NASCEU CAMPEÃO

Tu és a glória dos teus fundadores

21 de set de 2011

SEGUNDA FASE: UMA CAIXINHA DE SURPRESAS? - NEM TANTO, NEM TANTO...

Não tenho dúvidas que na primeira fase, não havia, entre Brasil, Santo André, Caxias e Chapecoense - embora esta última tenha ficado à nossa frente - um time que fosse melhor do que o nosso. No máximo, havia times que podiam se equivaler ao JEC - a CHA, principalmente - ou seja, em todos os jogos podíamos jogar de igual para igual.


Surpresas? Nem tanto, mestre!
Nessa segunda fase, ainda não temos essa certeza. Temos de estar preparados para que, ou Brasiliense ou Ipatinga sejam equipes melhores, mais qualificadas do que o JEC, e aí, vamos ter que ganhar na correria, na raça. Pode acontecer de uma equipe disparar na classificação (oxalá sejamos nós) e ficarem as outras três brigando pela segunda vaga.


Fábio Menezes já descartou essa superioridade ipatinguense, embora tenha alertado para três jogadores deles: o lateral Alex, o meia Wellington Bruno (essa é pra ti, Glaydson) e o atacante Frontini (contra esse aí me parece que temos de ter um colado nele e um na sobra, pra não deixar esse argentino querer fazer graça dentro da área. Nas bolas aéreas, Linno ou Renato Santos vão ter de colar nele, e mais um ficar nas redondezas). Estamos avisados que essa jogada será complicada, portanto, nada de dar bobeira.


A presunção corriqueira por aí, de que Madureira, Macaé e Marília fossem piores que Caxias, Brasil e Santo André é somente isso, uma presunção, Não dá pra apostar nisso e confiar que BRA e IPA sejam mais fracos que JEC e CHA, mas também não dá pra dizer, de antemão, que sejam mais fortes.
Mas algumas notícias dão razão ao pensamento de que talvez os adversários de BRA e IPA, fossem mais fracos. O Marília vem numa crise terrível, há dois ou três anos. Caiu para a terceira divisão paulista, e um time que vinha bem na Série B até outro dia, de repente, em dois anos, cai para a Série D. Desmandos na diretoria, ingerência dos diretores na escalação, etc., culminaram no rebaixamento. O MAC estava mal, portanto (veja aqui) .
Madureira e Macaé (essa cidade tem royalties do petróleo) não têm torcida, são times do subúrbio carioca ou de cidade sem grande representatividade futebolística - certamente porque por lá deve grassar essa cultura do segundo time, e os habitantes devem ser viciados nos times do Rio, fizeram um Campeonato Carioca bastante modesto (respectivamente 11º e 14º lugares).


Como dizem por aí: essa é a maior patrocinadora do JEC!
Isto posto, temos (além de um time, no mínimo, em igualdade de forças) em relação a nossos adversários, uma vantagem grandiosa nessa segunda fase: A NOSSA TORCIDA.
Nossa média de público como mandantes é de 7.996 TRICOLORES (que vai chegar a mais de 9 mil com o jogo do próximo domingo, em que mais de 12 mil pagantes estarão na Arena). A do Ipatinga é de 1365 testemunhas, a do Brasiliense de 2142 candangos, e a da Chape, 3832 kaingangues. Essa diferença só não é ainda maior porque tivemos aquele jogo sob um temporal horrível, em que menos de 5 mil tricolores estiveram na Arena.
Ademais, o Ipatinga jogou contra Macaé e Madureira (com média de público inferior a 500 torcedores), Marília - com boa torcida, e Brasiliense, uns gatos pingados.
Aqui, vão sentir o bafo na nuca (homenagem aos gaúchos, pelo dia comemorado ontem - ui!) de mais de 12 mil torcedores, e vão sentir a pressão, vão jogar contra Estádio cheio pela primeira vez na competição. A mesma coisa o Brasiliense, só jogou contra públicos merrequinha, sem torcida gigante os pressionando. Só a Chapecoense já está acostumada à nossa torcida - embora presumo que tenham de lidar com mais do que o dobro daquilo que viram na Arena na primeira fase. Até podermos querer repetir a primeira fase e fazer novamente 6 pontos contra o time do Oeste, mas isso será bastante difícil, não contemos com o ovo antes de ele ser posto. Nossa torcida pode fazer a diferença.

Acho que esse é um handicapa massa tricolor - que não se pode deixar de considerar. Lotar a Arena nesses jogos do turno - e fazer 6 pontos; arrancar um empate (se vencermos, é só partir pro abraço e pra Série B) lá no Oeste, e aí teremos a grande chance de chegar na última rodada, contra o Ipatinga, talvez já na Segundona.
Vamos lá, galera! Agora é nossa hora. Todos à Arena!
VAMOS, PORRA! AVANTE, JEC!

15 comentários:

  1. no site chancedegol.com.br aparece o JEC como o segundo com maior chances de subir, só perdemos p/os primatas do oeste. vejam o site e verão que entre os oito somos o segundo. VAMO LÁ MOÇADA 13.000 NA ARENA DOMINGO. TE AMO JEC.

    ResponderExcluir
  2. Jaime, não conhecia o site. Não sei com base em que eles chegam a esses números, mas até eles estão a nosso favor. Tomara estejam certos. Ab, ST

    ResponderExcluir
  3. Índio, Coelho, Tigre e Leão ano que vem na B. Tenho certeza! Infelizmente para alguns e felizmente para outros! Série B será um catarinense de luxo. Abraços

    ResponderExcluir
  4. Estive na capital, neste finde e falei sobre o público na ARENA, eles falaram que era pouco , então argumentei que não jogamos contra os grandes do Brasil, mandei olhar o publico deles contra os pequenos e acho que eu saí por cima desta.TE AMO JEC.

    ResponderExcluir
  5. Edson Parana (Fpolis)21 de setembro de 2011 19:46

    Olá Jaime,apenas uma correção se me permite: não é capital e sim ''a dita capital'' (vão pro inferno manezada do caralho) HAHAHA KKK. Esses daqui se acham por terem 2 ''times'' na A (novamente vão pro inferno manezada do caralho). JEC RUMO A SÉRIE ''B'' 2012 ST.

    ResponderExcluir
  6. Edson Parana (Fpolis)21 de setembro de 2011 20:09

    Mt bem observado pelo Jaime, no site chancedegol.com.br entre os oito estamos em segundo com chance de acesso e tbm no nosso grupo. E com larga vantagem em relação ao primeiro colocado do outro grupo. Essa campanha tá me cheirando bem. JEC RUMO A SÉRIE ''B'' 2012 ST.

    ResponderExcluir
  7. Caro Edson Paraná, também estou confiante no time, mas creio que o futebol se resolve dentro de campo. Favoritismo acaba quando o árbitro apita o início do jogo.
    Vide http://chancedegol.uol.com.br/brd10.htm , olhe o 1o jogo!
    Então, a receita é baixar a cabeça, treinar forte e jogar com vontade, que a chance de dar certo é maior!
    Abraço, e boa sorte e competência ao nosso tricolor!

    ResponderExcluir
  8. Na minha opinião, matemática só entra no futebol APÓS AS PARTIDAS terem acontecido!
    Dá-lhe JEC, vamos quebrar as estatísticas e vencer todas daqui pra frente!

    ResponderExcluir
  9. André, concordo plenamente contigo. Não há razão lógica para o JEC ser favorito sem jogar. Só depois de vencermos o IPA - é o que espero - que poderemos começar a dizer que estamos na frente de alguém. O empate, por exemplo, será ruim. O negócio é esquecer os números e JOGAR BOLA. AB, ST

    ResponderExcluir
  10. concordo também com o André, já estão fazendo contas sem ao menos terem números concretos.
    Pra iniciar uma conta tem que ter um algarismo e espero que este seja o 3 a nosso favor.
    Saudações tricolores e até domingo na arena...

    ResponderExcluir
  11. Mario L. Nascimento23 de setembro de 2011 00:28

    É isso mesmo, André, Jequeano e Márcio.

    Estatísticas que valem só mesmo as de 100% de probabilidade. E isso só é possível depois do fato consumado.

    O resto é conta para analisar e apontar o que PODE acontecer e não o que VAI acontecer.

    Esse joguinho de probabilidades é o que mais os adversários de times brasileiros usam pra dar aquela relaxada nas nossas seleções. Desde vôlei até cuspe a distância. Entramos como favoritos e muitas vezes saímos como derrotados. Por nossa própria incompetência falta de concentração e/ou humildade. Enquanto o adversário redobra todos esses "fundamentos".

    Portanto, não somos favoritos a nada. Os jogadores têm que entrar em campo e lutar do primeiro ao último segundo. Se na primeira fase já não tinha time bobo, agora é que não tem mesmo.

    Raça, vontade de vencer e consciência do que são capazes. Sem estatísticas, sem favoritismo e SEM MEDO!

    VAMOS SUBIR, JEC!!!

    ResponderExcluir
  12. Lembro, Mário, Márcio, André, que no ano passado, nessas mesmas estatísticas pós primeira fase estávamos praticamente com o acesso na mão, só o Guarany de Sobral tinha mais chance, e lembramos bem que se não fosse a escalação irregular do atleta do América, teríamos nos lascado.
    Mas vamos torcer para que esse chute esteja certo.
    Ab, ST

    ResponderExcluir
  13. Sandrão - JOINVILLE23 de setembro de 2011 11:12

    Jequeano,
    No SOUJEC tem um trabalho bem interessante, com as equipes do grupo F da série C.
    Fichas dos atletas, números dos times, estatísticas, curiosidades.
    Dá uma olhada lá. Eu gostei bastante.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  14. O trabalho realmente ficou muito bom, mas meu computador aqui não abre bem os arquivos, fica pensando, pensando, e não decide.
    Não sei se o site SOUJEC é que tá muito pesado, ou se essa merda de computador que é uma carroça.
    Ab, ST.

    ResponderExcluir
  15. O nosso Glaydson deve ter cuidado com um meia chamado Wellington Bruno do Ipatinga. Vem se destacando nessa equipe. Já ouvi falar que o cara tem uma qualidade enorme, bom ficar de olho. Ele disse em entrevista também, que devem vir a Santa Catarina e ditar o ritmo da partida, porque se a vitória não vier um empate será bom. Ou seja, não irão vir retrancados, sairão para o jogo e o JEC pode se aproveitar disso. No mais é torcer para não chover e vencer em casa.

    ResponderExcluir