NASCEU CAMPEÃO

Tu és a glória dos teus fundadores

19 de fev de 2012

QUERO SER GRANDE!

Já dizia Raul: "há tanta coisa no menu, e eu nem sei o que comer". Há tanto por fazer no JEC, e eu nem sei por onde começar. Mas, tentemos, mais uma vez.
Meu falecido pai me dizia, lá por 2007 ou 2008: - Um time que só tem 7 jogadores sob contrato não existe, deveria acabar! - e essa era a situação do JEC depois de sequer disputar a Série D. "Eles" (escuso-me de declinar nomes notoriamente conhecidos) tinham conseguido acabar com o JEC.
Ele - meu velho -  estava certo, eu errado, mas a minha teimosia tricolor não aceitava essa certeza, e ansiava por dia melhores. - Nós temos que conseguir sair dessa merda!, pensava. Quatro anos depois, estamos aí, bem diferentes - e melhores.
BMG, ELETROBRÁS, KRONA, TAIPA, RED HORSE, MG ELETRO, CARARA, CRICIÚMA CONSTRUÇÕES, ROMAÇO, ZUM SCHLAUCH, esses aí são nossos parceiros, e espero não ter esquecido nenhum.
Já fizemos diversas estimativas, mas só com a camisa vamos chegar a um milhão mensal de arrecadação. Sócios (uns 400 paus). TV da Série B, uns duzentos mangos. A diretoria trabalha com uma arrecadação estimada em 2 milhões a cada mês.
Nesses poucos anos, saímos de 2,5 mil sócios para 7,5 mil. De 250 mil para 2 milhões de receita mensal. De um time "fora de série" para um time de Série B. 
Pode soar repetitivo, mas já falamos da lição que Peter Parker - não o filósofo, mas o Spider Man (que ao desaviados, não é aquele cara que ganha dinheiro pra chutar a cabeça dos outros, ainda que no chão, em um negócio que pra mim não é esporte nem aqui e nem na PQP) - recebeu de seu tio Benjamin: grandes poderes trazem grandes responsabilidades


Nessa toada, já falei que pessoas financeiramente desprovidas (é melhor ser politicamente correto) quando muito têm, se lambuzam. Mas vejo que nosso clube, ao menos no discurso, tem rumado para o "caminho do bem" (Maia, Tim. Disco Racional). 
MV já mandou avisar! Vai gastar boa parte do dinheiro no time da Série B, mas quer deixar o JEC um CLUBE - E NÃO APENAS UM TIME - MAIS FORTE. Não podia estar mais certo. Já anunciou que pretende quitar as dívidas, que vai fazer mais um campo no CT - repito o que disse em outro post: há dois anos, treinávamos em campos alugados, além de terminar as obras que andam rapidamente.

Não adianta achar que um só ano bom constrói um clube. A gente ganha um campeonato, perde outros (todo mundo perde mais do que ganha), e ano que vem recomeça tudo de novo.  Patrocínios vêm e vão (lembremos que com o dinheiro da Consul não fizemos nada de bom), e confiar para sempre em BMG e Eletrosul seria temerário, malgrado agora sejam patrocinadores tão grandes como nunca vimos.
Por tudo isso, não entrar no século XXI, continuar no passado, treinando em um só campo (lembram que para a Série D nosso campo no CT - só havia um - era inutilizável e treinávamos em campos da primeirona, ou na chácara de sei lá quem, ou em  Massaranduba?), 
O presidente, com seu jeito teimoso, na maioria das vezes teimou pela coisa certa. Disse um presidente americano (não o do Galo da Zona Norte) já morto há muito tempo, uma frase que cabe em defesa do Márcio, : "eu não sei o segredo do sucesso; o do fracasso é querer agradar todo mundo". Também atribuem a frase ao humorista Bill Cosby. Tanto faz, porque a frase é corretíssima de onde quer que tenha saído, e se foi do humorista, eis a prova de que grandes verdades podem ser ditas com grande graça.

Vamos ganhar um ônibus novo? E que tal uma nova visão
sobre a tecnologia?
Vou terminando com uma opinião: não há campo em que estejamos tão atrasados (e que seja mais urgente e fácil de evolluir) quanto o de TI - tecnologia da informação. A despeito do que pensa nosso "anônimo", eu acho nosso site ruim. Nossa comunicação com o torcedor, inexiste. No último post, apontamentos do Jonas e do Bocão (confiram!), remetendo à entrevista do Presidente do CDL- Joinville sobre a importância das compras virtuais e ao texto do "Olhar Crônico Esportivo", lá do Globoesporte sobre a importância de não se gastar tudo (ou mais) do que se tem, dão rápidas pinceladas que conferem certa autoridade ao que escrevo aqui, tanto em relação aos acertos de MV em pensar no futuro, quando na necessidade de fazermos do computador (orkut, facebook, compra e venda de produtos e ingressos, associação de novos interessados) e da internet  uma ferramenta do futebol.
Um técnico em informática, que conheça de internet, criação de sites, e saiba lidar com ferramentas básicas de mala direta, controle de custos, relacionamento clube-torcedor(cliente), pode fazer uma diferença terrível daqui pra frente. 
E é muito mais fácil acertar essa área do que acertar tudo que já acertamos nesses últimos três ou quatro anos. Basta um pouco de vontade, e veremos grandes avanços. É muito mais fácil contratar um técnico de informática do que achar um Arturzinho. É muito mais fácil comprar um computador de 10 mil do que achar um Lima. 
Chega por hoje!

E chega a quarta-feira de cinzas, de uma vez, que eu quero ver JEC x avaíbis. No Carnaval a audiência do blog é baixíssima, por isso só volto a escrever no dia do jogo. Mas nesse clima momesco, vamos de Salgueiro: explode, coração, na maior felicidade. É lindo meu Joinville, etc. etc. AVANTE, JEC!

19 comentários:

  1. Pois é, mas não esqueçamos dos impostos sobre esse possível 2 milhões!
    Muito bom o texto, arrepiei-me (uiii!)
    É JEC PORRA!

    ResponderExcluir
  2. Bem lembrado Sr Concertos Didáticos sobre a MPB! Tem os impostos.

    Na vida somente 3 certezas: Tudo muda, a morte e os impostos.

    Repito meu comentário anterior:
    "De acordo com o conde Francesco Matarazzo o importante para se ter uma empresa sadia não é o quanto se ganha de dinheiro, mas como e quanto se gasta."

    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Caro concertista, se não me engano, os impostos são de 5% sobre a receita bruta. Além desses acho que incidem os trabalhistas sobre a folha.
    Bocão, realmente a qualidade do gasto é coisa muito importante. Acho que vamos bem nesse aspecto. Teremos de contratar com muito cuidado e critério, pois as despesas com dispensas de jogadores mal contratados têm de ser evitadas.

    E o que acham do time reserva ter metido 3 a 0 em 45 minutos no titular, com gols de Alex, Cristiano, e bom jogo de Aldair? Não será porque dois atacantes - um rápido e um grande funciona melhor do que dois homens de área? Fiquei preocupado.
    Ab, ST

    ResponderExcluir
  4. Ótima preocupação no entanto. Ou não, como diria Caetano.

    ResponderExcluir
  5. Sábado acompanhei o coletivo, e acho que não é uma boa adiantar o Gleidison, é justamente ali que fica o buraco na defesa.
    O problema não é o Gleidison e sim o Fabiano que ira fazer a função dele.
    Outro que me assustou foi o Enio, zagueiro a meu ver tem que sair pra definir, e pelo que vi fica sempre no meio do caminho.
    Quanto ao time de baixo, gostei do PP com o Charles na zaga, o Badé treinou pra caralho, o Alex vai ser tilular é só dar espaço e o Aldair que critique arrebentou no coletivo.
    Cristiano apesar do gol ainda está se familiarizando com o grupo ( a jogada foi toda do Alex, linda por sinal ).
    Meu time seria:
    Ivan, Eduardo, Lino, Charles (só da pra saber se serve se jogar) e Gilton. Gleidison, Matheus, João Henrique e Ramon. Lima e Alex. O Alex inclusive joga nos cantos do campo e é forte (ui!!!!) Estilo Capixapa com um nível técnico bem acima.

    ResponderExcluir
  6. Concordo com o Jean, a dupla de ataque deve ser formada por Lima e Alex, no decorrer da partida dar uma oportnidade para o Cristiano e Aldair. Também entraria com o Mateus no lugar do FS, é mais técnica e marca também sabe marcar.
    Quarta-feira todos os caminhos levam a arena, apesar de ser quarta-feira de cinzas, jogo as 22:00 hrs, teremos o maior público do estadual.
    Abraço a todos do blog!

    ResponderExcluir
  7. Já viram o site do Atletico/PR? muito loko. Tambem acho que está faltando marketing para arrecadar mais socios e um pequeno incentivo "brinde" para os atuais socios por categoria de tempo. 2 anos/3 anos/5 anos/8 anos/10 anos/15 anos/ 20anos.
    São pequenas coisas que faltam ao JEC para se tornar um clube financeiramente estavel.

    Quanto ao time, tambem iria de Mateus, Alex

    ResponderExcluir
  8. Pois aí não é que o time titular mete 5 a 0 no reserva. Mas pelo que leio dos comentários de vcs, teremos um time estranho, mais uma vez. Mas que dê certo. Ouvi que o Avaí vai começar só com o Capixaba no ataque. Ab, ST

    ResponderExcluir
  9. Estive no treinamento de ontem e não gostei da nossa defesa, achei frágil demais. O ponto positivo do nosso time foi o ataque. Gostei tanto de Lima e Rangel nos titulares quanto de Aldair, Cristiano e Alex, esse diga-se de passagem ta voando. Alex é bom finalizador, chuta com as duas pernas, é forte e tem boa movimentação. Acredito que o ataque do Avaí não seja melhor que o nosso ataque reserva, acredito que Alex e Aldair incomodam mais que Robinho e Capixaba. Vamos acreditar! Gostei também de ver no fim do treinamento o Argel pegar os zagueiros e fazer trabalhos específicos pra eles, assim como Arturzinho; e o Claudiomiro fez um trabalho de finalizações com os atacantes, Lima e Alex tiveram aproveitamento excelente. O Ovelha vem com um time no minimo
    estranho para quem precisa vencer para ser campeão. Moreto, Renato Santos, Rafael, Bruno; Patric, Marcinho Guerreiro, Diogo Orlando, Cleber Santana, Pirão, Robinho; Ronaldo Capixaba. Não vejo criatividade nenhuma nesse time para fazer gols no JEC com a bola no chão, só se alçarem bola na área, porque por baixo é um time medíocre.

    ResponderExcluir
  10. Douglas, não acho esse time do vai bobo, Patric, Pirão, Cleber Santana, Robinho e Capixaba não serão moleza...
    O bom disso tudo é que Moreto é frangueiro, esse esquena 3X6X1 gera um congestionamento no meio campo, precisamos que o Gilton e o Eduardo joguem bem, porque o Ramon tá fudido no meio desse povo todo.
    O negócio deles é tumultuar a meia cancha roubar a bola e sair no contra ataque, já vi o Silas se dar bem aqui desse jeito.
    Mais acredito na Vitória Jec 3 X 1.

    ResponderExcluir
  11. O time do Avaibis é inferior ao do Jec, a diferença é que eles começaram o catarinense na empolgação, mas só foi pegar uns times mais fortes que ja pipocaram. Ex: Derrota no "crassico" para o figueira e na 1ª rodada para a chape.
    Vitória nossa 2 x 0.
    Abraço a todos do blog!

    ResponderExcluir
  12. Ramon e Rangel fora do clássico, entram Alex e Thiago Real!

    ResponderExcluir
  13. Cristiano, eu fui no treino hoje a tarde e o Rangel treinou normalmente. Aonde tu viu essa informação? Perguntei ao Fronzi e ele disse não saber de nada.

    ResponderExcluir
  14. Ramon esta fora mas o Bruno rangel desconheço.

    ResponderExcluir
  15. Jequeano, fiquei pensando no que escreveste no fim da postagem sobre TI e sobre o que o Jonas escreveu na postagem anterior sobre vendas pela internet e tal.
    Pois bem, fiquei pensando se não haveria alguma maneira de realizar vendas de ingressos coletivas ou não pela internet, talvez até apresentar alguma proposta ao Jec.
    Pensei em realizar a venda de ingressos por um valor promocional caso fossem vendidos coletivamente ou para um pacote de jogos. Mas pensei que não seria atrativo o bastante para o consumidor, então pensei que ao comprar o ingresso o cliente também pudesse ganhar um salgadinho ou coisa do tipo e um refri (já que a cerva foi demonizada) até mesmo uma camiseta da promoção pro camarada já divulgar pelas arquibancadas e nas ruas.
    Pensei que poderia se realizar publicidade e esforço de vendas em canchas e quadras onde se jogue bola.
    A imaginação foi indo em direção de um negócio formado.
    Mas era preciso algo mais para cativar o consumidor.

    Foi então que pensei: Como alguém terá vontade de ir na Arena sendo que não há nem banheiros decentes (limpo é outro patamar bem acima do existente) para se usar. O desconforto é maximizado.
    Vender um salgadinho? Será que não teria como aumentar o "cardápio" de alimentícios vendidos no estádio? Será que o consumidor ficaria satisfeito com o que há?
    Não é satisfatório ter de sair da arquibancada e deixar de assistir a partida para poder comprar alguma coisa já que vendedores circulando são quase inexistentes. Ou pode-se espremer num mundo de pessoas durante o intervalo.
    Será que um público maior não seria atraído se houvessem televisores embaixo das arquibancadas conectadas no Pay-Per-View? O investimento seria muito alto?
    Ir alguém até pode, mas será que alguém voltaria num estádio desse?

    Muitos clubes grandes tentaram e ainda vendem ingressos promocionais de forma coletiva, mas estão insatisfeitos com o retorno. Procurem no Google os exemplos.

    Acredito que o bem mais líquido que o Jec possui, ou seja, a maneira mais rápida de levantar caixa, é com bilheteria.
    Portanto, enxergo uma necessidade vital de investir no aumento das receitas deste tipo, mas (conforme extraí do blog OCE) são receitas que serão proporcionadas por consumidores satisfeitos e não por torcedores cegos pela paixão.

    Nós, meus amigos de blog, somos os cegos pela paixão.
    Precisamos trazer os outros.

    PROFISSIONALIZAÇÃO JÁ!

    "Se eu tivesse um único dólar, investiria em propaganda."
    Henry Ford

    ResponderExcluir
  16. Douglas, li no twiter de alguém, não me lembro. Mas no caso do Rangel, seria opção do treinador!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  17. No treino de hoje Lima e Rangel treinaram como titulares e ao que tudo indica eles vão sair jogando.

    ResponderExcluir
  18. Li essa noticia no twiter do Fronzi ontem:

    Gabriel Fronzi @gabrielfronzi
    Argel conversa com o grupo e uma mudança irá ocorrer. Neste momento Real e Alex entre os titulares. #radiocultura http://twitpic.com/8mwfju

    Falow!

    ResponderExcluir
  19. Essa do Bocão - telões dentro do Estádio, é uma puta de uma boa ideia. Uns 10 televisores, embaixo das arquibancadas, passando o jogo em PPV me parece espetacular, e me parece que bastaria uma cláusula no acordo com as TV para quem cedemos as imagens para que pudesse ser implementado sem problema algum.
    Lá no OCE tem esse dado, de desprezo com a bilheteria, que não pode ser deixado de lado. Ab, ST.

    ResponderExcluir