NASCEU CAMPEÃO

Tu és a glória dos teus fundadores

16 de abr de 2011

XOCO EM PLUMENAU, UM VEZ! E O RESTO DO CAMPEONATO (SE HOUVER)

Programação do JEC para os próximos finais de semana!
Para sermos campeões catarinenses mais fácil seria contratar o Ethan Hunt, do Missão Impossível do que jogar - ocorre que o passe do Tom Cruise deve estar muito caro, vamos com esse time mesmo - que está bem, mas terá de fazer cinco jogos heróicos, e o que é mais difícil, em seqüência.

Olha, nosso caminho é "simples" assim: vencer o Metrô no domingo (podemos nos classificar com empate ou até derrota, se o Brusque não vencer, em casa, a Chapecoense), e aí, GANHAR de Chapecoense ou Figueirense, FORA DE CASA, provavelmente a Chapecoense, e depois, BATER o vencedor de Avaí e CHA ou FIG (provavelmente o FIG), FORA DE CASA NOVAMENTE. Pronto, é só isso para ganhar o returno. Acho que aqui o bicho pega, ganhar esses dois jogos fora de casa é que será o capeta.

Daí viria a decisão do campeonato - contra o Tigre (e aqui reside a maior importância de vencer o Metrô). Se vencermos domingo, independentemente do resultado do Criciúma contra o Marcílio, teremos uma campanha geral melhor do que a do time do Sul e, portanto, se chegarmos à final, o último jogo será na Arena, e jogaremos por resultados iguais. Nessa remota hipótese, dois empates nos dão o título, uma derrota e uma vitória pelo mesmo placar, também nos dão o título.

No domingo, o Tricolor deve aparecer com Max, Daniel, Linno e Renato Santos (Pedro Paulo não treinou hoje pela manhã) e Gilton; Zanutto, Mateus, Jocinei, Jailton, Ramon e Lima.
O Metrô jogará com Dalton; Marcus Vinícius, Téio (deve ter uns 49 anos de idade) e Leonardo; Nequinha, Alex Albert (isso é nome de travesti), Caio, Mário André e Rafinha; Matheus e Jonatas.

Não vou mais chamar esses times pequenos de timecos (embora o sejam) que vinha dando um azar danado. Contra o Concórdia, contudo, já funcionou. Por precaução, contudo, vamos chamar os boys do subterrâneo de um time "modesto", pra ficar no meio caminho entre um time de merda (que é o que são) e time respeitável, e chegar lá no SESI e meter uma bucha nos metroviários.
Tudo que está acima é hipotético (várias vitórias em seqüência e fora de casa), e para fazer isto virar verdade, devemos começar domingo, no primeiro de possíveis quatro compromissos pra lá do Catavento. Não classificar para as finais nos colocará num hiato futebolístico de pelo menos um mês até o início da Copinha (só em 18 de maio) - se é que ela sai, pois só cinco times estão confirmados. AVANTE, JEC!

2 comentários:

  1. No link abaixo, alguns números da administração do JEC na coluna Livre Mercado, do Claudio Loetz, no AN hoje:

    http://www.clicrbs.com.br/anoticia/jsp/default2.jsp?uf=2&local=18&source=a3277448.xml&template=4191.dwt&edition=16904&section=886

    ResponderExcluir
  2. Ótimo, jonas, pelo menos uma diagnóstico mais claro das finanças do JEC, embora tenha um otimismo em conseguir mensalidade de 200 empresas. Ab, St

    ResponderExcluir