NASCEU CAMPEÃO

Tu és a glória dos teus fundadores

7 de mai de 2013

AGORA, QUEM DÁ A BOLA É O ...

Santos? Não creio - mas também não descreio (êta neguinho pra
ficar em cima do muro...).
Se esse jogo fosse há três ou quatro semanas, meu medo seria grande. Agora estou um pouco mais confiante - ao menos quanto à partida inicial, em nossa Casa
Vejamos: O Santos classificou-se para a final do Paulistão - não é pouca coisa, reconheço - depois de empates com o Palmeiras (time de série B, igual o nosso) e Mogi-Mirim, batendo ambos os clubes apenas nos pênaltis. Antes disso, pela Copa do Brasil, empataram por 2 a 2 com o Flamengo-PI e venceram por dois a zero na Vila Belmiro, com o primeiro gol só aos 38' da segunda etapa - retrospecto recente nada espetacular, convenhamos.
E não há dúvida de que eles vêm a Joinville com a cabeça na final do Paulistão, contra o Corinthians, no final se semana. Embora digam o contrário, parece-me óbvio que a rivalidade estadual preocupe mais ao nosso adversário que o próprio JEC. Ótimo pra nós. De outra banda, Muriçoca declarou que não vai poupar ninguém, embora impossível a escalação de Montillo, por contusão.

Então, se fôssemos escolher um momento para encarar o Santos, não poderia haver melhor momento do que o atual - sem jogar muito bem e em hora de decisão do Estadual de São Paulo. Mas há poréns (e é nos entretantos é que mora o capeta).
O maior dos problemas, então, não parece ser efetivamente o Santos, mas sim a nossa má-fase, a indefinição do time para o importante confronto pela Copa do Brasil. 
Parecia que teríamos três zagueiros. Mas no treino desta segunda-feira, Carlos Alberto fez a lateral-esquerda, para bater de frente com Neymar - acho boa opção, pela experiência. No meio, Ricardinho, Marcelo Costa, Marcus Vinícius e, pasmem, Augusto Recife, farão da lentidão a marca registrada de nosso time ali na meiúca. É rezar para Mateus Carvalho e Lima fazerem alguma coisa lá na frente. 
Arturzinho, ademais, tencionava colocar Tarcísio na lateral-esquerda. Acho um erro. No último jogo a que assisti (se não me engano, contra o Camboriú, na Arena), Tarcísio - de quem gosto - foi uma lástima por ali. Rafinha fez um ótimo Catarinão pelo Metrô, e deveria ser o titular - e ponto. Nesse caso, antiguidade não é posto. Melhor que, ao que soube, Rafinha treinou de titular. 
Assim, se os meus maiores receios estão no próprio JEC e não no Santos (embora seja prudente marcar bem a Neymar), cabe a Arturzinho não ajudar a aumentar nossos medos. 
Se o time for o que aparenta (Ivan, Carlos Alberto, Sandro, Rafael e Rafinha; Marcus Vinícius -falso terceiro zagueiro, Augusto Recife Ricardinho e Marcelo; Mateus e Lima), teremos um 4-4-2 variando pra 3-5-2 com o recuo de Marcus Vinícius, com seis jogadores eminentemente de marcação. Será difícil chegar à frente, mas provavelmente o time ficará mais seguro. Oxalá dê certo, embora me parece que teremos dificuldade na criação. 
Eles vem de santos, nós vamos de Macumba.
Mas me parece bastante importante que busquemos não sofrer gols, e uma vitória é até possível eis que, se queremos algo no confronto, necessitamos de um bom resultado em Joinville (especialmente para que não entreguemos 60% da renda para o nosso adversário), pois na Vila Belmiro será bastante improvável, haja vista que dificilmente o Santos perde em seus domínios - contra quem quer que seja. 

Terminando, e deixando de falar no jogo e passando a uma questão que já encheu o saco mas, puta merda, é recorrente. Hoje parece que a PM só liberou a Arena pra 17 mil torcedores. Porra, dizem que cabem 22 mil no estádio, embora nunca tenha sido liberado para tal lotação. Somente na final da Série C conseguimos liberar para 20 mil. Isso não tem uma solução definitiva? Ficaremos sempre dependendo do bom-senso (e será que ele existe) da PM? Alguém tem que providenciar um laudo definitivo - me parece que a Prefeitura - que permita a completa utilização do Estádio. Não podemos abrir mão de lotar o Estádio quando a chance aparece.
Não vem com santos, que nós vamos de macumba. AVANTE, JEC!

24 comentários:

  1. Sandrão - JOINVILLE7 de maio de 2013 22:25

    Jequeano.. o time titular é exatamente este que mencionaste.

    Quanto ao jogo, a escalação me parece que foi feita justamente para nesse momento, apenas não perder de mais de 2 gols de diferença, e sacramentar o jogo da volta lá na vila bermiru. Acho que estamos sendo muito medrosos. Deveríamos montar um time mais agressivo e partir pra cima. Perder faz parte, mas deveríamos ser menos cagões.

    E sobre a Arena, a ocupação total só é permitida em jogos durante o dia. Para jogos "notúrnicos" a liberação é de somente 17,5mil, segundo a PM, por motivos de "segurança".

    Então tá...

    AMANHÃ... VAMOS GANHAR DESSES PAPA PIRÃO! É JEC PORRAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA...

    ResponderExcluir
  2. Parafraseando o inesquecivel Alagoano, minha torcidada é que o pipoqueiro (foi essa conclusão que cheguei sobre o Limandor) tenha nessa noite "O veneno matador da serpente" injetados em suas pernas. Ou melhor, tenha uma noite de Lewandowski e que ao final do jogo o Brasil passe a conhece-lo por Limandowski.

    JEC 4 X 0 Santos

    4 GOLS de Limandowski.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mario L. Nascimento8 de maio de 2013 10:49

      Daí o Lima sairia da Arena hoje empatado com o Nardela na artilharia histórica do tricolor. Depois é só passar o Nardela marcando o gol da classificação na Vila Belmiro e consagrar-se.

      Depois disso, o JEC vai redimir o América. Diz a lenda que a vinda de Pelé para a zona norte de Joinville não se concretizou porque os dirigentes americanos não o quiseram em troca de Euclides. Depois de ser massacrado nesses jogos, o Santos vai oferecer o Neymar em troca do Lima e o JEC vai aceitar. A redenção, 56 anos depois!

      Excluir
  3. Mario L. Nascimento8 de maio de 2013 10:35

    O time é esse mesmo e acho que é quase o que temos de melhor. A aposta em Ricardinho me parece meio à la Jaílton: dando mais uma chance; vai que ... Talvez a entrada de Artur Maia no decorrer do jogo possa mudar o panorama e dar mais velocidade ao meio. Augusto Recife, Ricardinho e Marcelo Costa, nem se tomarem nitro antes de jogo!

    Vi uma entrevista do Arturzinho onde ele elogiou o Somália. Apostei nesse jogador para dar uma arrumada no meio do JEC. Teoricamente sabe marcar e sabe sair jogando. Até agora, nada. Mas, vai que ... Ele no lugar do A. Recife seria mais um que poderia avançar e deixar o L9 na cara do gol.

    E ainda tem o Martin Ligüera. Mas é melhor nem comentar. Já comentei sobre o Marcinho, o Somália e deu no que deu. hehehe

    Sobre a lotação da Arena, só chega a 22 mil do jeito que está: sem cadeiras. O lamentável é que sabemos ao menos da possibilidade de um jogo contra o Santos há pelo menos 2 meses. A dupla FELEJEC fez o que nesse período? De novo, uma continha simplesinha: digamos que se conseguisse a liberação para 20 mil espectadores. São 3 mil a mais do que haverá hoje à noite lá. A R$ 100 por cabeça, são R$ 300 mil. Exagerando, uns 15% para despesas, estamos falando de uns R$ 250 mil. Pata que pariu!!! Será que com essa grana não daria para fazer todas as reformas necessárias para aumentar a capacidade? É impressionante como o pessoal deixa pra última hora. Daí não dá tempo pra fazer nada.

    Se bem que a liberação é feita pela PM. Como lembrou um conhecido homem da imprensa de Joinville que já trabalhou na nossa minúscula e sustentada capital, os comandantes das regiões da PM no estado são quase todos catadores de bergigão ou seus descendentes. Já aprontaram diversas coisas para reduzir o potentcial de público nos jogos do JEC. Mordem-se de inveja que no interior o público contra o Brasiliense, Ipatinga, Chapecoense e outros é o mesmo que eles conseguem contra Flamengo, São Paulo, Corinthians, Palmeiras, Vasco, Inter, Grêmio etc. E fazem de tudo para tentar impedir que isso fique cada vez mais claro.

    Mas tudo passa por detalhes técnicos. Se há 3 meses (ou muito antes) tivessem pedido uma lista tudo que é preciso ser feito para liberar a capacidade maior e providenciado a execução, hoje ninguém teria argumento para impedir os 20 mil, certamente o maior público do ano no estado. Se bem que o Palmeiras vem aí...

    ResponderExcluir
  4. O texto abaixo é de um grande amigo meu, mestre em economia, professor da Sociesc, paulista de nascencia, Joinvillense por adoção e Tricolor contaminador por mim.
    Falo do professor Fabiano Dantas, popular Bira.


    Dia de (novamente) fazer história.

    Hoje a cidade esta em polvorosa, é possível perceber a movimentação distinta, diferente do que estamos acostumados a ver em uma quarta feira. Não poderia ser diferente, depois de um tempo demasiadamente longo o Joinville Esporte Clube, carinhosamente conhecido como JEC, enfrentará um time de grande porte, um time que está sim entre os maiores do Brasil na atualidade e entre os maiores do mundo caso observe-se a sua história.

    Entretanto, o mais importante no dia de hoje é a volta do Joinville a grandes confrontos, um time que foi campeão em seu ano de fundação, oito vezes consecutivas campeão estadual e por muitos anos jogou entre os grandes times do país, não poderia esperar mais para que sua cidade e sua torcida fossem brindadas com um grande confronto e claro que tudo isso faz de hoje um dia histórico.

    Mesmo assim, o que muitos imaginam que seja a dinâmica do jogo hoje, o Santos “desfilando” na Arena Joinville, pode não acontecer. Para os torcedores do Joinville é certeza de que não vai acontecer, afinal eles acompanham o dia a dia do clube e sabem que o time tem capacidade para enfrentar o Santos se não de igual para igual, mas como um time competitivo e que buscará uma vitória dentro de casa.

    As pessoas que vivem no eixo Rio-SP muitas vezes desmerecem e diminuem a importância dos times que não fazem parte deste eixo, principalmente os times chamados do interior, caso do JEC. Por isso, hoje é um dia perfeito para que a torcida do JEC empurre o time do começo ao fim, fazendo com que os jogadores joguem tudo o que sabem e demonstrem uma vontade sobre-humana, levando o JEC a mais uma vitória sobre um grande clube do país, despertando o saudosismo nos torcedores mais antigos que viram a Máquina Tricolor imbatível jogando no Ernestão, e a paixão dos novos torcedores que com certeza guardarão com imenso carinho e satisfação em suas memórias uma vitória no dia de hoje.

    Vamos JEC é a hora de escrever novamente uma história vitoriosa!



    Aos que gostaram segue link do Blog do Professor Fabiano Dantas, vale a pena conhece-lo

    http://minhapenseira.zip.net/

    Segue também http://www.facebook.com/fabiano.dantas.50?hc_location=stream

    ResponderExcluir
  5. Sandro, a escalação é pra não perder, o discurso dos jogadores é de ganhar. Vejamos o que prevalece.

    Jean, que gott te ouçovski.

    Mário, acho que o JEC sai perdendo na troca (hehehe). Vamos dar MAIS UMA chance ao Ricardinho. Já disse outras vezes, que para o JEC dar um salto de qualidade, teríamos de procurar um jogador melhor pela meia-direita. Veja que sempre contratamos alguém que jogue pela Esquerda (Willian, Marcinho, Marcelo Costa), porque Ricardinho garante pela direita. Garante mesmo? Não sei por qual lado joga o Lingueta.c

    Jean, bom o texto de teu colega Fabiano. Essa visão de quem é de fora é por vezes mais límpida do que a dos que estão em Joinville há muito tempo, e que costumam te encontrar depois de um mau resultado do JEC e reclamar: e o teu JEC hein... Mas quando ganha, dizem, o NOSSO Jec, hein.
    Estou impressionado como em Criciúma, onde por ossos do ofício estou e de onde verei o jogo pela TV, como a comunidade é unida ao clube. Falarei sobre isso outra hora.

    Ab, ST

    ResponderExcluir
  6. Sandrão - JOINVILLE8 de maio de 2013 16:01

    Ahhhh pronto... agora vai virar sócio do tigre! Vai-te!!!

    hahahahahaha

    ResponderExcluir
  7. Não é isso, seu falador. Vou te dar um exemplo: em duas ou três rádios daqui há programas esportivos do meio-dia às 14, só falando do Criciúma. Em Joinville. Tirando o do Aurélio Ramos, tudo é meia hora ou vinte minutos. E mesmo o do Aurélio se perde com telefonemas de corneteiros, em vez de discutir coisas sérias.

    ResponderExcluir
  8. o meia direita chegou, basta saber se nãoiracomer banco pro ïluminado" Wellington Bruno é tricolor.

    ResponderExcluir
  9. Opa, agora sim, Jean. Já antevejo outras perspectivas, bem melhores, na Série B.

    ResponderExcluir
  10. 1.000 ingressos vendidos da coberta ajudaram o JEC a comprar 20 % do WB da Ponte Preta por R$ 250.000,00.....viu que ainda estava barato?...rsrs

    Esperamos que ele jogue para nós o que jogou contra nós....

    ResponderExcluir
  11. Fernando, ou será que não foram os cubinhas de Caninha 101 com Red Horse?

    ResponderExcluir
  12. Jequeano chega de Lima, uma cabeçada e aquela jogada do liguera é muito pouco, o cara não fez uma tabela não buscou bola não dividiu, tá foda.
    No entando, as perspectivas são boas, acho que podemos olhar a tabela da série B na parte de cima, veja o que acho.
    O Nereu confirmou WB, falou da possibilidade de trazer Neto Berola ou Edgar Jr. e poder vir ainda o Diguinho.
    Ontem a nossa defessa encaixou, Augusto Recife (melhor em campo na minha opinião), Marcus Vinicius, Sandro, Rafinha e o monstro Rafael, pararam nada menos que, Mirales, Rene Jr., Arouca, Cicero, Filipe Anderson e Neymar. Sem esquecer do Carlos Alberto que como disse um dia um grande jogador na coletiva " o cara parece ter dois pulmao".
    Com a defesa encaixada, temos, imagino eu WB e Liguera na meiuca e o ataque com Kim e Berola ou Kim e Edgar Jr.Teremos ainda a volta do Eduardo.
    Para o Banco ficariam, Marcelo Costa (que jogou bem ontem ao meu ver), Arthur Maia, Matheus Carvalho, Lima, Ronaldo, Jussani, Joao Paulo, Para, Boiadeiro, Audalio, Somalia, Anatoli, Tarciso, Carlos Alberto (espero que renove).Baita time.
    Estariam fora, Capixaba, Bruno Veiga, Jailton, Ricardinho (desapega Nereu), e algum que nao lembro agora.

    E isso para serie B.

    ResponderExcluir
  13. Jequeano, se o time jogar como ontem em 20 jogos da série B, chegaremos a 60 pontos. Então rumo a série A.

    ResponderExcluir
  14. Sandrão - JOINVILLE9 de maio de 2013 17:45

    Jean...

    Acho que Audálio e João Paulo vão ser titulares.

    Que o Calosabeto fez uma ótima partida, ninguém discute! Mas eu acho que o JEC não renovará com ele. Uma pena...

    Mas realmente falta atacante pra nós. Não dá mais! Do que tem aí... só o Kim.

    ResponderExcluir
  15. Pelo jogo de ontem eu não dispensaria CA. Mas pode ser só um jogo de visibilidade que o anime. Sei Lá.
    João Paulo será titular. Audálio - joga pra carálio - não conheço. Tomara que seja bom. Marcus Vinícius será titular, penso eu. Augusto Recife escapou de tomar cartões ontem. Esse Márcio Chagas que apitou, sempre apita bem (não nos rouba) em Joinville - se não me engano, foi o árbitro da final da Série C. Um árbitro mais rigoroso teria amarelado o Recife na segunda falta sobre o Neymar.

    Jean, realmente o Lima está dando nos nervos. Se ele quiser, joga muito, mas muito fácil. Basta ver que gordo, entrando em impedimento a cada dois minutos, foi o cara que exigiu uma defesaça do Rafael numa cabeçada, e fez a jogada que culminou no gol inacreditável que Lingueta perdeu (quase infartei naquela hora).
    E se Liguera, Wellington Bruno e Marcelo Costa estiverem bem, não há como manter Ricardinho no time (é o que espero). Seria um bom reserva. Dois meias acima da média fazem a diferença na Série B

    Anônimo (Rafa?) o foda é manter a motivação deste nível em 20 jogos. É esse o trabalho de Little Artur. Há grandes time s que ganham clássicos e peredem pontos contra rebaixados. Temos de pensar que vencer o Bragantino vale os mesmos três pontos do que vencer o Palmeiras. Se nosso time pegar junto, jogando tudo à vera (o que é difícil), dá pra subir.

    Ab, ST.

    ResponderExcluir
  16. Bom dia galera

    Ontem assistindo o programa do canal 36 da net,da tarde, fiquei intrigado com uma colocação - ou seria afirmação - do Semensatti, que após o jogo do JEC contra o Santos na Vila Belmiro o Arthurzinho não será mais treinador do JEC.....este fato não terá relação nenhuma com o resultado da partida....aguardemos então.

    Abraços tricolores

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mario L. Nascimento10 de maio de 2013 11:04

      Não dá pra escrever o que essa turma que é orientada para plantar notícias contra clubes do interior fala. Quando o JEC negociava com o viciado (em jogar em clubes que não pagam) Cléber Santana, alguém de lá disse: "vou falar uma coisa que a torcida do JEC não vai gostar: o CS não quer jogar em Joinville". Mentira óbvia. Por que estaria negociando se não quisesse jogar no clube?

      Não são bons profissionais. São obrigados a seguir a orientação da empresa, que os obriga a dar sustentação à dupla falida da mini-capital. A estratégia da RBS é clara: por eles, só os falidos de lá sobreviverão em SC. É mais barato para eles e faz parte da estratégia mais global do grupo, de desperezar e minimnizar o interior do estado, indo contra a cultura e a história de SC, onde o equilíbrio sempre foi a tônica nas áreas demográfica, cultural e econômica.

      Alguns seguem as orientações com mais prazer, como o Roberto Alves, que há anos planta notíeicas mentirosas de interesses em jogadores dos adversários dos times de lá antes de jogos decisivos. Isso já faz parte do folclore, mas continua sendo feito. E o cara é tratado como se fosse um grande profissional... É só um torcedor com microfone, e não um jornalista.

      O que pode explicar a falta de equipe de esportes da rede em Joinville? O que pode explicar a divulgação quase inexistente do JEC mesmo em nível estadual e nula em nível nacional?

      Só que a realidade os atropela. Público dos jogos do JEC é sistematicamente o melhor entre os clubes do estado, a paixão do torcedor só faz aumentar, as redes isentas mostraram isso para todo o Brasil e os outros times e jogadores sabem disso. É o que importa. Com pequenos ajustes o JEC volta à série A e terão que engolir a realidade do futebol catarinense desde 1947: o interior é quem manda.

      Excluir
  17. Mario L. Nascimento10 de maio de 2013 10:48

    As cornetadas pós-jogo:

    1) Time motivado é outra coisa.

    2) Arturzinho queria tempo. Teve e mostrou resultado. Ponto pra ele.

    3) Neymar foi bem marcado. Não individual, mas uma zona mais cuidadosa.

    4) #renovathecat

    5) Augusto Recife e Marcelo Costa mostraram que jogam mais do que no catarinense. Ricardinho e Lima, não.

    6) Com W.Bruno e Ligüera o JEC é candidatíssimo à vaga na série A em 2014.

    7) Durval estava impedido no gol. Mas nossa imprensa nunca fala de erros de arbitragem. Por isso os jaguaras do estado (Dadá, Zé Acácio, Celinho, Bezerrinha) vão a Joinville, roubam o JEC na cara dura e saem dando risada.

    8) Valeu o preço do ingresso. Casa cheia.

    9) Deixaram de faturar R$ 300 mil por não fazer nada para corrigir os problemas que impedem de ter capacidade máxima na Arena.

    10) Ei, RBS, VTNC. Se acharam que iam ferrar o JEC passando para a região, quem se ferrou foram eles. O JEC faturou uma grana, veio gente de outras cidades assim mesmo e agora todo mundo sabe que discriminam Joinville. Ou alguém acha que se o jogo fosse na mini-capital sustentada pelo trabalho dos outros não passariam para todo o estado?

    ResponderExcluir
  18. Sobre o jogo tudo ja foi falado. Saí confiante sobre a campanha na série B e o consequente acesso.
    Sobre a Arena e a capacidade seguem abaixo meus comentários:

    1. Admitamos que haviam no estádio algo próximo de 17.000 pessoas;
    2. Que a capacidade declarada é de 22.000 pessoas;
    3. Que teóricamente caberiam mais 5.000 pessoas;
    4. Impossível, pois com o publico do dia 08/05 ja tivemos a ocupação irregular das escadas de circulação, pessoas em pé no corredor da primeira fila. Tudo isto fez com que todos na descoberta tivessem que assistir o jogo todo de pé.
    5. Já passou da hora de colocar assentos individuais na descoberta para que não se repitam os desconfortos quando de jogos da importância como foi o do Santos.

    A FELEJ através de seu presidente deveria de forma urgente rever alguns pontos criticos da Arena.
    1. Largura das portas dos banheiros incompatível com a vazão de pessoas. Presenciei crianças em situação de risco devido ao acumulo de pessoas tentando entrar e outras sair.
    2. Ralos do banheiro incompatíveis com a necessidade de vazão da agua que invariavelmente transborda das pias.
    3. Ativar o acesso nos fundos da Arena
    4. Demarcar o estacionamento para aumentar a capacidade;
    5. Colocar assentos individuais na decoberta;

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mario L. Nascimento10 de maio de 2013 12:21

      Slvio,

      em jogos com grande público e sem marcação individual enganam. Com mais gente a compactação seria maior e caberiam, sim mais 5 mil.

      Para se ter uma idéia, nas contas o Ernestão não comportaria mais do que 22 mil. Mas teve públicos de mais mais de 30 mil (senão computado, na realidade aconteceu pelo menos na reinauguração). O Heriberto Hilse tem capacidade atual de 20 mil (ou pouco menos). Na decisão do estadual de 1995 recebeu mais de 31 mil pessoas.

      Pelas contas que já fiz (muitas, pode acreditar), na configuração atual a Arena comporta 20 mil pessoas com conforto. Quando forem colocadas cadeiras, deverá cair para 18 mil.

      E, pelo que já se pôde ver no jogo de quarta, quando o JEC chegar à série A o estádio será pequeno. É preciso pensar em alternativas para a amplicaçãol E acho que uma PPP seria o ideal. Não se fazer a ampliação com dinheiro público (caso do Maracanã, por exemplo) mas sim alguma empresa bancar a ampliação, podendo explorar o espaço por um tempo determinado, naturalmente com o compromisso de abrir espaço para o futebol da cidade.

      Excluir
  19. http://br.esporteinterativo.yahoo.com/noticias/soccer--juvenal-encosta-fabr%C3%ADcio--ca%C3%B1ete-e-mais-cinco-jogadores-144808090.html

    Algum bom para o JEC? O que acham?
    Abs

    ResponderExcluir
  20. Mario, tem só 3 vagas pra serie A, uma é do Avai. A não ser que de uns "pobreminha" maior do que já tem, financeiramente falando ou que esse Cleber Santana seja o mesmo que se arrastava em campo no Atlético Paranaense. Não quero fazer media, mas Wellington Bruno pode ser bem mais util, por um preço bem mais em conta.

    Ab Fabricio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mario L. Nascimento10 de maio de 2013 17:14

      Como sempre, segundo sua minúscula e arrogante torcida, o time falido azul do mangue tem vaga garantida até na Champions League. Quando a bola rola, um time comum, com uma torcida pequena.

      E concordo com você: o JEC está muito bem servido com WB e Ligüera.

      Excluir