NASCEU CAMPEÃO

Tu és a glória dos teus fundadores

14 de fev de 2011

THIS IS THE END, MY ONLY FRIEND, THE END - O CATARINENSE JÁ ERA!

Tradução popular de "The End"
Dói demais dizer isso, mas o campeonato catarinense já foi pro espaço.
A "rédicula" derrota (1x4) de ontem praticamente sepulta nossas chances de conquistar o campeonato catarinense - e aqui já incluo o segundo turno.
Ontem, tínhamos faca, queijo e o coração na mão. Bastava ter vencido os metroviários para assegurar o primeiro lugar do turno, pois o Marcílio Dias fez sua parte e venceu o Tigre - quando bastava que empatasse - em Itajaí por 3x2.

Não sei dizer de quem é a culpa pelos gols sofridos por Max. Acho que a menor culpa é a do próprio goleiro. Foi escalado num jogo "decisivo", e embora não chovesse na hora do início do jogo, a chuva era previsível - e provável, sem ritmo, numa defesa ainda confusa. Paulo Sérgio, pelo menos, já jogara vários jogos com esse tipo de clima, e vinha de oito partidas seguidas. Max não jogava há milênios.
Os maiores culpados são Giba e a Diretoria. Quase apostaria (se minha religião permitisse) que a sua escalação foi uma imposição que veio de cima - e veio na hora errada. O negócio era acabar o primeiro turno com Paulo Sérgio e, aí sim, fazer a substituição, preferencialmente com o título da primeira fase. Mas, pra variar, trocamos os pés pelas mãos, ou melhor, as mãos pelas mãos, e mais uma vez, sem resultado.
Olhando a imagem, até agora não tenho certeza se a bola do primeiro gol bateu no Renato Santos e enganou o Max (embora aquela corridinha ridícula, de frente para o gol e de costas para a bola cruzada e para o campo, tenha facilitado a vida do atacante, pois, pra mim, o goleiro tem que correr de costas para o gol e olhar o campo). Falha indiscutível foi a do terceiro gol, rebater a bola pra dentro da pequena área contraria o be-a-bá do goleiro.
E fizemos dois auto-gols - Renan e Renato! Dizer o quê?
Esse foi o jogo.

E por que acho que acabô-ce-tudo no campeonato?
Bom, vamos por partes:
Agora, para vencermos o primeiro turno, precisaremos seguidamente de duas vitórias fora de casa (o que por si só já é difícil), contra o Figueirense - time que em casa só ganhou, inclusive de nosotros - e de CRI ou CHA, times também complicados em seus domínios. Ademais, serão jogos de casa cheia, com torcida contra, e nosso time meio desengonçado depois da goleada de ontem.

O segundo turno será igualmente ou mais difícil.
Teremos em casa só duas babas (Concórdia e Imbituba - 6 pontos garantidos) e duas pedreiras (FIG e AVA - não garanto nada contra os dois times de maior investimento no campeonato).
Fora, pegaremos Carvoaria, Indiada, Fenarreco, Morcília e Boys do Subterrâneo. Destes últimos dois molambos conseguimos a façanha de perder em casa. Os três primeiros sempre são enjoados em seus domínios, embora de vez em quando consigamos alguma coisa.
Então, é de se ver que jogamos 5 em casa no turno, e só jogaremos 4 no returo, fazendo 5 partidas pra lá do Catavento da rua XV. Já complicou.
Sendo otimista, conseguindo novamente ficar entre os quatro, não é muito provável que fiquemos na liderança ou na vice-liderança do returno, e portanto, mais uma vez teremos de decidir fora, precisando ganhar, e sobre esse tópico remeto ao que escrevi 4 parágrafos acima.
Acho que o negócio - e hoje me permito ser pessimista - é pensar na Série C, acertar o time, analisar as deficiências, por todo mundo em ritmo de jogo, e contratar (e bem!). E então buscar o acesso.

Eu quero acreditar que tudo isso que eu falei é uma grande besteira, desejo que os fatos me desmintam, e que nas próximas segundas-feiras esteja aqui comemorando vitórias tricolores e o meu engano.
O problema é o time, que não quer (ou não deixa) me fazer acreditar.

Comecei com os Doors, termino com os Beatles: há uma outra música chamada "The End", além daquela mencionada no título, e que diz: "and in the end, the love you take, is equal to the love you make".
Não precisaria traduzir tamanha a erudição dos que aqui me lêem, mas lá vai: E, no final, o amor que você recebe é igual ao amor que você oferece.
Nada poderia ser mais falso com o Tricolor: o amor que essa torcida oferece para o clube nunca (quase nunca) é retribuído. AVANTE JEC! AGORA É PENSAR NA SÉRIE C!

Ficha técnica: JEC 1 x 4 Metropolitano, Arena, 13.02.2011, Público 7465.
JEC: Max; Daniel, Renato Santos, Fernando e Eduardo (Fernandinho); Tiago Soller, Renan, Dias (Aldair) e Ramon; Pantico (Edinho) e Lima. T: Giba.
Metropolitano: Flávio; Téio, Marcus Vinícius e Dênis; Nequinha, Leandro Melo, Alex Albert, Leonardo (César) e Rafinha; Jonatas (Andrei) e Matheus (Juliano). T. Joceli dos Santos.
Gols: Matheus, aos 17/1T e aos 38/1T e Rafinha, aos 29/1T e Jonatas, aos 15/2T (Metrô). Renan, aos 21/2T (JEC).

21 comentários:

  1. E é como disse o Portal JEC, as falhas e os gols bobos que Max e Paulo Sérgio tomam são iguais aos gols bobos que o Fabiano tomou ano passado. Logo, os goleiros são ruins ou é o preparador de goleiros que não faz um bom trabalho?

    Se não perder de 3 ou 4 pro Figueira, já podemos nos considerar vitoriosos. Jogo assim, em que ninguém espera uma vitória, não sei se não seria uma boa apostar em um ou outro jogador na equipe titular só pra ver no que é que dá.

    ResponderExcluir
  2. Outra: Marcelinho, Marcelo Silva, Aldair, todos eles com habilidade e com tesão de jogar, e o Dunga II coloca três volantes na equipe para conter o Todo Poderoso Metropolitano?

    ResponderExcluir
  3. Tava lendo no blog do Fronzi. Giba bateu no peito para alguns torcedores e garantiu: "Vamos ganhar no Scarpelli!" Domingo saberemos.

    ResponderExcluir
  4. Jequeano e Emerson...
    Eu sei que o blogueiro me chama de corneteiro, só que tenho impressão de que podemos ganhar no continente,e falo sério, talvez tenha sido bom para que o giba não tenha mais que seguir ordens da diretoria.
    Ontem não ouvi o Nereuu falar nada do Giba, é um bom sinal, ele aguenta mais umas rodadas no JEC.
    Vamos ganhar....nem que seja mais um chocolate, mais acredito.....
    Abraços RAFAEL

    ResponderExcluir
  5. Emerson: Nem vi se o Marcelinho estava no banco ontem; sei que o MS não tava, mas concordo plenamente, deveríamos por o time para o ataque, principalmente contra times pequenos. Já discutimos isso por aqui outro dia.
    Rafa: só te chamo de corneta quando tu corneteia. Acho que é possível (mas improvável) vencer no Scarpelli. Se tivesses de apostar, apostaria em quem? Tô com o Emerson - a lógica não é nos ganharmos nem empatarmos; logo...
    Ab, ST.

    ResponderExcluir
  6. Sandrão - JOINVILLE14 de fevereiro de 2011 16:13

    O sonho acabou... mas chinéqui ainda tem bastante!!!

    E já que estamos falando aqui de 2 músicas THE END, segue ainda uma terceira, da banda Linkin Park (in the end):

    Eu tentei tão duro e cheguei tão longe
    Mas no fim, não importa mesmo.
    Eu tive que cair pra perder tudo
    Mas no fim, não importa mesmo.

    Porra... eu me importo!!!!!

    Tô puto!!!!!

    ResponderExcluir
  7. É gente parece que a diretoria não aprendeu com a tragedia contra o américa.
    To vendo uma novela se repetir
    O giba colocou 3 volantes que fizeram o que?
    Que jogadores são esses? Pra mim 3 incompetentes. Eu acho que o técnico não tem culpa de nada pois a maioria dos gols foram falhas individuais, o técnico escala mas quem tem que jogar e fazer sua parte é o jogador. Nosso problema é elenco isso é fato. Na minha opinião essa zaga tem de ser substituida.
    Ah ja vou avisando se fizer fiasco na série C, prometo que desisto do meu querido JEC, pois uma coisa é ser torcedor outra é ser otario.

    ResponderExcluir
  8. Não moro em Joinville, por isto pergunto: não é possível averiguar quem ordenou a escalação do Max?
    Vejo que neste blog há independência em relação à Diretoria (o que não há nas radios globo e cultura). E no AN não há interesse pelo jec, nunca fazem uma matéria mais longa e investigativa sobre os bastidores.
    Até hoje não vi uma entrevista com o Moisés Cândico? O Blog não podeira fazer?

    ResponderExcluir
  9. O Nereu ontem, antes do jogo, e o Cândido ontem, após o jogo, declararam que tem reforços à vista. Vamos torcer para que os representantes do Tricolor caprichem nos nomes, que sejam jogadores para entrar direto no time titular. Chega de refugo.

    ResponderExcluir
  10. Sandro, qualquer música com o famoso "acabou-se" serve para o JEC. Acho difícil reerguermos no Praieirão.
    Leonardo, falando em falha individual, até pior que a do Max foi a do Renan, no segundo gol. Assista ao lance: ele está sozinho no lado esquerdo da área (não tem ninguém do Metrô nem perto). Pra que meter o pé naquela bola? Agora, desistir do JEC eu não consigo.
    Anônimo: não é fácil saber quem ordenou a entrada do Max, seria suposição sem fundamento atribuir a escalação a alguém específico. Eu não sou jornalista, tenho outra ocupação, e não posso me desligar de meus afazeres para correr atrás da diretoria. Não dá para eu fazer isto. Só escrevo com base no que vejo - nos jogos, e no que leio e ouço por aí, na imprensa, e daí crio os meus textos.
    Dizem na rádio que o Moises vem trabalhando (só que ainda não se viu resultado algum).
    Emerson - cada vez que chega um reforço, temos que especular se o cara joga ou chega pra compor elenco (exceções: RAmon, Fernandinho e o próprio Max). Concordo que chega de trazer qualquer um. Se for o Cláudio Luiz (zag ex-Criciúma) parece ser um bom nome para a zaga e ainda é uma ótima opção ofensiva - é alto e faz gols de cabeça. Ab, ST.

    ResponderExcluir
  11. Pois é, também ouvi falar em Cláudio Luiz. Parece que tá jogando muito bem no Gauchão, esse seria um pra jogar.

    ResponderExcluir
  12. Anônimo, 14/02/2011, 16:27.

    Você tocou em um ponto interessante. Imprensa de Joinville. Isso existe?

    Tínhamos o maior e melhor jornal do estado. Hoje temos o que?

    Ao que se comenta, os patrocínios estão bombando...

    Com essa "qualidade", quem cobra alguma coisa de alguém? Onde estão os "setoristas" do JEC? A única informação que tenho é que o do jornal saiu de férias... Época ótima. Praias lotadas, gente bonita na areia... Fiquei com um pouco de pena porque tem chovido bastante. Mas se continuar chovendo só à tarde acho que ele vai poder aproveitar bastante as manhãs ensolaradas do litoral extremo norte.

    Também estou sem entender qual o papel do Moisés Cândido no clube. Com a experiência que tem, já deve ter feito um diagnóstico seguro da situação. Só que ninguém sabe qual é esse diagnóstico. Nem se ele pode por em prática correções que achar necessárias.

    É ele que não dá entrevistas ou ninguém o procura para tanto?

    ResponderExcluir
  13. Acabei de ler em algum lugar que vem reforços para todos os setores, e pra ontem. Vamos aguardar.

    ResponderExcluir
  14. Sandro eu sei que é difícil desistir do jec.
    Mas do jeito que ta indo teremos outra decepção na série C.
    Embora a hora de perder e passar vergonha para a diretoria ver realmente o time que tem e reorganizar tudo é agora, como foi contra o Avai, como foi contra o Brusque, como foi contra o America. Perdemos feio, o time é ruim jogadores fracos diretoria amadora e bla bla bla. Ganhamos de algum timerda no sufoco, time ótimo time entrosado jogadores de qualidade e etc.
    Pra mim jogador que vê o adversário há 10 metros e se livra da bola com um bagão pra frente não presta. Ah e outra 3 volantes que não conseguem segurar um timerda daqueles tem que ser dispensados.
    E outra se acham que o problema é a arena voltem para o ernestão pelo meu jec eu topo tudo.

    ResponderExcluir
  15. Leonardo,

    voltar para o Ernestão talvez nem seja questão de opção. Quando finalmente a manutenção no gramado a Arena for inadiável (porque o JEC não fez nada até agora e esse tipo de grama exige manutenção constante), talve não reste alternativa...

    Se bem que agora eu voltei a ter esperança. Aquele rodo que inventaram é realmente algo de quem está trabalhando duro pra resolver tudo. Coisa de primeiro mundo! Pena que só tinha um. Especulamos que a madeira deve ter sido doação. Não encontraram quem quisesse doar mais e ficou só com um desses modernos dispositivos. E eu que pensava que bomba funcionava bem para isso... Não conhecia essa modernidade.

    Também fiquei maravilhado com a grande estratégia de "rodo-drenagem". A intermediária de ataque do JEC alagada e a moçada tirando a água da lateral de ataque do Metropolitano. A Danuta é que foi avisar.

    Pa-ra-ra-tim-bum-bum-bum...

    ResponderExcluir
  16. Mário: quando comecei o blog a imprensa era um de meus principais objetos - que acabou sendo um pouco esquecido, exceto quando comento o alagoano, que acho ruim. Mas não fica muito atrás de vários outros.
    Ontem, por exemplo, o Fossile disse que a folha salarial do JEC - que ele disse ter visto - foi muito reduzida, mas não podia dizer o quanto porque isso é assunto interno do clube. Isso é jornalismo ou "chapa-branquismo"?
    Quanto ao Ernestão, mais dia menos dia o Caxias vai vender o terreno - valorizadísimo - e construir o Estádio num lugar mais afastado do centro. Outra alternativa do Caxias é fazer uma "la bombonerita", um estádio desses pra colocar bastante pressão, com arquibancadas próximas ao campo (falo sério, essas são as alternativas discutidas dentro do clube).
    Se mantiver o Estádio, pode ser que realmente tenhamos que voltar para lá. BAsta saber se o Caxias alugaria (e eu acho que não).
    Ab, ST

    ResponderExcluir
  17. É sério mesmo esse projeto da la bombonerita? Pô, não é o meu time o caxias, mas achei legal. Vamos ver se eles vão durar tempo suficiente pra pôr a ideia em prática. he he

    ResponderExcluir
  18. Esse foi um nome que inventei agora, Emerson, mas falei com pessoas que têm trânsito no Caxias, e essa é uma das reais opções. O problema, como sempre, é o dinheiro. Ab, ST.

    ResponderExcluir
  19. Fala Jequeano, estamos todos aborrecidos, mas chegaram tres reforcos hoje(16/02) e pela foto os caras nao estao muito bem fisicamente ou a camisa de baixo era muito grossa, meu Deus, eu morro e vejo tudo(sic), só o que me falta mas jogadores fora de ritmo e o mesmo blablablabla de sempre, ai acho que a campanha FORA NEREU!!!! vai ser mais objetiva la pelas bandas da Inacio Bastos, espero que esteja errado, no mais Sds Tricolores

    ResponderExcluir
  20. Sei não, Dácio, também achei os caras meio cheinhos, mas ouvi dizer que eles vinham jogando (e bem) em seus estaduais. Vamos aguardar.

    ResponderExcluir
  21. Pois é, Emerson, ficou assim a primeira impressao, mas ja li em outro lugar que os dois zagueiros ja participaram do coletivo e foram bem, vamos ver no jogo as vera como dizem, no mais, Sds Tricolores

    ResponderExcluir