NASCEU CAMPEÃO

Tu és a glória dos teus fundadores

25 de jan de 2012

AS TROMBETAS DE JERICÓ (OU: ABRE O OLHO, GONZAGÃO!).

"Tendo ouvido o povo o sonido da trombeta, e levantado grande grito, ruíram as muralhas, e o povo subiu à cidade, cada qual em frente de si, e a tomaram".
Quem conhece e acredita na bíblia (ou acessa o google) "sabe" que o povo judeu derrubou as muralhas de Jericó apenas com o soar das trombetas, e esta cidade era um lugar de acesso à Terra Prometida.
Pois que no reino da Inácio Bastos, se ainda não soam as trombetas demolidoras, as cornetas já estão "falando" alto, e, por vezes, estão sendo tocadas com razão, em busca de um futebol prometido, ou ao menos esperado pela massa, que já viu esse time jogar bem, há pouco mais de dois meses.
Luiz Gonzaga está dando a chance, rapidamente, de as trombetas lhe atazanarem. Já falamos sobre o jogo de domingo passado, com escalação a meu ver equivocada, com o time desorganizado. Hora de mudar, portanto, na cabeça do técnico. 


Então, pra jogar contra o Marcílio Dias, que tomou 5 a 0 do "melhor time do Estreito", com falhas clamorosas da zaga, do goleiro, enfim, depois de levar um baile, nosso técnico resolve que a "melhor" solução é um 4-5-1, ou seja, em vez de tentarmos agredi-los, forçar a zaga que parece fraca, vamos esperar o time deles, vamos "cozinhar" o jogo, e, TALVEZ no segundo tempo, soltar o time, com a entrada do Charles Albert e do Aldair, por exemplo (êta caganeira azarada do guri, perdeu a posição no banheiro). Me parece um contrassenso, uma mudança equivocada.
Time do Marcílio já tá escalado!
É claro que o esquema, por si só, não diz nada, e o que importa é como o time se porta, quantos conseguem defender e atacar, se o time está compacto ou não, se cada jogador sabe que espaço ocupar. 
Mas a escalação ensaiada no treino de ontem (vamos ver se confirma no apronto de hoje) foi a seguinte, e que a meu ver não traz um bom prognóstico para o jogo: Ivan, Eduardo, Linno, PP e Gilton; Glaydson, Tarcísio, Mateus, Real e Ramon; Rangel
Em resumo, desfazemos os três zagueiros (o que já deu certo nesse time), aumentamos a responsabilidade defensiva de Gilton e Eduardo (não é o forte deles), enchemos a meiúca de volantes (Glaydson, Tarcísio - esse me pareceu ao menos com tesão de jogar bola, embora tenha de tocá-la mais rápido - e Mateus), e vamos com um armador de muita ideia e pouco fôlego, e um com muito fôlego e pouca ideia. 
A alegação (repetida várias vezes) do GONZAGÃO é de que nossos adversários já sabem a maneira de o JEC jogar. Ora, convenhamos, Ipatinga, Chapecoense, Brasiliense, CRB, todos esses sabiam como o JEC jogava, e mesmo assim, não conseguiram impedir nosso jogo.


É torcer para o Marcílio ser realmente fraco, e ver no que vai dar. Se o JEC não VENCER amanhã, o time e o treinador entrarão no domingo com a corda no pescoço, com um ou nenhum ponto, contra o Figueirense, que certamente será dificílimo. 
Que rufem os tambores na quinta, que toquem as cornetas, mas que o JEC se reencontre, faça 6 pontos nas próximas duas rodadas, para que as anunciadas trombetas continuem guardadinhas, e não precisem tocar para derrubar o GONZAGÃO (convenhamos, em um jogo só não dá pra crucificar o homem), porque se isto acontecer, é que na terceira rodada, apenas, o JEC já estará em situação difícil no turno. AVANTE, JEC! 

6 comentários:

  1. Nunca vi um time jogar num 4 5 1 e se dar bem, isso é esquema dos velhos tempos da seleção de Venezuela, Bolívia, Peru, todo mundo la atras com um camisa 10 cabeludo e um coitado la na frente correndo feito loco, tomando pau da zaga e não encostando o pé na bola; na minha opiniao é o legitimo esquema "chama derrota", se bem que o adversario é o Marcilio Dias, chama empate entao;
    ab Fabricio

    ResponderExcluir
  2. Jequeano é isso mesmo que estava matutando, na serie C nossos adversarios nos conheciam e nao conseguiam anular nossas jogadas.
    Entao pra mim falta o que, o Gonzagao ser mais atrevido, tem que jogar pra cima, ao menos, aquele velho ditado sempre sera correto, a melhor defesa é o ataque.
    Esperar as marinheiras virem locas pra cima nao dá, não quero meu Tricolor assim de novo.
    Podemos perder, podemos claro, mais jogando pra frente, com garra e humildade tantas vezes vistas no ano passado.
    No mais, Humildade e força de vontade JEC, Sds Tricolores

    ResponderExcluir
  3. Eu acredito que ele esteja pensando em por Tarcísio e Mateus para cobrir as subidas de Gilton e Eduardo respectivamente, caso isso se confirme acredito que à esperança. O Bruno faz pivô (ele mostrou ser capas disso) para chegada de "Ramão" e Thiago Real e recebe apoio no ataque com as investidas dos laterais.
    Claro que isso não quer dizer que Gilton e Eduardo não precisam marcar, porém terão cobertura. Se o JEC começar na ligação direta com Bruno ai fudeu, para isso não acontecer é preciso que Tarcísio e Mateus façam a ligação entre os zagueiros e os meias. Se bola chegar com qualidade para "Ramão" e Thiago esse esquema passa a ter alguma chance de fusionar, pois chegaríamos com 5 jogadores de qualidade na frente, quem sabe com 6 quando hora ou outra o Mateus arriscar também. Claro que essa não seria minha formação, mais lembra quando o Silas fudeu o Gelson Silva com um esquema parecido com apenas um atacante e o Patric com Eltinho acabaram com o jogo, lembro que chamei o Silas de cagão e falei que venceríamos fácil, se não me engano o esquema era 3,6,1.

    ResponderExcluir
  4. Cara, além do que você falou, de que os adversários nos conheciam, vale lembrar que todos eles são melhores que o Marcílio, convenhamos... tbm acho que não é a oportunidade correta de mudar, mas aguardamos até sexta.

    ResponderExcluir
  5. Vamos deixar o Gonzaga trabalhar da maneira dele.
    Se for pra dar merda que de agora, mas conversei com um jogador e o que ele me disse foi que o grupo não confia muito no Gonzagão.

    ResponderExcluir
  6. Amigos, por favor, eu não "guento" mais esse "técnico" na minha frente. Volta Leandro Machado, Ramirez, Gelson SIlva, qualquer um. Por favor, um técnico que nas duas primeiras rodadas enfrenta os piores times que eu já vi na minha vida e não consegue vencer é pra acabar. O barato vai acabar saindo caro para o JEC. Descaso com o torcedor isso, o cara não tem ambição nenhuma com relação a VITÓRIA, sim, VITÓRIA essa é a palavra que um profissional deve almejar. Não tenho nada a ver com a vida profissional desse camarada, mais o que ele ta fazendo no JEC explica o que acontece na carreira desse profissional, ele não tem ambição nenhuma.
    O camarada tem 3 substituições pra fazer e ganhar o jogo e fica com a mão naquele queixo que parece que vai cair. Ele é retranqueiro demais. Fez uma, e pelo menos poderia ter feito mais uma e arriscar para ganhar esse jogo, mais não, ele é uma estaca sem nenhum critério no banco de reservas.
    Desculpa Jequeano, mais eu to aqui a ponto de comer as teclas do teclado do PC de tanta raiva desse cara. Vai toma banho. #FORAMILIOLI

    ResponderExcluir