NASCEU CAMPEÃO

Tu és a glória dos teus fundadores

19 de jan de 2012

O JEC ESTÁ VOLTANDO! JEC X CAMBORIÚ. E A QUESTÃO RICARDINHO.

fonte: Notícias do Dia
Confesso que, para minha alegria, um dos poucos jogos a que faltei desde a inauguração da Arena foi JEC 0x5 Camboriuense. Em retrospectiva, vejo que foi uma medida salutar para o meu fígado, pela raiva que deixei de passar e pelas cervejas que deixei de tomar (tempo bom aquele em que se vendia uma cervejinha no Estádio Municipal).
Mas, mesmo assim, já tô com gana desse timeco (sim, nós somos o JEC e eles são um timeco) que enfrentaremos no domingo.
Não há dúvida que temos obrigação de vencer, diria eu, até que de golear. Com todo o respeito que todo adversário merece, o todo respeito que o Camboriu (aqui a análise do adversário no blog do rodrigo) merece é bem pouco. Terça-feira, em jogo-treino, o Figueirense meteu 4 a 1 no nosso adversário.


Mesmo com alguns problemas, temos tudo pra vencer. Eu nem lamento tanto assim as ausências de Renato Santos, Jailton e Capixaba (até porque não adianta chorar o consumado), pois acho que Linno e Ramon estão, comprovadamente, à altura dos substituídos, e tenho a impressão que Aldair vai se firmar como jogador profissional neste 2012 - esses dois últimos gols que ele fez, de fora da área, contra Ipatinga e Malutron (ou corinthians-pr), parecem mostrar que ele é outro jogador, muito melhor do que o juvenil que até há pouco conhecíamos. 
Solução para Little Richard!
Mas a inesperada ausência de Ricardinho - a que tanto já critiquei, mas que reconheço fez um ótimo segundo semestre em 2011 - pode nos trazer uma complicação a mais, pois agora já são quatro as mudanças no time, e, principalmente, mudanças no nossos dois meias de criação - como reza o chavão, o "setor criativo" do time.
Aponta-se Mateus como o provável substituto. Sei não... Mateus é bom jogador, mas volante (e pode-se dizer que Ricardinho vinha recompondo muito bem a meiúca, mas ele volante não é, é meia); tem boa qualidade de passe, é rápido, mas querer que ele tenha visão para armar o jogo pode ser querer um pouco demais - tomara que eu esteja equivocado. 
Corre-se o risco de uma marcação forte sobre o veterano Ramon inviabilizar nosso meio campo, se Mateus não se mostrar apto a organizar o jogo. Ficaríamos na dependência de subidas não planejadas de Pedro Paulo ou Fabiano Silva, e como sempre, apostando em nossos dois alas, Eduardo e Gilton que, é bem verdade, não têm nos deixado na mão (pra ser preciso, têm jogado pra caralho).


E devemos contratar alguém, já, para substituir Little Richard?
Parece que a diretoria, em reunião no último dia 17 deu "carta branca" para o Nereu contratar um substituto. Mas nada de sangria desatada, o nome será bem analisado. Hoje em dia, qualquer jogador meia-boca quer uma grana da porra, e por enquanto temos "soluções" no elenco que ainda não foram testadas - as opções parecem ser Mateus, João Henrique e Jocinei - e portanto, não sabemos se o jogador para suprir a lacuna não está já dentro do clube, sem custos adicionais. Se for pra procurar um jogador que tenha importância já para a Série B, OK. Só pra tapar buraco não se deve contratar, o caminho é usar quem tem e completar o elenco com a base.


Contra o Camboriu, o JEC (que agora é um time de Série B, não se esqueçam), não pode se comportar como um igual, e sim como um TIME GRANDE jogando contra um pequeno. Ou seja, ir para cima, desde o início. Eles é que se virem para marcar o JEC
É timinho sim, com respeito!
A escalação de Mateus, se confirmada, me dá a impressão de um time defensivo demais para encarar o irmão-gêmeo-pobre de Balneário Camboriú. Eu iria de João Henrique (ou até com Jocinei), mas essa opção, pela pequena contusão muscular que João teve no início dos treinos, aparentemente é inviável para o jogo de domingo.
Ivan, Eduardo, Linno, Fabiano Silva, Pedro Paulo e Gilton; Glaydson (me pareceu um pouco gordo), Ramon, Mateus; Aldair e Lima. Esse deve ser o time que o Miliolli escalará. 
Estaremos lá, no domingo, às 19h30 (se o final de semana for ensolarado, pode ser um bom horário, dá tempo pra rapaziada voltar da praia e encarar a arquibancada da Arena. Se nossos sócios são 7555 (e é pouco), esse tem ser o mínimo de público no Estádio Municipal.
Os três pontos são obrigatórios. Avaí ou Chapecoense (ou ambos) já deixarão pontos na primeira rodada, pois se enfrentam (quem sabe um empatezinho). O Criciúma vai até Ibirama, e perder dois ou três pontos por lá não será surpresa. O Figueirense deve vencer o Marcílio em Floripa. É vencer e largar bem no Campeonato. E também é bom para evitar qualquer cornetagem nesse início de trabalho do Gonzagão.
TODOS À ARENA, DOMINGO, 19H30. AVANTE, JEC!

15 comentários:

  1. Jequiano, temos também o Thiago Real e vejo que também pode ser aproveitado ma meiuca.
    As vezes em que jogou no meio ele ajudou bastante na marcação e apoiou o ataque.
    Inclusive no jogo do acesso serviu o Capixaba no quarto gol, e foi bem no jogo em que o Lima fez os cinco gols no Imbituba com duas assistencias.

    ResponderExcluir
  2. Concordo com o jean. Acho uma boa o Tiago Real para o lugar de Ricardinho. Dentro do plantel do JEC ele é o jogador que mais se aproxima das características do Ricardinho. Faz boas passagens pelo costado do Eduardo, recompõe bem na hora que time esta defendendo e sabe muito bem deixar os companheiros na cara do gol quando tem a bola nos pés. Então seria isso. Se o treino for na Arena vou dar um pulo lá pra conferir o trabalho do Gonzagão. Abrass

    ResponderExcluir
  3. Baita contratação do JEC para essa temporada. Carlos Alberto é aquele jogador chato que marca até a sombra dele se for preciso. Gostei da contratação e estive lá vendo a apresentação e o treino, o "home" ta fininho e ja deve estrear contra o Figueirense na terceira rodada. Valeu Nereu

    ResponderExcluir
  4. Jean, Tiago Real é uma opção, embora eu acredite que ele seja um "ligeirinho", e não um homem de armação, que cadencie o jogo. Mas, bem disseste, no final do ano passado ele fez algumas partidas interessantes, mas é que o time vinha bem demais, e mesmo que entrasse o Roberto Carlos, com a sua perna mecânica, daria certo. Quero ver agora, e acho que ainda não é hora de improvisar demais.

    Douglas, também acho Carlos Alberto ótima contratação, e amanhã a tarde sai post sobre nosso novo jogador, sempre magrinho, e um puta de um carrapato. Acho que será importante na segundona. confira meus palpites amanhã.

    E, a propósito, cade os outros comentaristas. Hoje deu mais de 400 acessos e só três comentários. Como diria o outro: não me deixem só. Ab, ST

    ResponderExcluir
  5. Sandrão - JOINVILLE20 de janeiro de 2012 11:25

    Jequeano,

    Pra mim Tiago Real seria a opção mais sensata dentro do plantel.
    Claro que Carlos Alberto é uma boa opção, e a contratação dele também me agradou.

    Sobre os comentários... está acontecendo novamente o que há tempos atrás eu já havia lhe falado que acontecia... o blog está meio que travando e isso dificulta os comentários da galera.
    Começa a travar... ninguém tem "saco" pra coisa e fecha a janela e tchau! rsrsrsrs

    Tens que PROFISSIONALIZAR teu blog... hahahaha

    Abraços... e até domingo no mesmo bat local! ;)

    ResponderExcluir
  6. Sandro, olhei tudo por aqui, e não vi problema algum. Deve ser algum problema do próprio blogspot, não há o que fazer. Pena. Tomara que tudo se regularize por si só, e que os comentários voltem a ficar fáceis de fazer. Valeu pelo aviso.
    Profissionalização, já! hehe.

    ResponderExcluir
  7. Acho que as férias não fizeram bem ao Jequeano. Ninguém comenta por que ele não tá mais fabricando informação. Aí fica chato pra caralho! hehehehehhehehehe
    Acho que tu tá andando demais com o Alagoano. Recebi relato de fonte fidedigna, a qual solicitou que não fosse revelada, de que o Jequeano e o Alagoano entraram juntos em um restaurante da cidade.
    Eu não quero polemizar, mas acho muito estranho.

    haha

    Abraço!

    ResponderExcluir
  8. "Fabricando" informação, Bocão? Porra, sem matéria-prima (ou seja, sem que o JEC faça algo), não dá pra fabricar nada. E essa tua fonte tá mais furada que as mãos do Maxlei. Até domingo, no jogo. Ab, ST.

    ResponderExcluir
  9. Inacreditavel mas la no oeste a choradeira ja começou antes mesmo do próprio campeonato.
    http://www.sergiobada.com.br/2012/01/19/foto-interessante-do-jose-acacio-da-rocha/

    ResponderExcluir
  10. Mario L. Nascimento20 de janeiro de 2012 23:52

    Jequeano,

    de fato, a ausência de notícias acaba embotando a imaginação e dificultando a mobilidade das informações no circiuto neuronal. De quem escreve e de quem lê... hehehe E a estratégia do MV de contratação (quase) zero para o início do catarinense nos deixou meio órfãos. Fazer o quê?

    Mas lentamente começamos a ter matéria prima para o blog decolar novamente. Aqui estamos. Antes de mais nada, um começo ruim para mim. Viajo domingo para o RJ e fico por lá por duas semana. Modos que, ao vivo, só no jogo contra o Metropolitano, na Oktoberland. Ou contra os silvícolas na Arena. E nem PPV. Ninguém merece!

    Mas como palpite e cornetagem são de graça, lá vão...

    De novo, o azar no fim do ciclo de treinamentos. Para a série C foi o Lima. Agora o Little Richard. Atenção supesticiosos de plantão. Seria um bom sinal? O Gonzagão não deve ter ficado satisfeito. Sou do time do jequeano, que achava que a volta do Ricardinho não iria acrescentar nada ao time. Mas, da mesma forma que o nosso "bloguru", dou a minha mão à palmatória. Foi fundamental, o equilíbrio do meio de campo e do time. Perdê-lo agora vai ser brabo. Sobre a substituição, muito se tem escrito e o diagnóstico é claro: muito difícil. Mateus é defensor, Royal Tiaguinho pode vir a ser mas ainda não mostrou que é, João Henrique é atacante, não parece ser uma boa hora para botar o Jocinei na fogueira. Mais alguém?

    Agora tem: Carlos Alberto. Acho que "the cat" vai ser muito útil, mesmo que venha a não resolver o "problema Ricardinho". Mas ele representa mais do que o que pode render em campo. Representa a agilidade da diretoria e sua capacidade de mobilização para lidar com os imprevistos. Na contusão do Lima houve a mesma agilidade. Parabéns pela contratação!

    ResponderExcluir
  11. Mario L. Nascimento21 de janeiro de 2012 00:29

    Leonardo,

    choradeira do Badá ou não, lá pelo menos eles fazem pressão sobre a arbitragem. Os comentaristas de Joinville não fazem o mesmo. Os caras vêm a Joinville, roubam descaradamente e no outro dia só se lê que o JEC jogou mal. Eles sabem que é assim. Por isso, deitam e rolam contra o futebol de Joinville há décadas.

    ResponderExcluir
  12. Pô, realmente tava difícil de escrever algo. Eu até ensaiei algumas vezes mas acabei desistindo. Tentei escrever algo especialmente lá nos dois posts anteriores, que estavam muito bons. Mas como vc falou, Jequeano, o cara fica de saco cheio de escrever sobre administração do clube. Primeiro porque acabamos voltando a bater nas mesmas teclas, ainda mais quando se trata de marketing para associação ao clube, e parece que nada tenha mudado. Aí, sem fato um fato novo, o cara desanima mesmo. Parece a tal "masturbação sociológica". Discute-se, discute-se, discute-se, e tudo permanece igual. A vontade é de arregaçar as mangas e iniciar algo, mas infelizmente nao sei bem por onde começar. Nesse ponto confesso mea culpa. Mas, como bem disse o em Bocão, o cara nao pode desanimar, pois se queremos um futebol forte, um clube forte, a mudança primordial nao será dentro das quatro linhas, mas na forma de se administrar o clube. E as palavras do FM uns posts atrás eram animadoras. Mas até onde podemos acreditar em belas palavras quando, em contrapartida, o Bocão nos delata que alguns procedimentos que o FM disse que eram tomados para se fiscalizar os sócios inadimplentes, bem como para atraí-los de volta ao quadro social, nunca foram aplicados no caso particular dele e de sua esposa. São dois casos isolados? Será? Sei não.

    Bem, sobre o jogo, Ricardinho, Mateus, Tiago Real e Carlos Alberto, vão umas considerações.

    Lamento a lesão do capitão, especialmente por essa condição dele, a liderança. Temos outras no elenco? Temos sim. Lima, Ivan, Ramon. Mas acho que dentro de campo o Ricardinho tem mais cara de líder. Por outro lado, se o sujeito é bem quisto por todo o elenco, a lesão dele é um fator de união de grupo.

    Sou mais pelo Tiago Real do que pelo Mateus, ao menos para essa primeira partida. O Mateus vai bem de segundo volante, portanto até caberia bem ali. Mas vamos jogar com o Camboriú, que deve vir pra arrancar um empate. Põe o Tiago Royal, como disse o Mário.

    Carlos Alberto vai ajudar muito, especialmente para a série B. Estão falando que ele pode estreiar na terceira rodada, diante do fiGAYrense. Mas ele entraria no lugar de quem? Glaydson? Pq no lugar do Ricardinho nao parece ser a dele.

    Ah, outra coisa, sobre o horário da partida. Acho que vai ser uma boa jogarmos de vez em quando às 19:30 nesse início de ano. Primeiro pq as chuvas de verão costumam cair ali pelas 16, 17 horas. Entao é bom para o público e para o nosso campo que nao tá com aquela drenagem 100%. Segundo pq, como foi comentado, vai dar tempo pra rapaziada voltar de BC, Penha, Piçarras, Barravas, Barra do Sul, Sao Chico e Itapoá e ver o jogo do Jecão.

    É isso aí, valeu. Abraço e saudações tricolores.

    ResponderExcluir
  13. Não concordo Mario. O tempo da marra ja passou.

    ResponderExcluir
  14. É amigos. Perdemos pra esse timeco ai mesmo. Deu raiva de assistir essa pelada, vamos ver quinta-feira o que acontece, mas não quero ser pessimista, porque um resultado ruim (empate ou derrota) em Itajaí e depois pegar o Figueira em casa podem complicar nosso inicio de Catarinão. Uma tabela que esta ótima pra gente levar esse primeiro turno pode acabar virando um pesadelo. Rei do baião precisa se mexer. mas repito, tudo depende do que acontecer em Itajaí.
    Tem atleta que só vai com treinador que mete o pé na porta, eduardo e gilton são exemplos disso. Mas não quero parecer oportunista e ja cornetar no primeiro jogo do "home" no comando. Outra coisa, com Ramon no meio campo nosso time fica muito vulnerável na marcação adversária (pra naum dizer que qualquer guri marca ele) e ficamos reféns de jogadas mastigadas pelo nosso meio campo sem nenhuma objetividade. Abrass amigos!

    ResponderExcluir
  15. Mario L. Nascimento23 de janeiro de 2012 14:06

    Leonardo,

    não quis dizer ganhar na marra, mas fazer com que os árbitros sejam mais cuidadosos. A maioria vai a Joinville e não se preocupa com o que vão falar. Apitam mal, desestabilizam os jogadores do JEC e todo mundo só fala que o time jogou mal. Não é desculpa para resultados como o de ontem. Mas se houvesse mais comentários duros contra más arbitragens, seriam mais cuidadosos. O fato é que ninguém da crônica esportiva de Joinville bate duro em erros de arbitragem. Mesmo que não determinem o resultado, fazem parte da partida e não poderiam ser esquecidos.

    ResponderExcluir