NASCEU CAMPEÃO

Tu és a glória dos teus fundadores

26 de jan de 2012

JEC EMPATA COM O MARINHEIRO. É UM SEMI-NAUFRÁGIO.

Ouvi os primeiros minutos na rádio, e nada acontecia. Quando finalmente consegui encontrar a transmissão na internet, o Marcílio abriu o placar, em bela jogada pela meia-direita de Tiaguinho (melhor jogador deles), mas que contou com o auxílio da frouxidão na marcação tricolor. Ele passou por uns quatro, até cruzar e deixar um qualquer na cara do gol.
Esse barco tá flutuando ou tá afundando? 
Alguns minutos depois, com o JEC razoavelmente bem no jogo, Tiago Real recebeu pela ponta esquerda e foi derrubado ao lado da grande área. Ramon foi pra bola e... GOLAÇO, de falta. O primeiro gol de falta do nosso camisa 10 em um ano, na gaveta (tomara que depois de desencantar isso se torne uma rotina). 
Até o final do primeiro tempo o JEC foi melhor, embora sem chances claras de gol (só um atacante dificulta bastante que se criem oportunidades para marcar). Aldair deveria entrar no intervalo, o que não aconteceu.


No segundo tempo, o jogo começou morno, e GONZAGÃO disse que Aldair logo entraria, no lugar de quem estivesse mais cansado. O Marcílio voltou melhor, e nós, ali, amorcegando. Aos 10', Ivan operou um puta de um milagre.
Aos 13', finalmente, entrou Aldair (com as chuteiras erradas, pois choveu durante o intervalo e o guri escorregava em quase todos os lances), mas continuou à beira do campo o cagaço do Miliolli, pois já era de tentar algo mais ofensivo, tirando um volante, ou um dos três zagueiros (e não mudou mais ninguém até o fim do jogo). O jogo não estava difícil, nosso time é que produzia muito pouco ofensivamente. O time vai ter de se ajeitar sozinho, pois a ajuda do banco será pouca. Só aos 25 minutos chegamos com algum perigo, na segunda etapa. Bago pra frente, só ligação direta, após a saída do Ramon. Tivemos alguma posse de bola, mas chance de gol, nada, exceto por um chute de fora da área, na trave, desferido pelo Tiago Real. Aos 47' o Marcílio quase matou o jogo. 
Gostei do Tiago Real, do Ramon enquanto esteve em campo, do Tarcísio. O resto fez o feijão-com-arroz seco, sem nada de especial. Foi um pouco melhor do que contra o Camboriu, até porque se fosse pior, seria um filme de terror. Tá foda.


Parece que está tudo conforme o planejado, mas só nos planos do GONZAGÃO. O Nereu tava puto, falou na entrevista que, dos times que viu, o Marcílio era o pior, ou seja, não vencer o time mais fraco o incomodou. Deveríamos ter 6 pontos, dada nossa tabela bastante favorável (CAM e MAR), temos apenas 1. Estamos em oitavo na classificação. O jogo contra o Figueirense é um clássico, e um empate seria natural, para chegarmos a 7 pontos. Agora, o empate será péssimo. Só a vitória será aceitável, e acho que sem ela, Luiz Gonzaga logo terá de volta sua antiga função no Tricolor, a divisão de base. A imprensa já tá contra, a torcida quase, a diretoria também tá começando a dar indiretas contra o técnico. Tá na obrigação de vencer, e bem contra o adversário mais difícil. Espero que ele não entre num 3-7-0 pra não perder do time do Estreito. AVANTE, JEC!



Ficha técnica: Marcílio Dias 1 x 1 JEC, Itajaí, 26.01.12

JEC: Ivan; Linno, Fabiano Silva e Pedro Paulo; Eduardo, Glaydson, Tarcísio, Tiago Real, Ramon (Aldair) e Gilton; Bruno Rangel. T: Gonzaga Millioli.
Marcílio Dias: Anderson; Régis, André Luiz, João Leonardo (Dudu) e Guaru; Rodrigo Pontes, Nilson Sergipano, Douglas (Márcio Tinga) e Thiaguinho; Flávio Dias e André Neles (Leandro Kuszko). T: Jamelli.
Gol: Ramon, aos 30/1º tempo

17 comentários:

  1. Amigos, por favor, eu não "guento" mais esse "técnico" na minha frente. Volta Leandro Machado, Ramirez, Gelson SIlva, qualquer um. Por favor, um técnico que nas duas primeiras rodadas enfrenta os piores times que eu já vi na minha vida e não consegue vencer é pra acabar. O barato vai acabar saindo caro para o JEC. Descaso com o torcedor isso, o cara não tem ambição nenhuma com relação a VITÓRIA, sim, VITÓRIA essa é a palavra que um profissional deve almejar. Não tenho nada a ver com a vida profissional desse camarada, mais o que ele ta fazendo no JEC explica o que acontece na carreira desse profissional, ele não tem ambição nenhuma.
    O camarada tem 3 substituições pra fazer e ganhar o jogo e fica com a mão naquele queixo que parece que vai cair. Ele é retranqueiro demais. Fez uma, e pelo menos poderia ter feito mais uma e arriscar para ganhar esse jogo, mais não, ele é uma estaca sem nenhum critério no banco de reservas.
    Desculpa Jequeano, mais eu to aqui a ponto de comer as teclas do teclado do PC de tanta raiva desse cara. Vai toma banho. #FORAMILIOLI

    ResponderExcluir
  2. Joinville ta querendo imitar o Avai ano passado, cuidado pra nao acordar tarde; Jogo de ontem muito fraco, como todos que eu assisti ate agora nesse campeonato, continuar assim sera o pior campeonato catarinense em termos de nivel tecnico da historia;
    ab Fabricio

    ResponderExcluir
  3. Sandrão - JOINVILLE27 de janeiro de 2012 09:42

    Assisti ao jogo com o Bocão e o Fernandinho lá no Meurer. E vimos o que todos viram... um JEC pouco produtivo e que não soube ir pra cima e matar o jogo.

    Vou repetir aqui o que falei lá pro Bocão: "Colocamos um MilhoEóleo... só podia dar pipocada!!!" hahahahahaha

    Se o DeFalco visse o jogo de ontem diria ao MilhoEóleo: "Vá a bordo!!! Vá a Bordo!!! Ou então Vá a Merda!!! hahaha

    Fiquei sabendo que a Diretoria já tem um plano B, ou seja, já tem um técnico mapeado. Se o resultado não acontecer rápido, haverá mudança no comando da equipe.

    Com o plantel que temos à disposição, não dá pra ser um cara boca aberta como o MilhoEóleo... tem que ser um cara mais pulso firme, de mais "pegada".

    Mas precisamos urgente de um meia de armação! Um Wellington Bruno da vida não seria nada mal, hein?!! rsrsrs

    Abraços aos amigos ... e até domingo na Arena. Espero que com uma iluminação decente e sem tinta na bunda dessa vez... rsrsrs

    ResponderExcluir
  4. Quanto a iluminação, pode ficar tranquilo, porque com o "MilhoEóleo que só dá pipocada" o JEC vai terminar a rodada bem iluminado, com a lanterna na mão!

    ResponderExcluir
  5. Ficou provado que tecnico é tudo em um time pois falo do Artuzinho. O que me deixa admirado e louco da vida é ver um cidadão que trabalha no jec e ficou vendo o trabalho realizado pelo Artuzinho que provou que deu certo pois somos campeão brasileiro. Ter que escutar o Gonzaga dizer que todos conhecem o esquema tatico do Jec e que temos que mudar. O mais louco é que nunca ganharam da gente a não ser aquele tropeço em casa com a derrota para o Caxias. Meu deus lugar de inventar moda é em loja de roupa.

    ResponderExcluir
  6. Tava demorando para começar a aparecer as viuvas...

    ResponderExcluir
  7. Amanhã dá 3 x 0 JECÃO. Questão de honra e dignidade no nosso aniversário.

    ResponderExcluir
  8. Sandrão - JOINVILLE28 de janeiro de 2012 09:01

    Perderemos em casa amanhã para o Figueirense... infelizmente!!!

    Podem xingar... mas estou sendo realista!!!

    O JEC simplesmente perdeu "aquele" toque de bola que estávamos acostumados a ver.

    Pelos resultados anteriores até aqui, e principalmente pela forma como o time vem se comportando e jogando, tudo leva a crer numa derrota para o figueira amanhã na Arena.

    O problema não é que "todo mundo sabe o jeito que o JEC joga". O problema é que o próprio JEC está acovardado e esqueceu o jeito que sabe jogar!

    Ou vão pra cima com todas as forças amanhã, ou assistiremos mais uma derrota nesse início de campeonato. E aí, adeus primeiro turno! Podem mudar o planejamento e antecipar os trabalhos visando o segundo turno, que com certeza será muito mais difícil!!!

    Nos encontramos amanhã na Arena... e com chuva! Levem suas capas de chuva..hehe ;)

    ResponderExcluir
  9. Olha, pessoal, vamos conservar o otimismo. Lembram-se do ano passado? Todo mundo, inclusive nós, achava que o JEC apanharia do Avaí naquele jogo do Catarinense. Chegou o jogo e... 4 a 0 pra gente! O jogo de amanhã, contra o Figueirense, pode ser um excelente divisor de águas. Se ganharmos bem, a confiança dos jogadores aumenta e a equipe vai melhorar. Sobre o Milioli... É como disse o Mário Celso na rádio: "Ele com certeza não será o técnico da série B". É um profissional vitorioso, mas com conceitos ultrapassados.

    ResponderExcluir
  10. Sandrão - JOINVILLE28 de janeiro de 2012 11:08

    ALDAIR JÁ VALE MAIS DE 1milhão !!!

    http://wp.clicrbs.com.br/jec/2012/01/28/aldair-pode-ser-uma-das-apostas-contra-o-figueirense/?topo=84,2,18,,,67

    Aldair pode ser uma das apostas contra o Figueirense


    O Joinville tem o terceiro elenco mais valioso de SC e o 34º do País. A afirmação é da Pluri Consultoria, uma empresa de Curitiba especializada em análise de mercado. Sem levar em conta os contratos assinados entre clubes e jogadores, a empresa paranaense avaliou 132 times do Brasil. “A Notícia” publica os detalhes do estudo envolvendo o Joinville Esporte Clube e outros pontos do cenário nacional. (Clique aqui para ver o estudo)

    Segundo a pesquisa, os jogadores do JEC valem R$ 15,18 milhões e Aldair é o atleta mais valioso do clube. O atacante de 22 anos vale, para a Pluri, R$ 1.170.000,00. Entre os dez campeonatos estaduais pesquisados, Santa Catarina ficou em oitavo lugar.

    Um craque não nasce da noite para o dia. São necessários anos de aperfeiçoamento nas categorias de base até que o diamante bruto seja lapidado a ponto de brilhar aos olhos dos compradores. O jovem atacante Aldair, 20 anos, faz parte deste processo e hoje é considerado pela Pluri Consultoria o atleta mais valioso do clube, superando jogadores como o artilheiro Lima e o meia Ramon.

    O número pode parecer estranho ou equivocado à primeira vista. Mas a explicação é simples: o mercado da bola, cada vez mais, está em busca de jogadores jovens e que tenham potencial. Aldair, mesmo passando a maior parte de sua carreira até agora no banco de reservas do JEC, acumula alguns feitos no currículo.

    Em 2010, passou um ano emprestado ao Vitória/BA, de onde saiu bastante elogiado pelo técnico Antônio Lopes e pelo meia Ramon. No retorno ao Joinville, no ano passado, ganhou chances durante o Estadual, a Copa Santa Catarina e na Série C. Entrou poucas vezes no campeonato nacional, quase sempre no segundo tempo, mas conseguiu marcar três gols.

    “Eu fico feliz e me sinto lisonjeado pelo reconhecimento, mas não chega a ser uma surpresa já que os times estão cada vez mais em busca de atletas novos, que acabam sendo mais valorizados”, define Aldair.

    O contrato de Aldair com o Joinville foi renovado em março do ano passado e se estende até o fim deste ano. Depois, ele estará livre para negociar com o clube que desejar, mas sua vontade é permanecer. “Quero fazer um pouco mais pelo time, conquistar mais títulos e ser reconhecido pela torcida. Afinal de contas, eu também sou um torcedor”, destaca.

    Apesar da vontade de Aldair, é difícil que ele permaneça caso alguma proposta apareça. A sua multa rescisória gira em torno de R$ 3 milhões para clubes brasileiros e R$ 5 milhões para clubes do exterior. O último atleta vendido a peso de ouro pelo clube foi Ramires, em 2007. O JEC faturou R$ 620 mil com a venda de parte dos direitos econômicos do atleta. Depois, recebeu cerca de R$ 4,5 milhões com sua transferência do clube mineiro para o Benfica, de Portugal. Em 2010, quando o volante foi para o Chelsea, da Inglaterra, o JEC recebeu cerca de R$ 500 mil por ser o clube formador do atleta.

    ResponderExcluir
  11. Sandro, Aldair tem de valer mais, assim como o Gilton, que segundo a rádio, já teve proposta de 1,5 mi (e tá avaliado em menos do que isso. É esse o ano do guri, e digo mais, tem que brilhar já no catarinense, pra não ficar encostado na série B. Ontem o Nereu disse que já tá pensando em contratar mais um atacante velocista.

    Quanto ao jogo de amanhã, nem sei se escrevo alguma coisa pré-jogo, pois estou preocupado. Várias vezes quando tenho essa sensação ruim, o JEC vence, só pra me contrariar. Que seja assim amanhã.
    Quero ouvir a rádio agora meio-dia pra ver se dizem o que GONZAGÃO decidiu no treino.

    Temos que ganhar amanhã, se der pra jogar bem, beleza.
    Ab,ST

    ResponderExcluir
  12. É pessoal os tempos mudaram, agora voltamos a ser grandes e se a nossa diretoria não pensar como tal a coisa vai complicar.

    ResponderExcluir
  13. É meus amigos domingo tamos numa sinuca de bico.
    Torcer para o JEC ganhar e o ganzaga continuar a impurrar com a barriga?
    Ou torcer para o jec perder de uma vez e correrem com esse gonzaga daqui.
    Técnico retranqueiro e cagão pro JEC não serve mais

    ResponderExcluir
  14. Acho que o Gonzaga fica, mesmo com derrota e a pressão da imprensa. A Diretoria havia garantido, ao alçá-lo ao comando do time principal, que ele seria uma espécie de "interino". Ele ficaria até meados de fevereiro, e, caso a equipe estivesse em boa situação, ele permaneceria; caso não estivesse em boa situação, outro treinador seria chamado. Então, acredito que ele comandará o JEC durante todo o turno. É só um palpite meu.

    ResponderExcluir
  15. Por acreditar que o Milioli não sairá amanhã, não o secarei.

    ResponderExcluir
  16. Em resposta ao estimado Leonardo irei lhe explicar o que eu queria dizer no texto acima, tendo em vista que você não soube interpretar um pequeno texto mais mesmo assim irei lhe explicar o que eu queria dizer “é que o Gonzaga poderia usar o esquema tático do Artuzinho que estaríamos ganhando tudo”. Você entendeu agora estimado.

    ResponderExcluir
  17. Estimado anônimo. Mencionar o nome do Arturzinho pra mim é viuvez sim. O que precisamos aqui não é um técnico tapa buraco, e sim um técnico competente que conheça de futebol e que acerte em substituições, escalações, e também que saiba montar esquema tático conforme seu adversário.

    ResponderExcluir