NASCEU CAMPEÃO

Tu és a glória dos teus fundadores

8 de mar de 2010

RAMIREZ FORA! WILLIAM (E CLAUDEMIR, E VALENÇA, E LINO) FORA! SEI NÃO!


Após a vexaminosa derrota em Florianópolis, começara a escrever um post atribuindo culpa ao Ramirez pela má campanha, apesar da discordância de alguns de meus amigos sobre tal assunto (só o Alceu, agora cuidando de seu herdeiro, concordava comigo), e dizendo que o William tinha que voltar ao time.
Parece que a diretoria, embora esteja cagando e andando para nossa opinião, com ela concordou em parte e demitiu o Ramirez. Junto com ele, quase toda a sua comissão técnica. Nesse ponto o Nereu e o Márcio acertaram (mais abaixo aponto o que considero um grande equívoco).
Penso que o principal defeito do time era a previsibilidade de nosso jogo, só pelas laterais (bastava congestionar os lados do campo, marcando o Tesser e o Chiquinho para o time parar de jogar, eis que só o Ricardinho não consegue armar o time, sendo incompetente para municiar o ataque). Some-se a isso a retirada de William do time que, bem ou mal, era o jogador que caía para ambos os lados do campo, auxiliando as jogadas dos laterais, e dando alguma criatividade ao nosso pouco criador meio campo.
Não bastasse tirar o William do time, agora o mandaram embora. Considero esse um grande erro da direção do JEC. Pra mim é um jogador imprescindível, que malgrado passando por uma má fase técnica, é um ótimo futebolista, e vai nos fazer muita falta durante o campeonato e na série D.
Valença (nem sei quem é) e Lino não vão fazer falta. Acho que o Claudemir seria um jogador útil para compor o elenco, não sei por que foi mandado embora. Só sei que o vi, no sábado, após o jogo - ou seja, nem foi relacionado para ir a Floripa - no supermercado, junto a uma repórter da RBS (que presumi ser sua namorada - essa se lascou, pediu transferência de Blumenau pra cá e agora o namorado ficou sem emprego).
Todos nós sentiremos falta do William, inclusive aquela cambada de corneteiros das Cadeiras da Arena, que o vaiava toda vez que tocava na bola.
Agora, saio do ar por uma semana, pois estarei viajando. Nas outras vezes que viajei, saí de Joinville com o JEC bem, e quando voltei a maionese tinha desandado. Esse ano, notícias diferentes, a desgraça já chegou comigo por aqui. Espero que daqui a uma semana, quando eu voltar, já tenhamos vencido o jogo de segunda-feira, provavelmente sob o comando de Mauro Ovelha - que, lembremos, esse ano foi demitido da Chapecoense com uma campanha ridícula.
Vamos ver o que acontece com o Ovelha e esses dois jogadores (meias) que estão prometidos pelo Martinelli para apresentação ainda no dia de hoje.
Saí desse corpo, capeta. Exorcismo já em nosso time. Avante, JEC!

Nenhum comentário:

Postar um comentário