NASCEU CAMPEÃO

Tu és a glória dos teus fundadores

5 de mar de 2012

DE MÃO CHEIA! JEC 5 X 0 MARCÍLIO

Levaram fumo!
Foi fácil, podia ter sido ainda mais. No começo do primeiro tempo corremos alguns riscos, houve um gol marcilista anulado (e parece que erradamente, numa ótima jogada delas), uma cabeçada no travessão, além de uma ou outra bola vadia que cruzou nossa área. Até fazermos o primeiro gol (aquele que foi mas não foi do Lima, que continua com 99), tivemos algumas chances que não aproveitamos.
Quando a zaga acertou o passo, e pudemos ir à frente com mais tranqüilidade (mas sempre com velocidade), ainda na primeira etapa marcamos nossos dois primeiros gols - aquele contra que deveria ser do Matador (foi comemorado como se fosse, e por isso já valeu, logo ele vai fazer o centésimo mais de uma vez), e um golaço de fora da área, em conclusão perfeita do Eduardo, além de Glaydson ter perdido um gol feito, e dentro da pequena área, após assistência do Lima.
No início da segunda etapa marcamos três gols relâmpago, com Glaydson e Rangel (duas vezes), isso até os onze minutos. Aí o jogo já tinha acabado - o que é óbvio pelo placar, mas ainda mais evidente pelo jeito que o Tricolor passou a jogar: cozinhando e amorcegando o jogo, tanto que acho que a partir daí quem mais teve a bola nos pés foram Pedro Paulo, Linno, Fabiano Silva, que trocavam passes na nossa intermediária defensiva. A torcida (e tinha bastante gente - o público foi de 9007) também já se mostrava satisfeita, e se acomodara. 
Em razão do horário, uma rabada em vez da manchete
do Diarinho!
Nossas únicas tentativas de ataque daí por diante foram para tentar fazer o Lima marcar o seu golzinho, o que acabou não acontecendo. Até as substituições foram, a meu ver, apenas para descansar alguns jogadores (Eduardo, Linno, Rangel), evitar cartões, coisas assim.
No fim do jogo cruzei com o França que vaticinou, ironicamente: - Não gostei. Jogo fácil pro JEC não tem graça. A gente tá acostumado é com o sofrimento. É por aí sim, mas estamos querendo - e fazendo pro merecer - abandonar esse hábito
Para resumir o jogo sem meias-palavras, fico com a manchete do genial Diarinho, de Balneário Camboriú: "marinheiro é enrabado pelas bailarinas". AVANTE, JEC!
Ficha técnica: JEC 5 x 0 Marcílio Dias, Arena, 04.03.12, público - 9007

JEC: Ivan; Eduardo (Carlos Alberto), Pedro Paulo, Linno (Enio) e Gilton; Fabiano Silva, Glaydson, João Henrique e Tiago Real; Bruno Rangel (Alex) e Lima. T: Argel.
Marcílio Dias: Nei; Carlos Eduardo (Léo Campos), Anelka e João Leonardo; Rodinei, André Luiz, Amaral, Thomaz e Thiaguinho (Maiquinho); Leandro Costa (Dick) e Cadu. T: José Galli Neto.
Gols: Rodinei (contra), aos 17’ e Eduardo, aos 35’ do 1ºT; Glaydson, aos 5’ e  Bruno Rangel, aos 7’ e 11’ do 2ºT.

4 comentários:

  1. O Diarinho é genial mesmo. Gostam de brincar com os outros, mas também são auto-críticos. Dias atrás o jornal chamou o Marcílio de "Timinho de Merda".

    ResponderExcluir
  2. Tivemos uma boa vitória (3 pontos e 5 gols para o saldo) ontem....saldo este que nos fez lider do returno....agora teremos o Figueira e acredito que nestes jogos "pedreira" todos os jogadores querem jogo.....será um bom termometro para medir nossa evolução no campeonato..como foi comentado por outro amigo, poderemos até perder, mas precisaremos demonstrar um bom futebol lá...um grande abraço a todos!

    ResponderExcluir
  3. Domingo dá pra voltar com um bom resultado. Mas temos que estar atentos no meio de campo. Ainda há alguns passes errados, curtos até, que até agora não nos causaram problemas, mas se esses passes fizerem a bola cair nos pés de um time um pouco mais qualificado pode dar merda. Mas é claro, o mesmo vale para o time da galera do Pop Gay ilhéu. O time deles também não poderá entregar essas bolas bobas nos nossos pés, pq temos qualidade pra chegar na cara do gol em dois toques, pelo meio ou pelas laterais. Será um jogo parelho e aberto.

    ResponderExcluir
  4. Segundo o Fronzi, até sexta sai a tabela da série B.
    #ansiedade

    ResponderExcluir