NASCEU CAMPEÃO

Tu és a glória dos teus fundadores

14 de ago de 2013

DE ESPANHA A TAITI EM 9 PASSOS: JEC 0X1 PALMEIRAS

Paramos para a Copa das Confederações como a Espanha (embora ao final derrotada para o Brasil, foi vice,
como nós que estávamos em segundo na tabela, e agora somos o 10º), e saímos de lá para cada vez mais parecermos o Taiti (salvo pela razão de que não tomamos goleadas) - 1 vitória, 3 empates, 5 derrotas.

O jogo de ontem foi triste. Aos 5', gol do Palmeiras. Já tinha lascado tudo no início da peleja.
Baita público, mais de 15 mil pessoas, com chuva, frio, renda alta pra dar uma aliviada nas contas do clube, todo mundo molhado ou comprando as capas de saco de lixo a preços extorsivos, e o time naquela "inhaca".

Não quero ser impreciso, mas tivemos, se tanto e se é que assim se pode chamar, duas chances - pouquíssimas - apenas em bolas paradas, uma em que a bola passou por baixo das pernas do Lima, e uma outra, num bololô dentro da área, no segundo tempo. Não vi muito mais do que isso. Henrique e Wilson não deixaram nosso time chegar perto do gol. Fernando Prass declarou que não teve trabalho nenhum durante o jogo.

Drubscky falou que o time esteve bem. Sinceramente, vi outro jogo, sem emoção até, num frio dos infernos, dada a inoperância de nosso time. Não chegamos perto de empatar, quem dirá de vencer o jogo. Não sei se não seria o caso de voltar ao time que começou bem o torneio, com mais consistência defensiva, com Carlos Alberto na lateral, Marcus Vinícius e Recife na contenção, e (pasmem e aceitem a contradição) o lento mas mais defensivo Ricardinho. Tentar voltar ao que deu certo. 
Coincidência ou não (meu entendimento tático é precário), com a entrada de Eduardo na volta da pausa da Confederations, aos 3' do primeiro tempo do jogo contra a Chape, após a contusão de Charles Albert (by Jorge Lafond - falecido, intepretando Vera Verão), nosso time começou a desandar.

A derrota de ontem não seria frustrante e nem foi surpreendente, pois a capacidade de investimento do Palmeiras é absurda frente à nossa "pobreza". O que fode é que a frustração vem acumulada desde resultados como entregar um empate para a Chape, empatar com lanterna ABC, perder do BOA, do Paysandu, do ICASA. 

Felizmente - ou não-, não há muito tempo para lamentações (pois é só o que se ouviu hoje), e sexta-feira já voltamos a campo, contra o Oeste de Itápolis, a quem enfrentamos pela última vez na Série D (aliás, nosso jogo de estreia na 4ª Divisão foi exatamente contra o Oeste, num dia chuvoso, na Arena, com pouco mais de três mil torcedores no estádio - veja texto sobre o jogo aqui, e notem que Eduardo, Ricardinho e Lima já estavam por aqui e lembremos que as coisas já foram bem piores há não muito tempo). 
Contudo, as esperanças de vitória, contra quem quer que seja, já começam a esvair. Se o Oeste nos vencer, já nos ultrapassa na tabela. É começar a vencer, e logo, trocar vitórias e derrotas, e não apenas acumular maus resultados. AVANTE, JEC!

19 comentários:

  1. Rodada perfeita:
    Vitórias de: Jec claro, Ceará, São Caetano, Atlético Goianiense, América de Natal, ABC, Paysandu e Icasa.
    Empates entre: Chape e Paraná, Guará e ASA.
    Posição ao fim da rodada: 6º com 24 pontos.

    Rodada da desgraça:
    Derrotas de: Jec puta que os pariu, Ceará, São Caetano, Atlético Goianiense, América de Natal, ABC, Paysandu, Icasa, Paraná e Guará.
    Posição ao fim da rodada: 11º com 21 pontos (Livrai-nos, ó Deus)

    ResponderExcluir
  2. O repórter está afirmando que a Unimed deixará de ser o patrocinador master do Fluminense em 2014. Então, ele comentou sobre o clube não ter aproveitado a parceria para um projeto de estruturação de longo prazo do departamento de futebol e em outros trechos comentou sobre a (in)gerência de uma pessoa (CEO da Unimed) no mesmo departamento, realizando ou deixando de realizar contratações conforme seu humor ou empatia com treinador coisa e tal.

    "Mansur usa o exemplo do Corinthians, campeão brasileiro em 2011, da Libertadores e do Mundial em 2012, e adversário do Tricolor carioca nesta quarta-feira, pelo Brasileirão, como exemplo de um bom planejamento a longo prazo para um departamento de futebol

    - A gente pode entrar nisso melhor ao falar do jogo entre Fluminense e Corinthians. Existe uma aparente inconsistência de projeto, que é o oposto que a gente vê, por exemplo, no adversário, o Corinthians. Nos últimos cinco anos, apresenta um projeto mais consistente de clube. São os últimos campeões brasileiros, mais com realidade diferentes em seus departamentos de futebol. Se pegar o time de 2009 do Corinthians, o primeiro ano no retorno à elite, é muito diferente do que é hoje. Mas a gente nunca leu, de 2009 a 2013, em início de temporada, que o Corinthians estava reformulando todo o seu time. Ele passou esses anos dando a sensação da manutenção de uma base e fazer modificações aos poucos. Isso aconteceu porque havia um projeto de equipe. Nunca teve um time totalmente novo que precisasse de tempo para se reestruturar."

    Isso lembra algum clube parecido por perto?

    O que é uma base num time? 3 ou 4 jogadores no time titular?
    Ficaram do ano passado no Jec: Ivan, Eduardo, Ricardinho, Lima, Jussani e Carlos Alberto.

    Titulares e reservas que entravam bastante que saíram no ano passado: Maurício (baita zagueiro), Pedro Paulo, Glaydson, Leandro Carvalho, Willian, Tiago Real, Alex, Bruno Rangel e Jean Carlos (ui!).

    Ao que saiu na mídia, os que saíram por falta de acordo salarial, leia-se aumento, foram Maurício e Leandro Carvalho, este último foi negócio obscuro.
    Os que foram simplesmente dispensados foram: Pedro Paulo, Glaydson, Bruno Rangel e, graças a uma conjunção astral, Jean Ferida Carlos.
    Os que saíram para outros clubes que não tinha como segurar: Willian, Tiago Real e Alex.

    Me digam, pra quê mandar embora o Pedro Paulo, Glaydson e Bruno Rangel (artilheiro da série B desse ano com dois jogos a menos)?
    Será que não seria mais barato ter mantido o Maurício? Será que uma grana a mais não manteria o Leandro Carvalho e não seria mais barato no fim das contas?

    Nosso time se desfaz da base todo ano, assim não dá!

    Imagina a base com algumas contratações desse ano: Ivan, Eduardo, Rafael, Maurício, Rafinha (persiste o problema na esquerda), Leandro Carvalho, Augusto Recife, Marcelo Costa, Wellington Bruno, Lima e Bruno Rangel. Banco: Ricardinho, Pedro Paulo, Edigar júnio, Ronaldo, Francis, Carlos Alberto, Liguera, Artur Maia, só para citar os melhores.

    Não precisaria trazer zagueiro que não joga, atacante que vive machucado...
    Acredito que o rendimento seria melhor com talvez o mesmo investimento.

    Vale lembrar que tudo que falo é baseado nos resultados em campo e no que saiu na mídia. Não sei o que acontecia dentro do clube, mas me parece ter havido falhas.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se eu "fosse tu", eu ia ler outra coisa. Vai ler horóscopo.

      Excluir
  4. Bocão: há dispensas muito equivocadas. Como bem disseste, Leandro Carvalho (quis sair, segundo se diz), Pedro Paulo (seria ótimo no elenco), Glaydson, Rangel - segundo Nereu I e único, jogador de Série C. Renato Santos foi perdido por uma mixaria e rendeu uma grana preta ao bvaí. Tem negócios que ninguém, exceto o Nereu, entende. Vá saber.
    Podíamos ter uma base de uns dez bons jogadores mais ou menos fixos, e não só três ou quatro (Ivan, Eduardo, Ricardinho e Lima), os decanos do grupo - e que segundo alguns cronistas - não se isso é verdade - estão contaminando o grupo. Aurélio Ramos tá cornetando todo dia.
    Não se pode deixar de notar que Eduardo e Lima foram os primeiros a falar abertamente contra a demissão de Arturzinho e a contratação do Drubscky.
    Hoje vamos de Edu no ataque - esse é outro que ainda não disse a que veio. Ronaldo, de quem não gosto muito, tem 5 gols. Deveria jogar. Tomara que o Edu me contrarie.

    ResponderExcluir
  5. Edson Paraná; fpolis (vão pro inferno manezada do caralho)17 de agosto de 2013 21:52

    Ae tal anônimo, de tanta coragem que vc tem, nem nome na identificação colocou. VC É UMA LEGITIMA MERDA KGADA PELA VIDA, VÁ APRENDER SER GENTE E DEPOIS SE APRESENTE NUMA REDE SOCIAL OK pobre homem............

    ResponderExcluir
  6. Bom, a 16ª rodada só não foi melhor por que Boa, Sport, Palmeiras ganharam e o avaíbis e mequinha mineirim empataram.
    Ao invés de 6º, estamos em 7º. Melhor que a 10ª em que estávamos.

    Vejamos os próximos resultados:
    17ª rodada perfeita:
    Vitórias de: Jecão, ABC, América de Natal, Oeste, Atlético Goianiense, Bragantino e Paysandu.
    Empates entre: Ceará e Guará, Boa e Palmeiras, e Paraná e Sport.
    Assim, terminaremos em 5º lugar. Se o Sport ganhar podemos ficar em 4º, mas aí é mais um que se distancia.

    Se der tudo errado podemos voltar à 10ª posição.

    Torçamos!

    ResponderExcluir
  7. Duas noticias que circulam na cidade:
    1) O JEC esta acertando com o volante Germano do Londrina (ex Santos)...

    2) Nesta semana um volante do JEC esteve envolvido em nova confusão extra-campo (festa, etc) e por isto não viajou...isto já aconteceu antes...ser for verdade, a diretoria precisa tomar atitudes e mandar o cara vazar logo, pois com certeza leva outros para o mal caminho também...como disse são boatos, mas onde há fumaça, há fogo!!!

    Vou aguardar os proximos jogos para ver se o time realmente evoluiu...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fernando, quem não viajou, o Somalia? Também não estou muito certo da evolução. Ivan fechou o gol
      Valeu, Edson, parece que o boca aberta já desistiu de incomodar.
      Bocão, a rodada foi bastante boa. Torcer pra que tudo, sempre, dê certo é foda. SE tivéssemos feito resultados aparentemente fáceis, os outros é que precisariam estar secando o JEC. Nós é que nos colocamos nesta situação difícil.
      Amanhã o texto sobre o jogo de sexta

      Excluir
  8. Escutei falarem que rolou ate policia.....pena que nao deixaram preso ate o final do contrato.....

    ResponderExcluir
  9. Ouvi há pouco que o Bruno Rangel pode estar saindo da Chape. A rbs tá fazendo aquele servicinho de sempre.

    Talvez seja uma boa a gente crescer só depois do meio do campeonato, aí não acontecem casos como o do Alex, Tiago Real, William e também as propostas de sempre dos times da capital amplamente noticiadas pela rbs.

    Subiremos!

    ResponderExcluir
  10. Vcs conhecem o Bruno Rangel Bocão, vai dizer que o time que tiver pagando 1 milhão vai ta fazendo um bom negocio? Deixa eles fazer uma propaganda pra nós.

    Ab Fabricio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fabrício, um monte de gente aqui em Joinville disse que 2 milhões e tantos mil reais pelo Ramires pagos pelo Cruzeiro era péssimo negócio pra raposa na época da venda dele.
      Veja se foi ruim o negócio...
      Nunca se sabe, às vezes esses caras deslancham. E eu acho ele um ótimo jogador. Tem tempo de bola, bom posicionamento, finalização...

      Mas olha, espero que a Chape não cometa os mesmos erros do Jec, quando era pra vender o Gilton por 1 milhão pro Botafogo não quiseram, depois de um ano foi dispensado. O Eduardo tá parecendo ser a mesma historinha.

      Excluir
    2. Ai que ta, B.R. ja tem 30 e poucos anos, ninguem vai pagar mais que isso, se não vender agora em novembro sai de graça. Ramires é diferente era mais jovem. Crime foi nosso ala esquerdo se meter numa fria com doping, pelos jogos que fez no inicio do campeonato tinha tudo pra ser o craque do campeonato jogou muito mesmo, mas sifu.
      Ab Fabricio

      Excluir
    3. Bocão,

      Na época o JEC vendeu 70 % do passe do Ramires ao Cruzeiro por algo em torno de 300 K, não mais que isto!!!

      Excluir
    4. O balanço patrimonial do Jec diz que foi mais de R$ 2 milhões.

      Excluir
  11. Na época se falou exatamente no que tá dizendo o Lenzi - 300 paus mas ficou com 30% do passe. Quando vendeu-se para o Chelsea é que tivemos direito, se não me engano a algo perto de cinco milhões, em parcelas. Será, Bocão, que essas duas milha não é parte do pagamento posterior?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não esqueçam que ainda levamos nesta negociação 4 jogadores emprestados por temporada do Cruzeiro que nunca vieram (cada um por 5 conto e pensar que hoje isto é salario de futebol amador), + 10 litros de canhaça Seleta + 1 TON de pão de queijo, etc....

      Excluir
  12. Caixa em 2014....tá bom, que historinha, não?

    Pergunto: E se neste ano subirmos para a Serie A, também será este valor de 150K/mes?

    Desculpem-me, mas isto foi somente para deixar o "povo Jequeano" mais calmo.....já tivemos promessas no passado...

    ResponderExcluir