NASCEU CAMPEÃO

Tu és a glória dos teus fundadores

31 de ago de 2011

CABEÇA NO LUGAR, MAS SANGUE NO "ZÓIO": CHAPE X JEC

Há tanta coisa a falar, e assuntos de que ainda não tratei por aqui, como o convênio com SOCIESC, as melhoras para adentrar na Arena vistas no último domingo, a palhaçada da PM, com grande presença no jogo e ameaça de fechamento dos bares fora do Estádio Municipal. Mas, agora, é concentração total para o jogo de domingo. De nada adiantará discutir tais temas se não nos classificarmos à segunda fase da Série C.


Esse time que no domingo pareceu capitaneado pelo "Armando Volta" , com bastante posse de bola, mas cheio de armandinhos, aquele tipo de jogador que enrola com a bola ali pela meia-cancha, mas não dá profundidade ao jogo, fica com passes laterais, precisa de outra pegada nos dois últimos jogos dessa fase. João Henrique parece ser a antítese desse comportamento, e por isso, tem de ganhar a vaga de titular.
Lá em Chapecó precisamos acertar a cozinha, isso é certo, mas também alguma coisa de diferente na meia-cancha - se quisermos ao menos incomodar os bugres - terá de ser feita. Ramon e Ricardinho, embora individualmente cadenciem o jogo, ditem o ritmo do time, façam a bola rodar de um lado para o outro, juntos deixam o time bastante lento.
Capixaba tá jogando pra caralho, e quase sozinho no ataque. Ainda que Bruno Rangel ou Eraldo não tenham mostrado grandes coisas, um deles precisa jogar para que Capigol tenha alguma ajuda, e possa além de fazer seus golzinhos, encontrar alguém para quem possa passar a bola DENTRO DA ÁREA.
Eu tiraria ou Ricardinho ou Ramon para a entrada de João Henrique, e Jailton para a entrada do Bruno Rangel. Posso estar falando merda, pois em tese isso poderia deixar nosso meio campo exposto, embora nem Ramon nem Little Richard sejam grandes marcadores.
Na zaga, deve entrar o Fabiano Silva, que a bem da verdade, até agora pouco mostrou. Seria mais lógico colocar o Zanutto de volante recuando Pedro Paulo, mas acho que isso não vá ocorrer, até porque o Zanutto não entra em campo há mais ou menos um milhão de anos. Hoje está acontecendo a primeira atividade no campo. Vamos esperar pra ver o que o Arturzinho resolve.

Mas, o negócio é acreditar. Como mencionei nos comentários do post anterior, a torcida jequeana tem reflexos pavlovianos muito exacerbados. Explico: como nos últimos anos, com raras exceções, nos jogos decisivos o time deixa a desejar, já temos um medo quase irracional de que cada vez que se aproxima um momento importante, nosso time vai tremer.
No popular, para traduzir Pavlov, podemos dizer que "cachorro mordido por cobra tem medo de lingüiça".
Hei, Pavlov, vai tomá no ...!
Temos que parar com esse famoso CAGAÇO. Acho até que esse pressentimento de que algo ruim vai acontecer passa para o time e só piora as coisas. Hoje, ao meio-dia, na rádio, já começaram a perguntar aos jogadores se não tá passando na cabeça deles o filme do jogo contra o América, se o elenco não está assustado, etc, etc.
É claro que é papel da imprensa perguntar, mas que vamos criando um clima derrotista, assustado, disso não tenho dúvida. À torcida só cabe agora incentivar.
Porra, o Little Artur tá mais do que certo, e tem mesmo é de afirmar: nós vamos classificar! Hoje ele disse que quando chegou no JEC nós estávamos em penúltimo na Copinha, e acabamos vencendo a competição. 
Pois se o quadro é esse aí, e nossas opções são ou acreditar no time e no trabalho que vem sendo feito ou morrer de véspera, eu já me decidi. Dessa última opção eu cansei. Pode até dar merda, eu tô preocupado, mas a solução agora é acreditar que vai dar certo.
Tem que botar pilha nos jogadores, vontade de vencer, "sangue no zóio", e chegar lá em Chapecó, para matar o adversário, porque esses jogadores também têm de ter a consciência de que nesses dois jogos se decide se o ano vai até dezembro ou se já acaba em setembro. VAMOS, PORRA! AVANTE, JEC!

20 comentários:

  1. Ta falado Jequeano. É isso mesmo. Com relação ao Ramon e Ricardinho atuarem juntos, eu não tinha ainda parado para pensar, e gostaria de fazer um breve comentário. Quando estavamos mal na Copinha quem eram os nossos meias? Pois bem, fizemos boas partidas contra Brasil, Chapecoense e Santo André(com Ramon entrando no segundo). Se é coincidência ou não, a partir da titularidade efetivada de Ramon a equipe não venceu. Não que o Ramon seja o problema, mais o problema é que Ramon e Ricardinho NÃO podem jogar juntos. Porque tem as mesmas características e acaba deixando o nosso meio campo muito lento e sem volupia. O erro está aí!!

    ResponderExcluir
  2. Ramon e Ricardinho juntos não pode. Time fica ruim.
    Vamos ganhar, sim! Podem escrever.
    O Jec vai botar a faca no meio dos dente e vai pra matar os índios. Estilo Tupinambá, ainda vai fazer churrasco com os corpos depois da guerra.
    O Jec vai fazer o demonho lá!

    Nos últimos 14 jogos nós perdemos só um jogo.
    Desse jogos foram 6 empates e 7 vitórias.
    Acho que a coisa tá boa e merece confiança.

    Vamos ganhar, Jec!!!

    ResponderExcluir
  3. Sonhei com o jogo de domingo, e o JEC vencendo por 2 a 0. Vamos torcer para que se concretize.

    ResponderExcluir
  4. Mario L. Nascimento1 de setembro de 2011 10:36

    Também acho que Ricardinho e Ramon juntos não estão funcionando. Não levantei os dados mas tenho a impressão de que em todos os jogos fáceis ou pontos preciosos que o JEC perdeu em casa neste ano (Marcílio, Metropolitano, Concórdia e agora o Caxias falso - para citar só alguns), o Ramon estava em campo e foi mal. Quando ele joga o time é extremamente dependente dele e se joga mal, tudo desanda e ninguém mais aparece.

    Acho Ricardinho útil pela primeira proteção que dá no meio e pela bola parada. Mas não tem qualidade para armação de jogadas. Ramon não tem mais pernas para fazer as duas coisas. Jaílton não está bem (eita jogador de altos de baixos!). As opções não são muitas...

    Acho que a solução é começar com o Ramon mesmo, porque se ele está bem o time rende bastante. Entraria com Ivan, Renato Santos, Fabiano Santos e Pedro Paulo; Tiago Real, Mateus (Glaydison), Ricardinho, Ramon e Badé (tomara!); Ronaldo Capixaba e João Henrique. Se as coisas não estiverem funcionando, tiraria o Ramon para entrada de outro atacante, recuando JH para o meio, já que Jaílton não vem correspondendo. É arriscado mas não tem muito mais o que fazer.

    Outra preocupação: a reação do Delfim e as arbitragens sempre encomendadas da FCF. O Bezerrinha segue a tradição do seu pai, que desde os tempos de Caxias e América sempre foi tendencioso contra o futebol de Joinville. Infelizmente temos que lutar contra mais esse inimigo. Parte da culpa é da maravilhosa (medíocre, quase inexistente) imprensa esportiva de Joinville. Nunca ninguém diz nada contra as arbitragens que prejudicam o JEC e os caras fazem o que querem. Sabem que ninguém vai mostrar imagens que provem sua parcialidade, não vão comentar os erros e vai ficar tudo numa boa.

    Ficou mais difícil, mas não impossível! Vamos subir!

    ResponderExcluir
  5. É, não está nada impossível. No início da semana estava mais pessimista. Já estou com o ânimo renovado. A Chapecoense, apesar da força e de estar na liderança, é um time batível (Inclusive, o Joinville os venceu na ARENA). Acredito que, jogando com raça e fazendo-se as alterações necessárias - porque o time do último domingo precisa de alterações, principalmente na meiúca -, o Tricolor Tricolaço pode conseguir um bom resultado no Oeste.

    ResponderExcluir
  6. Chapecoense 4 x 1 no jequinho !!!!!!!!

    Todo mundo já sabe, na hora H o jequinho amarela!!!!!!!!!!kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Avante jequinho a série D 2012!!!!!

    Abs. e até depois da derrota do jequinho!!!!!!

    ResponderExcluir
  7. Po Sérgio, segue sua vida aí. Esquece o JEC meu irmão! Não crie um câncer dentro de você.
    Avante tricolor, só dependemos de nós!

    ResponderExcluir
  8. Ah tá, Sérgio, só não paga o mico de comemorar no meio do jogo, que nem daquela vez, para não ficar com cara de tacho depois.

    ResponderExcluir
  9. Esse blog é muito elegante mesmo. O Sérgio curte com a gente e só respostas no mais alto nível.

    Certas vezes tenho meus momentos de largar a fineza. E agora é um deles.

    Porra, Sérgio. Você é uma figuraça e te respeito. Mas agora vai tomar bem no meio do teu cú. Não tem time e daí fica enchendo os outros. Vou tirar o maior sarro da tua cara depois da nossa vitória.
    Um grande abraço por trás, amigo manauara.

    ResponderExcluir
  10. O interesse do Sérgio é só uma prova do tamanho do Joinville. Amado, odiado, mas jamais ignorado.

    ResponderExcluir
  11. Que que foi, que que foi, que que há, Sérgio?
    Somente as pessoas ruins sentem prazer em ver o sofrimento alheio.
    E lembre-se: A vingança nunca é plena, mata a alma e a envenena.

    ResponderExcluir
  12. Como é que tá o Chavinho, Madruguinha?

    ResponderExcluir
  13. Bocão nosso heori hehe , só não escrevi nada em relação ao Sérgio porque não queria desce o nível do blog e faço minhas as suas palavras
    Leonardo/Floripa

    ResponderExcluir
  14. Edson Parana (Fpolis)1 de setembro de 2011 15:45

    Ae palhaço(filho de uma bugra amazonense puta do caralho com algum turista)chamado sergio. Vc ta torcendo pros bugres do velho Oeste Catarinense primeiro pq são parentes e segundo pq na região da floresta amazonica não tem time.Vai da o cu na esquina imbecil. Crie coragem e venha pra MANCHESTER TRICOLOR CATARINENSE com a camisa desse timinho ai de perto do mato que vc torce(se é que ai no fim do mundo existe algum timinho). HAHAHA KKK IMBECIL,BESTA,MERDA,INVEJOSO,JURUNA DO CARALHO.JEC RUMO A SÉRIE ''B'' 2012.Vamos ganhar dos bugres e bem. Aos TRICOLORES ST.

    ResponderExcluir
  15. Sandrão - JOINVILLE1 de setembro de 2011 15:49

    Vai ter transmissão desse jogo no Meurer e Big Bowling?

    ResponderExcluir
  16. Mário, às vezes mais do que da imprensa, acho eu que a culpa por não termos representatividade na arbitragem é também do clube, que respalda o Delfim há anos (pelo menos eu não me lembro de uma insurgência grave), aceita dadás, novilhos (tem um amigo meu que estudou com o cara e que esse é declaradamente "avaiense"), e outros quetais, mas, também e talvez principalmente, da nossa Liga Joinvillense, que não consegue ou não quer criar um árbitro decente.
    Nós temos um baita campeonato amador, e dali teria de sair árbitros. Criemos vários deles, que comecem apitando a terceirona, ou aquela divisão em que o Gualicho joga (ou está tentando jogar, porque só toma tunda), para que um dia tenhamos árbitros joinvilleses de qualidade e em número razoável, aptos a apitar o Catarinão, de modo que se árbitros da capital apitam jogo do JEC, árbitros de joinville apitam jogo da capital, para ver se não acaba essa palhaçada.
    Me desculpem, mas uma liga que tem em seu presidente um senhor que tem como principal incumbência, de gravatinha e tudo, ser o delegado da FCF nos jogos do JEC, não forma um árbitro decente, não tem papel algum.
    Entrem no site da FCF (http://www.fcf.com.br/Arbitragem.html) e confiram que Joinvile tem 5 árbitros filiados à FCF (e só o Jusviacki apita na primeirona, uma vez a cada mil anos), enquanto São JOsé tem 12, Tubarão 6, Itajaí 18, Florianópolis 23, Xaxim 7, Santo Amaro 13, Criciúma 9.
    O negócio vai continuar assim por muito tempo enquanto nossa liga só se preocupe em ficar à beira do campo na Arena.
    Ab, ST.

    ResponderExcluir
  17. Cassiano Müller Meurer1 de setembro de 2011 19:59

    Tricolores,domingo à partir das 14:00 tem transmissão on line no restaurante e lanchonete Meurer.Conto com a presença de vocês. Abraços e saudações tricolores.

    ResponderExcluir
  18. amigo Cassiano tem que pagar algum tipo de ingresso ou é somente a consumação?

    ResponderExcluir
  19. Pô Sérgio tu parou pra escrever essa merda as 12:21 cara?
    Essa é hora de tu tá no meio do mato caçando um tatu ou uma anta pra comer no almoço sua bixinha.

    ResponderExcluir
  20. Márcio, se o Cassiano me permite, custa 10 merréis a entrada, a cerveja é gelada, e a companhia ótima - só tem jequeano. Ab, ST

    ResponderExcluir