte do show. Infelizmente.

    ResponderExcluir
  28. Rapaziada, tô numa gripe do demonho, até sem força para escrever. O próximo post tá meio pronto, vou ver se acabo ainda hoje.

    Bruno Rangel pelo histórico de Série C, pode dar certo. Não vamos comparar.

    A evasão de renda é um caminho. Fui ver o borderô de fortaleza x américa, e só os ingressos custaram 24 mil reais. Aí não dá pra ser feliz. É muita taxa, muita cobrança, e a CBF ou as Federações Estaduais são meros cartórios que extorquem os clubes. Fora Delfim (nosso blog é humilde, e o fora Ricardo Teixeira seria muita pretensão desse escrevinhador).

    Dácio, parece que estamos acertando nas contratações, só há quem diga que o Clube está aumentando cada vez mais seu déficit, ainda que os patrocínios tenham aumentado.

    O Thoni já esteve por aqui e realmente não aprovou. O Nereu disse que não traz mais quem já esteve por aqui e não foi bem.
    Ab, ST

    ResponderExcluir