NASCEU CAMPEÃO

Tu és a glória dos teus fundadores

17 de fev de 2011

ROTINA: SEGURA NA MÃO DE DEUS E VAI

Pode-se dizer que há algo novo nessas contratações anunciadas há dois dias?
Foram apresentados dois zagueiros e um volante.
Lino, ex-Criciúma, participou da campanha que levou o Tigre à Série B do brasileirão, ano passado. Zagueiro alto - 1,89 - pode ser uma boa opção.
Pedro Paulo, outro zagueiro, me pareceu gordo. Espero que a foto da apresentação seja mal tirada, e se trate de ilusão de ótica. Já jogou no Avaí.
O outro jogador, volante, já jogou com o Giba, no Remo, de campanha pior do que a nossa na Série D do ano passado, é Júlio Bastos. Nunca ouvi falar.
Todos esses jogadores fizeram suas carreiras em clubes pequenos ou médios, já tem trinta ou mais anos de idade, e fogem do alegado "padrão série A ou B", que nossa diretoria vive arrotando. Coerência zero.
Esse é o nosso estrategista: um homem de
estatura e que pensa racionalmente, sem apelar a
quaisquer forças sobrenaturais!

Todavia, não discordo de que a contratação dos zagueiros era absolutamente necessária, ainda mais agora que Souza anda machucado e vai ficar no estaleiro por um bom tempo. Tínhamos, até hoje, portanto, só o Renato Santos e o Fernando para a posição, até porque parece que os da base não serão aproveitados.
O Nardela sempre bate na tecla, acertadamente, que se o jogador da base é chamado para o profissional, tem que estar pronto, tem que ter bola para assumir um lugar no time. Se não está pronto, se não é bom, não deve sequer subir. Trazer para o elenco e não confiar não leva a lugar nenhum.
Parece que é isso que vai acontecer com os dez jogadores que subiram este ano. Somente serão aproveitados Jocinei, Edinho e Aldair. O resto não vai ter oportunidade.

Enfim, uma apresentação de rotina, feita de afogadilho, pra tentar salvar uma barca que já vai fazendo água. Nada de novo front.
Mais três jogadores, além dos daí de cima:
Pareceu-me, num primeiro momento, que a contratação de três jogadores do Atlético-PR seria algo de novidadeiro. Mas aí o Nereu disse que a contratação se deu por ingerência do Ocimar Bolicenho (aquele mesmo que esteve por aqui na infeliz passagem da empresa do Luxemburgo - a WL), e assim, parece que o Moysés mais uma vez não apitou porra nenhuma. Não sei se o véio vai agüentar calado e por muito tempo - até já mencionou que teve proposta para voltar ao Avaí.

Some-se a isso, que os três contratados do Atlético, sequer são reservas do time principal. São do time B, ou seja, reserva do reserva de um clube que vem brigando, ano a ano, para não cair no Campeonato Brasileiro. Não é nada promissor. Tomara que a lógica esteja contra o que parece óbvio, e que tais contratações dêem certo.

Abro parênteses: a terceira novidade, é o blog do Wilson França - essa, finalmente, uma boa novidade. Do que li de seu primeiro post, um bom texto, entende do que fala, dá suas cornetadas aqui e ali, sempre com informação e uma boa dose de humor e ironia. Vou colocá-lo nos links aí ao lado, para quem quiser acompanhar o homem da orelha grande. Fecho parentêses.

Assim, contratada meia dúzia de "novos" boleiros, acredito piamente que temos tudo e devemos confiar na estratégia de nossa diretoria, e no planejamento técnico de nosso time. Eis a frase que resume nosso planejamento: "não tema, segue adiante, e não olha para trás. Segura na mão de deus e vai". ANDAR COM FÉ EU VOU, QUE A FÉ NÃO COSTUMA "FAIÁ", JEC.

5 comentários:

  1. Sandrão - JOINVILLE17 de fevereiro de 2011 17:24

    Mesmo que os 6 reforços joguem "alguma coisa"... ainda assim há o fator entrosamento!

    Não se consegue isso de um jogo pro outro.

    Ou seja, só um milagre nos fará passar pelo Figueira domingo.

    Mas, se isso acontecer, ... aí é bem provável que o JEC cresça na competição justamente na final, seja contra quem for.

    Sorte pra nós.. é o que posso desejar de melhor!

    ResponderExcluir
  2. Se forem bons, ótimo, só a sequencia de jogos dirá. Não podemos é nos descabelar diante de um mau resultado na capital. O nosso foco é a série C, essa turma tem que estar afinadinha até lá.

    ResponderExcluir
  3. Muito bom o blog do Wilson França. Não dava pra imaginar que o cara escrevia tão bem. Por enquanto, é a única boa notícia mesmo. Mas ainda assim sigo confiante. Aliás, sempre confiante, pois qual a graça de ser pessimista? Hahahaha. Então, tenho pra mim que vamos faturar o jogo aqui em Floripa. E podemos até não levar o turno, mas tirar o Figueira já tá valendo!

    ResponderExcluir
  4. Só uma nota:
    Atlético-PR ano passado ficou em quinto lugar, brigando por uma vaga na libertadores.
    E em anos anteriores (2009, 2008) ocupou posições medianas na tabela

    ResponderExcluir
  5. Em 2008, Maykon, o Atlético se salvou na última rodada, com uma vitória sobre o Flamengo. Chegou aos 45 pontos, o último rebaixado fez 44. Salvou-se na bacia das almas. Em 2009, ficou só 3 pontos acima do último rebaixado. Tu chamas isso de posição intermediária, eu chamo de luta contra o rebaixamento. Em relação ao ano passado, tens razão. Ab, Sds Tricolores.

    ResponderExcluir