NASCEU CAMPEÃO

Tu és a glória dos teus fundadores

2 de fev de 2010

CÉSAR PRATES VEM AÍ, LÁLÁ-LÁLÁLÁLÁ...


Quem não se lembra do Silvio Santos anunciando Pedro de Lara, Wagner Montes, Aracy de Almeida, entre outros jurados, no show de calouros? E por fim, a música, Sílvio Santos vem aí.....
Pois é, o Martinelli (um mini Sílvio Santos, pelo tamanho) apresentou o César Prates (vide o César aí ao lado). Já jogou no domingo em Ibir(r)ama e estréia na quinta-feira dentro de casa, perante a torcida.

A contratação é boa? Vai dar resultado?
A contratação é, em tese (como todas são, antes de o cara entrar em campo), muito boa. Vejamos o que nosso novo candidato a ídolo fez no ano passado.
Jogou na Portuguesa de Desportos (Lusa), 5ª colocada no Brasileirão da Série B – foi dispensado quando a Lusa estava em sétimo, participando de 44 jogos na temporada (Paulista + Brasileirão), e era o capitão da equipa (!! – estamos à portuguesa, ô pá) até a dispensa.
É um jogador que apesar dos 34 anos não é chinelinho nem bichado, jogou bastante ano passado, e é tido como ótimo profissional pelas pessoas do meio do futebol. Já jogou em grandes – uns nem tanto – times (Inter, Vasco, Botafogo, Corinthians, Real Madrid B, e outros pequenos da Itália – Livorno, Chievo), e só vem para qualificar nosso elenco, chegando e jogando, quer como lateral, quer como meia (aposto que jogará nessa posição, eis que nosso lateral-direito, o Tesser, também anda jogando muito bem, e parece que o reserva Eduardo também trata a bola por “minha nega”). Acho que o Paulinho Dias (ou o Claudemir, que sempre está ameaçado, mas como bom operário da bola e organizador do jogo, sempre consegue se manter no time) perde a posição.
Parênteses: importante também lembrar que Elton está retornando. Acho que será titular na lateral-esquerda pelo que jogou durante a Copinha.
Esse breve resumo indica que o teremos bastante em campo, e provavelmente em forma. É jogador que faz poucos gols – segundo o que pude apurar na internet fez dois gols no Brasileirão-série B – mas é um motor dentro do time, correndo como um louco (parece que chegou ao Joinville ABAIXO do peso ideal, e não um gordo, como costuma acontecer por aí). Com um jogador experiente como ele, penso que não tomaríamos uma virada ridícula como a que levamos do Imbituba, com gol de cabeça de um guri de 17 anos (salvo equívoco, esse piá não era o Pelé, de 58, na Suécia; se for, retiro o que disse).
Acho que tem tudo pra dar certo. Quando jogou no Figueirense, foi muito bem.
Parafraseio Arthur Muhlenberg – blogueiro do Mengão no site Globoesporte.com: “O cara vestiu o Manto [lá, rubro-negro; aqui, tricolor] e agora faz parte da nossa galera. Enfiem as cornetas [o que tem de corneteiro na Arena não é pouca coisa] lá onde o Sol não bate e tratem de apoiar”.
Torçamos por ele. Avante, JEC!

Nenhum comentário:

Postar um comentário