NASCEU CAMPEÃO

Tu és a glória dos teus fundadores

21 de mar de 2012

A CARROÇA E O BOIS: AS SEMIFINAIS

Não é do meu feitio colocar a carroça na frente dos bois, mas conjecturo sobre as semifinais, até por falta de assunto, e porque acredito que chegaremos lá. 
São duas situações distintas: uma, se vencermos o returno, a outra, se entrarmos pelo índice técnico. A terceira hipótese eu preferia não cogitar, mas tratarei dela rapidamente. 

Lendo o brilhante regulamento do Campeonato Catarinense, vejo que se vencermos o returno, pegaremos o segundo time classificado pelo índice técnico, ao passo que o Figueirense pegará o primeiro classificado pelo índice.
Se o Figueira vencer também o returno, por óbvio esse pegará o pior classificado pelo índice, enquanto os outros dois melhor classificados pela campanha se enfrentarão nas semifinais. 
Vamos na primeira hipótese, até porque olhando a tabela, a do alvinegro me parece um pouco (bem pouco) mais complicada, pois tem CHA (C), CRI (F), AVA(C), BRU (F), CAMB (C), ao passo que nós pegamos MET(C), CHA(F), CRI(C), AVA (F), BRU(C). Penso que  levamos clara desvantagem apenas na penúltima rodada, em que pegamos o time da Costeira, e o FIG pega o Brusque. Um dos jogos em casa do Figueirense é o clássico, sempre sem favorito, e sai para pegar o Criciúma. Temos chance, portanto, de erguermos a taça do returno.
Nessa hipótese, pegaríamos o (pior) classificado pelo índice técnico, e jogaríamos o jogo da volta em casa, e com a vantagem dos empates. Seria o ideal.

Na outra situação, em que o Figueirense vence o returno e entramos pelo índice técnico, só seria prudente evitar o confronto já nessa fase com o time do Estreito, pois eles teriam a vantagem de decidir no Scarpelli, jogando por resultados iguais. Deixemos essa vantagem que eles terão (dificilmente perdem a primeira colocação geral no campeonato) para ser destruída pelo Tricolor só na final. 
Nesse caso, nossa meta seria ser o time de melhor índice técnico (segundo lugar geral) - o que convenhamos, não é fácil, há quatro times à nossa frente - para decidir o segundo jogo da semi na Arena.
Há uma particularidade interessante, que me faz acreditar ainda mais na classificação, ao menos pelos critérios técnicos. Na última rodada, quando pegaremos o já provavelmente rebaixado Brusque, nossos quatro reais competidores pelas vagas se enfrentam: Chapecoense x Criciúma e Metrô e Avaí. 

E naquela única hipótese em que não quero pensar, se um outro time que não o Joinville ou Figueirense vencer o returno, aí a carroça pode atropelar o cavalo, porque o campeonato tá muito equilibrado.

E esse excomungado do Jucelino aí acima que afirmou ter previsto o "buraco do Metrô" - leiam a previsão nas letrinhas menores, no topo do anúncio: será que esse "fio d´uma égua" tá adivinhando que o Metrô vai pro buraco no domingo, aqui na Arena? Sobre essa nossa próxima "decisão", ainda falo mais adiante.  AVANTE, JEC!

25 comentários:

  1. Edson Parana , Fpolis (vão pro inferno manezada do caralho).21 de março de 2012 22:37

    DOMINGO NOSSO TRICOLOR TRICOLAÇO VAI AVASSALAR O TAL DE ''trenzinho de plumenal''. COMO DIZEM OS MEUS AMIGOS GAUCHOS ''TENHO DITO''. JEC RUMO AO TITULO DO RETURNO.

    ResponderExcluir
  2. Edson Parana , Fpolis (vão pro inferno manezada do caralho).21 de março de 2012 23:25

    Ae grande amigo Jequeano, dia desses aqui na Praia Daniela conversei com o Giovane Martinello (me pareceu boa gente paca, pacaralho) sobre as suas narraçôes na rbs (''R''EBANHO de ''B''ICHAS ''S''ARNENTAS) e o indaguei do porque da referida MERDA de rede transmitir somente jogos de alguém com algum da CHAMADA CAPITAL (VÃO PRO INFERNO MANEZADA DO CARALHO) e/ou vice-versa e ele que é daquela cidade que tem aquele time que chamam de chapeOQUE? e me falou que detesta o time Associação de Viados e Amigos da Ilha (avai) e tbm o fi_GAY_ra me respondeu que a maior vontade que tem é ter livre arbítrio sobre qual jogo narrar (transmitir altomaticamente). mas ele é um simples empregado. JEC RUMO AO TITULO DO RETURNO.

    ResponderExcluir
  3. O Giovani Martinello é torcedor da Chapecoense. Fonte segura me garantiu isso. Diz que até chora pela Chapecoense. To falando sério.

    ResponderExcluir
  4. Edson Parana , Fpolis (vão pro inferno manezada do caralho).22 de março de 2012 00:03

    Ae grande TRICOLOR Douglas, eu acabei que postar que ele mesmo me disse que torce pra chaPEQUENA e/ou chapoOQUE?.E pra prova que conversi com o loco (informen-ce) ele anda bem embarcado, pois anda com um baita Hyunday Azera preto que caga na cabeça e ainda limpa o cú com os cabelos. JEC RUMO AO TITULO DO RETURNO.

    ResponderExcluir
  5. hahahahaha, Edson, muito boa essa. Caga na cabeça, hehe.
    Douglas, quando o narrador principal da RBS era o Márcio Martins, se não me engano, o Martinello só narrava os jogos lá em Chapecó, e morava por lá, logo é chapecosuíno. Só depois é que ele virou o narrador principal da RBS (eu o acho muito ruim, mas pelo menos ele tem alguma coisa em comum conosco, queremos que os times da Capital vão pra PQP). Ab, ST.

    ResponderExcluir
  6. Giovanni Martinelli parece ser gente boa mesmo. Chatos são o Faraco e o Semensati. Este cometeu o disparate de dizer que o Figueirense está muito à frente dos demais e que é o Barcelona de SC. Se é o Barcelona, por que não conseguiu golear JEC, Criciuma, Avaí e Chape? No máximo ganhou por um gol de diferença do Criciuma e do Avaí - e num sufoco danado. Golear Brusque e Marcílio até o time da minha rua consegue. Tomara que eles continuem com essa soberba até a final. Teremos o maior prazer de ganhar deles na final.

    ResponderExcluir
  7. bom dia!
    domingo eu vou tranquilo até arena assistir se tudo ocorrer bem a mais uma vitoria do nosso Trícolaço.
    porque ou da onde eu tirei essa certeza?
    então eu vou dizer que até pouco tempo atrás eu torcia mais com o coração do que a razão,hoje não é mais assim,estou certo que ouve uma real evolução no time e se não tiver interferência do juiz vamos ganhar.

    ResponderExcluir
  8. Emerson, eu fui ao jogo em Florianópolis e vi na cara deles o susto que levaram, apesar de apavorados com a reação do JEC eles não descem do salto, estavam com o cú na mão e dizendo que aquele jogo era um treino coletivo.
    O fato é que eles estão vendo o JEC pelo retrovisor dando luz alta e pisca para passar.
    Pode parecer teoria da conspiração mais por traz dos panos tem muita maracutaia, e é sabido que o futebol de Florianopolis só sobrevive se conseguirem desqualificar o JEC e o Criciuma
    Podem me chamar de maluco, mais depois que chegou a informação dos patrocinios que o JEC estava fechando nas bandas da ilha a coisa melou, a imprensa tava igual mosca na merda para arrancar do Nereu os valores e detalhes dos contratos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mario L. Nascimento22 de março de 2012 11:41

      Tem toda razão, Jean. E não é só no futebol, não. Tem cidade que só consegue projeção se esconder as outras, dada sua falta de consistência. Por isso, precisa concentrar as verbas do governo do estado para suas estradas. Além do mais, recebe verba absurdamente alta do Fundo de Participação dos Municípios. E não dá NENHUM retorno ao resto do estado. Tudo o que vai para a ilha, lá fica e beneficia apenas os seus moradores. E sequer é uma região grande empregadora, que pudesse justificar por concentrar economicamente.

      É esta a razão para tentarem melar os negócios do JEC. Todos sabem que, em condições semelhantes, não tem pra ninguém. É a primeira vez que o JEC está na série B depois que o dinheiro começou a pingar mais generosamente aos clubes. Como todos sabem do risco que é deixar o JEC chegar perto, tentam destruir o que o clube constrói. De certa forma, é bom que tenha acontecido agora. A diretoria vai ficar mais esperta nas próximas vezes.

      Carlito, fica esperto. Pressão total em Brasília para que saia o patrocínio da Eletrosul. Se não sair, pode começar a esvaziar as gavetas da tua mesa. Nem com ampliação da Arena...

      Excluir
  9. Mario L. Nascimento22 de março de 2012 11:31

    Esses relatos sobre o Giovani Martinello (na intimidade... hehehe) só confirmam o que eu e muitos outros dizemos há muito tempo: a RBS (Riograndenses Burlando SC) tem como norma interna o favorecimento aos times que todos sabem quais são. Mais de uma vez gente lá de dentro já se manifestou neste sentido. Claro que não podem fazê-lo oficialmente.

    E este favorecimento não se resume aos times, como também à cidade onde estão sediados. Eu, que não moro em SC, posso atestar que matérias sobre o estado aqui fora, em 90% das vezes, apenas sobre o que acontece naquela cidade, responsável por menos de 15% da população e da geração de renda no estado.

    ResponderExcluir
  10. Mario, no dia do jogo eu parei em um posto para pedir informação e o mané tirou uma palhinha se referindo a Joinville como interior (de fato é mesmo, e não me encomodo com isso), me falou que a capital iria vencer o interior.
    Respondi a ele que isso era complexo de inferioridade, pois os times de Floripa são os únicos times de capitais no Brasil que discutem futebol com os "pequenos" do interior e perguntei se ele já viu o Grêmio e Inter perdendo tempo com Pelotas, Avenida, Caxias

    ResponderExcluir
  11. Mario, veja os títulos dos post do Castiel

    -Empate técnico de Avaí e Figueira (leve vantagem para o Leão) em pesquisa nacional de torcidas

    -Torcedores com melhor potencial de consumo? Avaí e Figueira no topo em todo o país

    -Mais medidores? Ranking mundial e Torcidômetro

    Fala pra mim se isso tem cabimento, quanta necessidade de auto-afirmação, torcida para mim se mede no estádio...
    Esses dias estava assistindo Avai X Capecoense ninguém no estádio e a frase no alto da cobertura da arquibancada: A maior torcida de Santa Catarina. Acho que estão incluindo na média de público da resacada os fãs do Paul McCartney
    É brincadeira!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mario L. Nascimento22 de março de 2012 22:40

      Os números da tal pesquisa não passam de piada. Não têm a menor sustentação. Tanto é assim que o pesquisador não divulga nada sobre como nem onde foi feita a pesquisa e nem mesmo a margem de erro.

      Para começar, a RM de Fpolis tem algo próximo de 1 milhão de habitantes, isso incluindo cidades que ficam a mais de 100 km da capital. Os dois times de lá SABIDAMENTE NÃO TÊM TORCIDA fora da região. Como a soma das torcidas dos dois mostra 900 mil, teríamos que admitir que 90% dos habitantes da região torcem por esses times. Isto vai contra os dados da própria pesquisa, que mostra que somente 87% dos moradores de SC torcem por algum time. Precisaríamos admitir que na RM de Fpolis todos os que torcem por algum time ou é Avaí ou Figueirense. Absolutamente nenhuma pesquisa aponta algo sequer próximo disso, dado que a capital catarinense, uma das cidades com melhor qualidade de vida do país, tem uma quantidade significativa de pessoas vindas de fora.

      Admitindo que houvesse um número significativo de torcedores dos times da capital fora da sua região (algo que qualquer um que entenda o mínimo do futebol catarinense sabe que não é verdade), uma conta simples mostra o absurdo. A pesquisa aponta que dos que torcem por algum time em SC, apenas 19,6% torcem por times locais. O total de moradores de SC que torcem por algum time local é de 887 mil (6.200.000 x 87% x 19,6%), que é o total alegado de torcedores dos dois times da capital. Ou seja, a pesquisa quer que acreditemos que não há torcedores de qualquer outro time catarinense no estado.

      O que parece é que a pesquisa foi feita em um espaço amostral muito pequeno e não significativo e os resultados foram estendidos para todo o estado.

      Conta outra...

      Excluir
  12. Mário, copia e cola este teu comentário lá nos comentários do post do Castiel. Quem sabe com a insistência os manezinhos caiam na real.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mario L. Nascimento23 de março de 2012 08:58

      Pensei em fazer isso, Guesser. Mas acho que é botar azeitona na empada desse palhaço. Só vai aumentar o número de acessos.

      O que o restante do pessoal acha?

      Excluir
    2. Concordo que é só damos mais audiência para ele. Eu já não procuro acessar o blog do tal sujeito por alguns motivos: 1) Poupar meu estômago e minha paciência (com o que ele escreve e com os comentários); 2) Como vc falou, Mário, só damos mais audiência pra ele - e pelo jeito o pior blog do CLICRBS é o mais acessado, vendo pelo número de comentários que brotam. Postar lá é gastar forças inutilmentes, pois o tal Castiel consegue se promover fazendo polêmica. Cada vez ele ganha mais espaço na mídia fazendo o tipo puxa-saco. Começou com aquele blogzinho michuruca. Depois ganhou uma coluna no DC. Além disso é o interino do Bob Alves no DC também. Agora tem um tal de palpites do Castija, filmado e postado na internet. O cara é um câncer se alastrando.

      Excluir
    3. Mario L. Nascimento23 de março de 2012 12:13

      É isso mesmo, Jonas. O problema não é ser polêmico. O problema é não ter ética. É um sem-vergonha que não honra a profissão que escolheu. Quem sabe fazer polêmica não censura opiniões. Convive com o contraditório e alimenta a polêmica justificando e embasando a sua opinião. Sempre que mando algum comentário que vai contra os interesses do Castiel ele simplesmente não publica, sem dar a menor satisfação. É um safado a serviço dos times de Fpolis.

      O pior é que ele sabe escrever e dá audiência. É por isso que os clubes têm que lutar para acabar com o monopólio da RBS (Riograndenses Burlando SC). Eles fazem o que querem e estão prejudicando os clubes do interior. A divulgação dessa pesquisa furada (estou preparando um e-mail para o autor, mostrando que há no mímimo 140 mil torcedores de outros clubes em SC) é só mais uma que aprontam. Fora aquela pesquisa furada, paga pela RBS com resultado encomendado.

      O que não quer dizer que não haja gente boa trablhando para o grupo. O melhor exemplo é o Braga, de Blumenau. Em algumas vezes que deixou de publicar minhas opiniões, me mandou e-mail se justificando. Sujeito igualmente competente, porém ético e preocupado com seu público. Não somente com o que o chefe dele manda.

      Recentemente tivemos relatos de contrariedade por parte de dois apresentadores da RBSTV, dando conta de serem obrigados a não mostrar os times do interior. Apesar disso, estão sempre tentando brigar para essa verdadeira palhaçada acabar.

      A quem entender da área jurídica: a comunicação social é um serviço público, concedido pelo poder público a quem pleitear. No caso da RBS, são virtuais monopolistas e sua linha de conduta visivelmente privilegia somente uma cidade do estado, responsável por menos de 7% da economia e da população do estado. O prejuízo para as demais regiões é grande e no futebol isso é absurdamente visível. Há alguma medida que pode ser tomada pelo Ministério Público? Como podemos acabar com isso?

      Excluir
    4. Se o monopólio ficar comprovado é possível tomar atitude sim. Lembra de quando a RBS comprou o "A Notícia"? O MPF entrou com uma ação procurando anular o negócio, se não me engano, justamente alegando que haveria monopólio, o que é proibido pela constituição (art. 220, par. quinto). Nao sei que fim deu a ação.

      Fora isso, a constituição estabelece que as emissoras devem promover a cultura regional (CF, art. 221). Dá pra dizer que o nosso futebol, produto cultural, é relegado. Queria ver a balburdia que seria se uma associação de torcedores promovessem uma ação civil púbica pedindo que a RBS cumpra os princípios constitucionais e deem o mesmo espaço para JEC e Criciúma que o Avaí recebe. Pois estão em situações semelhantes - todos na série B - e interessam a praticamente um mesmo número de pessoas (se não mais para JEC e Criciúma) em sua regiões.

      Excluir
  13. Falei com o autor da pesquisa e ele disse que a amostra era pequena devido o custo e que é bem provável que os dados dos times da capital estivessem errados.

    http://gestaojequeana.blogspot.com.br/

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mario L. Nascimento23 de março de 2012 12:52

      Você quer dizer "um espaço amostral muito pequeno e não significativo"? hehehehe

      Excluir
  14. Jean, Mário, Bocão, se quiserem dar risadas, vejam no twitter o @Bvai, o cara é engraçado, e diz que a torcida do avaí (ops, bvaí) é a que mais se preocupa com a pesquisa do tamanho da torcida, porque na prática...
    Capixaba tá mal na fita. Ab, ST

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mario L. Nascimento23 de março de 2012 12:49

      Uma correção: o nome no Twitter é @BvaiFC. Hilário.

      Capixaba mostrando que não é só a grana que deve contar na hora de assinar um contrato.

      Que isto sirva de lição ao Eduardo, potencialmente seduzido pelo Figueirense. Com um jogo ruim lá, vai ser marcado pela torcida, que não aceita jogador vindo de JEC, Criciúma ou Avaí. O passo seguinte é ser encostado e nem relacionado para o banco. Melhor arrebentar na série B pelo JEC, aparecer e ir para um ralmente grande na próxima temporada. Se o JEC não subir para a série A, naturalmente.

      Excluir
    2. É Mario, tem um caso similar...lembra do Carlinhos Santos? Agitou, saiu do Jec para ganhar unm pouco mais durante 8 a 12 meses no Criciúma e depois pediu arrego e a diretoria fez certo....aqui NÂO!

      Excluir
  15. Acesso bastante o blog do Castiel, a verdade é que os lunaticos do Uniforme Pink acha que tem muitos torcedores espalhados pelo Estado e pelo Brasil. Vê se pode uma coisa dessa. Mas... o que eu queria mesmo era pelo menos 10 mil na arena Domingo meio dificil, fim de mês mas é jogo de 6 pontos

    ResponderExcluir
  16. Olha....deixa os malandrões se acharem a "maior torcida de SC", que vão dominar o mundo e desbravar a galáxia..esta foi longe...rs..está na hora deles se preocuparem com aquele timeco que montaram neste ano...se continuarem deste jeito (e tomara que continuem) serão rebaixados para Serie C...aaahhh que bom seria nós metermos umas 3 bagas denovo neles lá "no maior estádio de SC" para a "maior torcida" passar a "MAIOR VERGONHA"....abraço a todos!

    ResponderExcluir