NASCEU CAMPEÃO

Tu és a glória dos teus fundadores

27 de mai de 2013

JOINVILLE ESTREOU MUITO BEM. AMANHÃ TEM MAIS, EM GOIÂNIA.

Um primeiro tempo muito bom, firme, não dando espaço nenhum
Foto: ND Online
ao "massa bruta" - fiquei com dúvidas se se tratava de um time de pedreiros - nos colocou à frente do placar, por dois a zero, com gols de Lima e Ronaldo, sempre com a participação de Marcelo Costa (que fez sua melhor partida com a camisa do JEC, e ainda daria o passe para o terceiro gol, por cobertura, de Artur Maia). 

No segundo tempo, um início um pouco desorganizado, dando algumas chances para o Bragantino encostar no placar, mas os gols foram evitados ou por ruindade do ataque adversário ou em razão de grandes defesas de Ivan
O terceiro gol do JEC matou o jogo, e ainda perdemos a chance de fazer o quarto gol e dormir na liderança do campeonato - o que pouco importaria salvo pela gozação, haja vista que o que importa é estar entre os quatro lá na 38ª rodada. 
Lima desencantou, embora ainda pareça lento e dispersivo. Se ele quiser (e se puder, fisicamente) voltar a ser o artilheiro que já foi, seria muito bom. Quem sabe não esquece.

A defesa continuou sólida, malgrado Carlos Alberto e Rafael tenham se contundido, ao que parece, ambos com pouca gravidade, eis que Charles Albert viajou pra Goiânia, e Rafael deve estar à disposição para sexta-feira, contra o ASA (que tem um time acertadinho, os vi jogando contra o Paysandu, que é fraco). Os volantes bem, com Augusto Recife um pouco abaixo, em razão de ter tomado um cartão ainda no primeiro tempo.
Arturzinho, em entrevista depois do jogo, disse que "defensivamente nosso time está consolidado, às vezes falta ofensividade e criatividade, e isso está sendo cobrado dos atletas". É bem verdade, embora possamos relevar que os desfalques, principalmente do meio para a frente continuam sendo muitos - em verdade um a mais do que para o jogo de ontem. Agora são doze os encostados, embora com retorno programado de pelo menos três ou quatro para o jogo de sexta, em Joinville.


Esse é o "campinho" a encarar.
Em Goiânia, jogaremos no maior gramado do país, o de maior dimensão, o que se, por um lado dificulta a marcação, pode, se tivermos a capacidade de não tomar gol no início do jogo, proporcionar que usemos a dimensão do gramado como vantagem para contra-ataques, e quem sabe, buscarmos uma vitória fora. Na Série B, não tomar gol, ou melhor, não tomarmos o primeiro gol da peleja, é mais de meio caminho andando para vencer o jogo. O Atlético-GO é dos adversários mais qualificados da Série B, oxalá façamos um bom jogo, e consigamos impedir o ímpeto ofensivo inicial de nosso adversário.

Vou relembrar a lição da entrevista do Pelaipe citada no último post: cada jogo é importante. Não adianta achar que perde dois ou três jogos e depois recupera. - Não recupera porra nenhuma. Então, buscar ponto(s) é o ideal. E se conseguirmos buscá-los com os tantos desfalques que temos, imagino com otimismo o que poderemos fazer com o elenco completo.

Haverá o tempo de se falar na importância que terão os 6 jogos (18 pontos) que faremos contra nossos conterrâneos catarinenses - no Estadual, por exemplo, perdemos 6 pontos contra a Chapecoense - "O" Chapecoense, diria a mídia do eixo RJ-SP. Mas isso é assunto pra quando enfrentarmos o bvaí, na 5ª rodada. Logo, primeiro as coisas primeiras. A Goiânia e ao Serra Dourada, então. AVANTE, JEC!

Ficha técnica: Joinville 3 x 0 Bragantino, 25.05.13, Arena
JEC: Ivan; Carlos Alberto (Boiadeiro), Sandro, Rafael (Diego Jussani) e Rafinha; Augusto Recife, Marcus Vinicius, Arthur Maia (Jailton) e Marcelo Costa; Lima e Ronaldo. T. Arturzinho
Bragantino: Rafael Defendi; Macedo, Alvaro, Kadu e Bruninho; Carlinhos (Preto), Elias, Serginho, Deyvyd Sacconi (Magno) e Danilo Sacramento (Dudu); Lincon. T. Mazzola Jr.
Gols: Lima, aos 16’ e Ronaldo, aos 33’ do 1ºT e Arthur Maia, aos 20 do 2ºT 

25 comentários:

  1. Jequiano,levei um colega meu Cruzeirense de Belo Horizonte ao jogo no sábado e o cara ficou louco com a quantidade de cornetas na torcida do JEC.
    Dizia ele: Que porra é essa! O time ganhando de 2 x 0 os caras não param de encher o saco, puta que pariu!
    No intervalo ele elogiou o camisa 8 (Arthur Maia) um cara escutou, quase avançou no "minerim", comentei com ele que realmente o Artur não estava bem e que joga mais que aquilo, e que inclusive no inicio do ano era pretendido pelo próprio cruzeiro, depois o cara faz aquele golaço "minerim" falou, pqp, deveria ter ido pro meu cruzeiro...
    Cara realmente a nossa torcida tem hora que enche o saco, domingo fui com esse amigo assistir a Coritiba e Atlético-MG a convite do zagueiro do coxa Leandro Almeida que 'e sobrinho desse meu amigo e vimos que a torcida mesmo com a falha do goleiro do coxa não ficou torrando o saco, aqui em Joinville o time ganha e sai vadiado, eu acredito que são torcedores mistos, não tem outra explicação, lógico que tem hora que o time erra e o cara fica puto, mais tem cara que passa do ponto, time ganhando, jogo fácil, e o corneta la torrando...

    ResponderExcluir
  2. Jean, isso é normal, eu sento no povão, bem no meio de campo, na primeira fila, tem um corneteiro que enche o saco o jogo inteiro, ficou falando do Marcelo Costa a partida inteira, acho que naum viu o que ele fez em campo, fica perdendo tempo em cornetar esquece de ver o jogo, qualquer dia alguem vai detonar o cara.
    No mais Jequeano, hoje as 10 grudado na telinha, vamos subir JEC, Sds Tricolores!!!

    ResponderExcluir
  3. Dácio, eu consegui ficar nas cobertas por uns 6 meses. Não dá, é muita corneta. Já faz uns três anos que voltei para a descoberta. Também tem os chatos, mas são menos. Leia no primeiro link abaixo a historinha do cara que jogou um saco de pipoca nuns guris lá da coberta. Eu só não fui pra cima do cara porque o cara era muito grande (rs).

    Jean, não sei há quanto tempo lê o blog, já tratei de nossa torcida há um tempo, como podes ver no link abaixo, há uns três anos. Nosso time andava muito mal, é verdade, até acho que a torcida melhorou um pouco, bem pouco.
    Eu tenho uma tese pouco ortodoxa: televisão faz mal pra quem é burro. Explico: o cara vê Barcelona x Bayern e acha que vai pra Arena ver o Messi, o Schweinsteiger, o Thomas Moeller, o Iniesta, o Robben e não consegue entender as coisas, e passa a cornetar a tudo e a todos. Entender a dimensão do JEC, a dificuldade para fazer as coisas, contratar bons jogadores, etc.
    Quem viveu os anos 2004-2010 de perto sabe que hoje cornetar é falta do que fazer. Nossa torcida é chata e fria. Leia os antigos textos com links abaixo. Ab, ST


    http://jecmania.blogspot.com.br/2010/08/do-mau-comportamento-da-torcida-do-jec.html

    http://jecmania.blogspot.com.br/2010/02/da-arte-de-falar-sozinho.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, eu só sou chato quando bebo!!!

      Excluir
  4. É bem por ae mesmo Jequeano, o JEC ganha duas ou três seguidas e ja pensam que é um Barcelona da vida, temos que torcer pelo que temos, quem sabe sudindo este ano para a serie A, não possamos ser um pouco mais exigentes.
    Mas a exigência vem antes ou depois do jogo, durante a peleja temos que torcer e não reclamar.
    Foi por isso que falei que iam detonar o cara, até que não é muito grande a persona, mais eu apanho de qualquer cego, surdo e mudo, se der um soco em alguem vai doer mais em mim que no individuo. hehehehehe

    Sds Tricolores ao que torcem realmente pelo nosso JEC!!!!!

    ResponderExcluir
  5. Sandrão - JOINVILLE28 de maio de 2013 17:14

    Eiii jequeano... essa foto aí do "teu guri" encoxando o Artur Maia tá bem gay, não achas?

    HAHAHAHA

    Palpite de hoje: Atlético Gayeniense 0 x 1 JEC

    ResponderExcluir
  6. E ainda dizem que o Lima não tá a fim de nada. Tá muito a fim.

    ResponderExcluir
  7. Na minha opininião não se deve dar bola para os cornetas. Este tipo de torcedor tem em tudo que é time e lugar. Se a maioria apoiar acaba-se por sufoca-los. Bater boca ou usar de violência de nada resolve. Só piora a situação. No fim vale a máxima que devemos respeitar a opinião de todos, mesmo que ela não seja compatível com a situação. Avante JEC... rumo a elite.

    ResponderExcluir
  8. Claro, Sílvio, tudo na paz. A paixão pelo clube nunca me levaria a dar a cara a tapa ou a bater em alguém. Eu só ia chamar a atenção do idiota que jogou pipoca em três crianças. O problema é que o cara poderia engrossar... E eu teria de correr bastante. Ab, ST

    ResponderExcluir
  9. No geral, a torcida brasileira é corneta.
    Vaiar durante o jogo eu desaprovo. Mas existe uma imposição doentia dos "torcedores de verdade" que se deve cantar durante o jogo todo.
    Errado.
    Estádio deve ter é festa, e a torcida vai conforme o time em campo. Só que como é cada vez mais caro ir no estádio, a torcida está cada vez mais se assemelhando com plateia de teatro. No máximo, aplausos.
    Nem o coro de Filha da Puta pro juiz existe mais.

    Já o negócio na cadeira numerada é alienígena. Não devem ser seres humanos aquelas pessoas. É chato pra caralho ficar nas cobertas! E isso vem desde a época do Ernestão.

    ResponderExcluir
  10. Mas vejam que estamos evoluindo.

    Atualmente é raro ver camisas de outros times na Arena. Há tempos que não vejo uma sequer.

    Também cessaram as comemorações dos resultados de outros times, haja vista que o presidente do conselho, Marcus Alexandre da Silva (deveria ter uma estátua erguida), podou o Webberzinho e a Webberzete.

    Mas continuo com a tese do Mauro Cezar Pereira, de que os estádios estão virando teatro com torcedores comportadinhos quietos, que num momento de máxima efusão vaiam ou aplaudem. Apenas.
    Pobre não entra mais no estádio. Geral não pode mais. Bandeira com mastro não pode mais. Papel higiênico tão cortando por culpa da boate Kiss. Tão empombando com guarda chuva. Bebida só no copo plástico. Cerveja só sem álcool. Samba na garrafa de coca cortada no meio, esquece.
    É uma merda ir no estádio hoje comparando com os velhos tempos do Ernesto Schlemm Sobrinho.
    Acrescento, ainda, que o espetáculo também virou teatro tamanha a encenação cai cai e mão no rosto por parte dos jogadores.

    ResponderExcluir
  11. Quando cobrirem toda a arena em 2060, o que nos tornaremos Bocão? Seres alienígenas? Seremos Abduzidos e voltaremos ainda mais corneteiros? Atirando pipoca em criancinhas e em velhinhos? Será o fim! kkkk...

    ResponderExcluir
  12. Acredite que quiser, em caso de aceso nosso camisa nove será Deivid, anote ai Jequiano. Como corneteiro que sou, tenho minha opinião: para perder gol já temos o Lima.

    ResponderExcluir
  13. Faltou eu colocar na lista que também não pode usar a máscara da morte (ou seria do pânico?).

    http://globoesporte.globo.com/futebol/times/atletico-mg/noticia/2013/05/pm-proibe-que-torcida-use-mascara-da-morte-quinta-feira-no-jogo-do-galo.html

    Vai tomar no cú!

    Desobediência civil já!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Porra, cu não tem acento. Cu com acento é de viado.

      Excluir
  14. e acesso tem 2 sss, coloquei 3 pra mostrar que está no plural, kkkk...

    ResponderExcluir
  15. A PM tá tendo poder de mais para incluir ou excluir artefatos e/ou condutas dentro do Estádio. Com que poder? Tudo arbitrariedade. Daqui a pouco, se tudo de certo, post sobre o jogo de ontem.

    ResponderExcluir
  16. Sandrão - JOINVILLE31 de maio de 2013 10:23

    Como vamos no ataque hoje?

    Lima e Aldair... ou Lima e Phebo (pq de Francis o cara não tem nada...hahaha)

    O Eduardo já estará no banco, deve entrar no segundo tempo. Dizem que anda treinando muito bem.

    Falando nisso.. .a boa notícia de que o LD Eduardo voltou a treinar com bola também é ótima!

    Abraços a todos... e vamos passar frio hoje lá na Arena Joinville (ou seria Arena da Baixada???) rsrsrs

    ResponderExcluir
  17. Jequeano, atualiza o blog ai cara. O JEC só vai subir se tu voltar a usar "Vamos porra" depois do "Avante JEC". Igual na serie C.

    ResponderExcluir