NASCEU CAMPEÃO

Tu és a glória dos teus fundadores

4 de out de 2012

O BLOG ESTÁ DE LUTO POR ALAGOAS: MACEIÓ

O indefectível das Alagoas ontem deixou seu espaço em A Notícia, depois de mais de 40 anos escrevendo sua coluna "Informal". 
Há muito tempo li em algum lugar, sobre parar de jogar bola: "não é a gente que pára (para mim, o acento diferencial não foi extinto) com o futebol, mas é o futebol que pára com a gente". 
Acho que a máxima se aplica ao Maceió. Ele teve chances de parar por cima, mas quis prosseguir, e ontem foi parado pelo jornal. Ele até anunciara, na entrega da Medalha ao nosso eterno presidente Waldomiro Schutzler, que em uma semana deixaria de escrever sua coluna, e não cumpriu. Deu a chance de a turma da RBS dar um basta - desrespeitoso - em seu trabalho. Voltou de férias e recebeu o bilhete azul.
Nem o deixaram escrever uma coluna de despedida; mereceu apenas uma nota do editor do jornal agradecendo pelos serviços prestados e afirmando que "o contrato de trabalho foi encerrado numa conversa amigável entre o colunista e a empresa na manhã de ontem". Como diria Miguel Livramento: "- conta aqui pro bonequinho". Um desrespeito, por mais que eu discordasse do teor das colunas do Maceió há muito tempo. 
Enfim, o blog está de luto. Perco um de meus assuntos prediletos e, confesso, não mais ler a coluna Informal todos os dias pela manhã, ainda que fosse para me irritar, fará falta.

É hora, então, de oxigenar o esporte do jornal A Notícia. Promover um jovem da redação ou contratar alguém com novas ideias, e que entenda esse novo tempo do JEC, e que dê prioridade total a esse tricolor em crescimento, deixando de lado informações sobre os times da capital, ou o time de salão feminino de Caçador, Ayres Marchetti, Robertinho, etc.
Contudo, tenho medo de que a direção do AN, em vez de promover o Deco, por exemplo, importe a coluna do Castiel ou do Roberto Alves e nos faça engolir um colunista da Capital, ou, ainda pior, simplesmente extinga o espaço de opinião sobre o esporte, piorando ainda mais um jornal que já é ruim. O Mário logo virá com sua teoria da conspiração (que pode, por óbvio, se confirmar), que tudo é um plano diabólico da Capital para nos fazer morrer de inanição. Tenderei a concordar com ele.

Missão cumprida, Maceió. Deixe a crônica com orgulho e siga em sua vida. Você, que já foi o mais influente cronista esportivo do Estado, embora já tivesse deixado esse posto há muito, deixa de participar de nosso dia-a-dia. E é de se repetir que nesse seu último capítulo em A Notícia, foi grosseiramente desrespeitado, pelo que tem meu sincero respeito. Valeu, Maceió. AVANTE, JEC!

18 comentários:

  1. Edson Párana; fpolis (vão pro inferno manezada do caralho)4 de outubro de 2012 12:20

    OXALÀ ÈPA BÀBÀ!

    ResponderExcluir
  2. Olha, parabéns pelas palavras. Realmente a coluna do Maceio ia de mal a pior, afinal ele não se atualizou, sempre dava notícia atrasada e por vezes perdia tempo com baboseira. De qualquer forma concordo que ele já representou muito e merecia mais respeito. Mais uma vez, parabéns pelas palavras. E não se preocupe com o futuro do jornal, este deixou de ser interessante já quando foi comprado pelo grupo gaúcho.
    Por vez ou outra a Rede Brasil Sul tem uma tentativa de aproximar o jornal esportivo da comunidade (agora tem a coluna passionais), mas no fundo tem um editorial que dita as regras e conteúdos

    ResponderExcluir
  3. Mandei hoje de manhã um e-mail para o editor chefe do AN. Seguem meu e-mail e a resposta dele:

    De: jonas
    [mailto:----------@yahoo.com.br]
    Enviada em: quinta-feira, 4 de outubro de 2012 11:05
    Para: Domingos Aquino
    Assunto: Maceió

    Caro Domingos Aquino,
    Sou leitor assíduo do AN. Abro todo dia as colunas do Saavedra, do Loetz, do Prisco e sempre leio por completo o caderno de esportes. Dessa forma, lia todo dia a coluna Informal do Maceió.
    A perda dele será muito sentida. O colunista é um arquivo vivo da história do esporte joinvilense e da região, aliás, do esporte catarinense.
    Em Joinville, só vejo uma pessoa a altura para substituir o colunista, é o radialista Wilson França. Um dos maiores cronistas esportivos de Joinville. Os textos dele são únicos, escreve crônicas como ninguém. Lembro muito bem das participações dele no antigo programa da RCE (hoje TV BV) junto de Miguel Livramento, Roberto Alves, Claudio Coutinho e outros comentaristas das demais regiões de Santa Catarina.
    Prezo muito também pelo trabalho do Edenilson Leandro, mas vejo que hoje a coluna seria bem ocupada pelos textos de Wilson França.
    Agradeço sua atenção.
    Att.
    Jonas.

    De: Domingos Aquino
    Para: 'jonas ----'
    <--------@yahoo.com.br>
    Enviadas: Quinta-feira, 4 de Outubro de 2012 11:18
    Assunto: RES: Maceió


    Prezado Jonas, agradeço sua mensagem, sua leitura fiel (e qualificada) e sua sugestão.

    Em respeito ao Maceió, ainda não demos início ao processo de avaliação de nomes com potencial para ocupar o espaço.

    Mas faremos isto em breve, e compartilharemos a informação com nossos leitores tão logo tenhamos a definição.

    Abraço.

    Domingos.

    Sugeri para o lugar do Maceió o Dinossauro. Claro que não sei se ele gostaria de ocupá-la, gostaria que sim. Agora, se no lugar do Macéio vier o Edenilson Leandro, também estaremos em boas mãos. Vamos ver.

    ResponderExcluir
  4. Mario L. Nascimento4 de outubro de 2012 15:13

    Só pra contrariar, não vou escrever sobre o assunto...

    hahahaha

    ResponderExcluir
  5. Mario L. Nascimento4 de outubro de 2012 15:14

    Não vou escrever já, porque estou ocupado.

    Mais tarde aparecerão algumas mal traçadas linhas.

    Com o veneno matador da serpente.

    Aguardem!

    ResponderExcluir
  6. "O veneno matador da serpente"... hehehe. Já tô ficando com saudade do alagoano. Ab.

    ResponderExcluir
  7. Time feminino de caçador, Roberto, Marchetti hahahahaha. Esse Jequeano é froids hahaha. O Alagoano adorava falar desses caras mesmo. Outro que ele adora é o corredor de marcha la de Timbó. Não nos esqueçamos de Natalia Zilio, a ponteira da seleção de volei nascida em Joaçaba. E porque não relembrar de Felipe Kamirski de Jaragua que joga no Atlético de Madrid. kkk E aquela escalação errada que só ele sabia dar? Sempre falando dos "murros com a cabeça na parede" que Marcio e Nereu davam pra cobrir a folha. Esse foi o Alagoano a frente da coluna Informal.

    ResponderExcluir
  8. E Salésio Kindermann, o Galdino (da marcha atlética) e Marlon Bendini, e Zunino, e Lodetti, e Delfim, e Maicon Sizenando, o "comendador" Cídio Sandri - isso faz tempo, e Antenor Angeloni, e Thiago Splitter, e Márcia Narloch, e todos os demais "catedráticos", os "cardeais", pitonisas e oráculos, entre outros vários de que, doravante, deixaremos de ter notícia.

    ResponderExcluir
  9. Mario L. Nascimento4 de outubro de 2012 17:06

    Por vias às vezes tortas, no seu estilo, com motivações incompreendidas e uma dose de exagero ufanista, é um dos poucos (único talvez) que valorizam os atletas catarinenses que, apesar do pouco apoio institucional local, conseguem destaque em nível nacional ou internacional. E esqueceram de citar a Tamiris de Liz.

    Todos estes, se já são pouco conhecidos, agora desaparecem.

    ResponderExcluir
  10. Eu acho o Maceio um gatinho!
    Bjo fui!

    ResponderExcluir
  11. PQP...que jogo horrível...

    Parecia jogo da Copinha....se quisermos subir precisamos jogar mais e ganhar fora de casa....

    Bota o time pra frente LC, PORRA...

    ResponderExcluir
  12. Sandrão - JOINVILLE8 de outubro de 2012 15:59

    Vai trocar fralda Bocão.... hahahahahaha

    E vê se abre a mão... e paga uns charutos pros amigos! Tradição tem que ser respeitada!!!!

    ResponderExcluir
  13. A mais nova tradição: Sandrão fuma o meu charuto.

    Seu merda!

    hauahauhahuuahauhauhauhauhuaha

    Palíte para o jogo de hoje:
    Jec 1/2 x 0 São Caetano Veloso

    ResponderExcluir
  14. To Macaca de Auditório com essa A Notícia.

    ResponderExcluir