NASCEU CAMPEÃO

Tu és a glória dos teus fundadores

4 de fev de 2011

SÓ TRÊS COISAS PARAM NO AR: BEIJA-FLOR, HELICÓPTERO E DADÁ

Não tenho nem vontade de comentar o último jogo - por isso nem o fiz ontem - pois a tragédia já estava anunciada com a escalação do tal de Dadá para assoprar o apito lá na ilha do Desterro. Era óbvio que não seríamos beneficiados, mas também nos prejudicar assim, clara e repetidamente, é foda.

Parafraseando o Dadá que vale alguma coisa (o Maravilha, e não o leiturista da Casan), atravancam o JEC nessa semana: o Corvo que paira sobre a ARENA em momentos importantes, e que precisamos abater antes de jogar com o Tigre, a falta das câmeras que nos impedem, por agora de botar mais de 10 mil na Arena, contra o Criciúma, e o DADÁ.

Reconheço que o Avaí fez um gol legítimo, com impedimento mal marcado. Mas um erro não justifica outro.
Por isso, o pênalti marcado sobre o Marquinhos foi um palhaçada. O alemãozinho dobrou as pernas e se jogou. O árbitro não teve dúvida - pênalti pro Avaí.
Aos 40 e cacetada, num lance no mínimo duvidoso (mas ainda assim muito menos duvidoso do que o do Marquinhos), o Lima - que já fizera um gol NO AVAÍ e NA CAPITAL - foi derrubado na área. Dadá deixou seguir e decretou a derrota Tricolor.

Dadaísmo, movimento artístico (logo, daqueles que fazem "arte"), defende o " absurdo, a incoerência, a desordem, o caos" tem no seu representante catarinense, sem dúvida, alguém que pratica com grande competência os objetivos do movimento.
Talvez a obra mais significativa do Dadaísmo - a fonte, de Marcel Duchamp - seja a perfeita expressão da arte [do] Dadá - só faz merda.

De outro lado, o técnico JÉBA deu a primeira inventada. Lembram ano passado, quando o LM colocou o time num 3-6-1? Deu certo? - Nem vou responder...
Pois a mudança do time, no intervalo, para o 3-6-1 (mudando um esquema que parecia começar a dar certo), sem nunca ter sido treinado, é improviso que só com muita sorte poderia dar certo. E no JEC, confiar só na sorte não é bom caminho.

De qualquer forma, continuamos a apenas três pontos dos líderes, e temos tudo, para com uma vitória sobre o Tigre, no mínimo chegar à segunda posição, tendo pela frente dois jogos vencíveis - logo, com a possibilidade de terminar a primeira fase na liderança e jogar com vantagem nas finais: o time do Maceió, em Imbituba, e os metroviários, em casa.
Vamos lá, então. Domingo na Arena. AVANTE, JEC!

Ficha técnica: Avaí 2 x 1 JEC, Ressacada, Florianópolis, 02.02.2011.
Arbitragem: João Fernando da Silva (o Dadaísta).
JEC: Paulo Sérgio; Eduardo, Souza (Aldair), Fernando e Fernandinho; Tiago Soller, Dias (Marcelinho), Ramon e Jocinei; Pantico (Renato Santos) e Lima. T: Giba.Avaí: Zé Carlos; Gustavo, Emerson Nunes, Gian e Pará; Bruno, Diogo Orlando, Batista e Marquinhos Santos; Maurício Alves (Fabiano) e Rafael Coelho (Jhonny Dias). T: Benazzi.
Gols: Rafael Coelho, aos 35/1T e Marquinhos, aos 5/2T – Avaí. Lima, aos 43/1T – Joinville.

14 comentários:

  1. Parabéns Jequeano, ótimo blog.

    Abraço

    Marcos Messias

    ResponderExcluir
  2. Obrigado, Marcos, pelo elogio. De vez em quando "colo" algumas informações do SOUJEC para usar aqui, e costumo dar o crédito. Se esqueço, não é por má-fé. Tem muita informação boa por lá. Ab, ST.

    ResponderExcluir
  3. Confesso que não gostei do que o técnico giba fez no segundo tempo. Tomara que não invente denovo.
    E outra o JEC que vi no segundo tempo foi um JEC com medo do Avai acovardado pois nesse jogo nós tinhamos perfeitas condições de levar um ou até 3 pontos da capital.

    ResponderExcluir
  4. Erro feio do Giba, e o caneludo do Renato Santos quase fez gol contra duas vezes... Mas vamos lá, é hora de nova recuperação: vitória em cima do Criciuma e secação contra o Índio do Oeste, para garantir o segundo lugar nesta rodada. Não acredito que o Figayra perca o "crássico".

    ResponderExcluir
  5. Falei em outro blog que o gol do Avaí foi mal anulado e alguns me xingaram até a 25a geração hahahahaha... É claro que esse erro foi da bandeirinha, não do Dadá. Esse não erra a favor do tricolor.

    ResponderExcluir
  6. Leonardo e Emerson: quem tem alguma inteligência, deve perceber o erro que cometeu. O LM fez das suas, e não aprendeu, continuou repetindo os erros. Esperemos que o Giba tenha visto seu equívoco, e não mais o cometa.
    Acho que ainda temos chance de chegar em primeiro. O FIG tem Avai e Criciúma (este fora) pela frente. Nos temos CRI e MET em casa, e o fraco time do Maceió fora. Dá pra fazer os 9 pontos (embora nosso aproveitamento de apenas 50% contrarie esse desejo. Ab, ST

    ResponderExcluir
  7. Mario L. Nascimento4 de fevereiro de 2011 16:08

    Alguém sabe onde se podem ver os lances polêmicos do jogo? Só vi no soujec os pênaltis. "Os", não. "O" pênalti. Aquele no Lima que ele estava de frente pro lance, a 12 metros, e não deu. O que ele deu, só ele viu.

    Impedimentos e dois lances em que o Paquita merecia o segundo amarelo (mão na bola e chute com o lance parado) e não levou. Não me espatna. Como é que um torcedor do Avaí poderia prejudicar seu time do coração, colocando em risco a vitória que ele já havia construído e desfalcando o seu time para o clássico de domingo? Claro que o DadAvaí não ia dadár...

    ResponderExcluir
  8. Fala Jequeano, é verdade que precisamos de dois ou mais zagueiros, porque esses que temos sao muito ruim, acho que tem que chama-los de lado e dizer assim bem baixinho no pé do ouvido, ei cara, ou voce da um bagão pra fora do estadio ou nem tentar dominar a pelota, porque isso voce nao sabe, são afobados demais, zagueiro nao pode ser meio termo, ou conhece a bola, tem intimidade com a redonda, ou sera um Deus nos acuda, e pelo que vi do Renan no jogo contra os indios, parece bonzinho o guri, mas fazer o que, nosso tecnico quer inventar, time empatando e me faz uma cagada dessas, esperemos que nao invente mais, e domingo estarei la no setor azul de novo e nosso Jec vai meter tres bagos no tigre banguela carvoeiro do sul do estado, Sds Tricolores

    ResponderExcluir
  9. Mario L. Nascimento4 de fevereiro de 2011 16:18

    Não acho um erro o time jogar no 3-5-2 ou, como foi a tentantiva do Giba, no 3-6-1. Com o Ramon e o Jucinei (ou Marcelinho) chegando para atacar, os alas jogando pra frente e o Lima prendendo os zagueiros dá para encarar.

    O que acho que é errado é fazer isso serm ter treinado e no momento em que o time parecia esboçar uma reação. Eu teria mantido o esquema.

    Outro detalhe: para jogar assim é preciso zagueiros e volantes de mais qualidade. Ou com mais entrosamento. Apesar disso, acho que o Giba enxergou os perigos e tentou fechar onde devia. A falta de treinamento do time nesse esquema e a falta de ritmo do Renato Santos é que atrapalharam. Ficou claro que o elenco é insuficiente e que ainda falta treinamento. Não é culpa do Giba. Pelo menos não só dele.

    ResponderExcluir
  10. Dácio, pelo menos nesse quesito - bago pra todo lado - o Souza se sai bem. Também achei o Renan um jogador que parece entender do riscado, se coloca bem e parece ter bom passe.
    Preciso achar minha carteirinha de sócio, que depois do jogo de sábado - e de algumas cervejas (aquele atraso de uma hora foi providencial em questões etílicas)- ficou em algum canto que não me recordo. Qualquer coisa pago ingresso, e estarei na Arena. Costumo ficar lá nas "alaranjadas".

    Mário, só sei do SOUJEC, mesmo. Não posso te ajudar.
    Ab, ST.

    ResponderExcluir
  11. Sandrão - JOINVILLE4 de fevereiro de 2011 16:25

    Eu tô puto!!! Eita joguinho feio de se assistir... um JEC medroso... e um avaí tatimente horrível.

    Também acho que dá pra beliscar no mínimo um segundo lugar... talvez até o primeiro lugar se formos competentes e sortudos ao mesmo tempo!!

    Força JEC !!!!!!!!

    ResponderExcluir
  12. Mário, como pudeste ver, não critiquei o esquema por si só, mas da forma como foi executada a mudança.
    Como o próprio técnico reclama, entre um jogo e outro, só há um dia para treinos. Então, agindo pelo famoso método da tentativa e erro, a chance de dar errado é muito grande.
    Não que o time estivesse grande coisa no 442, mas mudar de função os jogadores que já não estão assim tão bem, mudando as incumbências dos zagueiros e dos alas, não pode dar em boa coisa quando nossa cozinha anda confusa. Ab, ST.

    ResponderExcluir
  13. Mario L. Nascimento4 de fevereiro de 2011 16:48

    Concordo, Jequeano. Mais tempo jogando em um esquema que foi treinado tem mais chance e dar certo do que tentar uma mandraquinagem incerta.
    Acho válida no desespero, quando nada mais está funcionando.

    O que me parece é que tanto o LM quando o Giba enxergaram que com as características dos laterais o negócio é colocá-los como alas. A sinuca está no fato de que nem os volantes nem os zagueiros mostraram que podem se encaixar bem num esquema assim.

    ResponderExcluir
  14. Sandro: estava fora de Joinville no dia do jogo, e não pude assisti-lo; só vi os piores momentos. Mas fiquei puto também com as invenções e, principalmente, com o que Dadá inventou e também com o que ele deixou de ver.
    Mário, concordo que nossos laterais são falhos na marcação, e isto abrirá espações que os outros jogadores não sabem cobrir. Mas como eu disse outro dia, o Giba é que é pago para achar a solução. Eu só queria ver o time jogando bem.
    Ab, ST

    ResponderExcluir