NASCEU CAMPEÃO

Tu és a glória dos teus fundadores

3 de nov de 2011

O SILÊNCIO QUE PRECEDE O ESPORRO (OU VICE-VERSA) E A ARENA-2012

Pois bem, depois de uma semana sem nada escrever por aqui (vejam só, quem já ficou 179 dias sem futebol, do final do Catarinense até o início da Copinha 08 tá reclamando de uma semana de marasmo), volto a me manifestar.

Não vou falar de futebol, do time, do juvenil (que depois de uma campanha quase perfeita tomou uma traulitada em Fpolis e será a equipe vice-campeã), nada disso. Sobre a final, somente quando chegarmos mais perto e tenhamos o adversário mais ou menos definido.
Vou falar da Arena e da torcida, que parecem ser o assunto mais relevante para esse momento, até porque o assunto - em especial a ampliação do Estádio Municipal - virou tema comentado em editorial do AN, na coluna do Maceió, na rádio, etc.

O SILÊNCIO QUE PRECEDE O ESPORRO!
Pois ficamos 7 anos amargando o silêncio, o opróbrio (toma essa, alagoano!), a miséria dos sem-divisão. Todo esse grito contido está sendo berrado há três semanas, numa felicidade sem fim. Tomara que sempre dure, embora sabemos que isso é praticamente impossível. Por isso, precisamos pensar no futuro próximo, ou seja, em 2012.

... OU VICE VERSA - DEPOIS DO ESPORRO, O SILÊNCIO?
O fato é que passada a Série C, em que comemoramos demais, vem a possiblidade do silêncio (ou um meio-silêncio, se é que isso é possível), e isso me preocupa. Explico.
Acaba a festa, o palco fica vazio, e ano que vem tudo começa do zero. Começaremos o Campeonato Estadual, talvez contra os "grandes" Brusque, ou Metrô, ou Marcílio Dias, ou Atlético-HA, ou Hercílio Luz. Joguinhos mequetrefes pra caralho.
Aí é que eu quero ver se vai haver torcedores que não os sócios do Tricolor na Arena. Eu aposto que não! (tomara que eu me engange). Só os sócios estarão lá - o que, diga-se, será normal.
Lembram-se dos últimos anos, em que Avaí e Figueirense sempre começaram o Catarinão de sangue-doce, e só entravam pra valer no campeonato no final do primeiro turno ou apenas no segundo, e mais para formar o time do Nacional do que propriamente para ganhar o caneco estadual?
Isso pode acontecer com a gente, embora eu ache que seja pouco provável, até porque devemos manter uma base do time que está aí, e já tivemos essa semana de férias antecipadas, o que nos dará um tempinho a mais para preparação antes do campeonato.
Então, há uma possibilidade de um mau começo no Campeonato Estadual (seria um anti-clímax para alguns torcedores de última hora; pra nós, os de todas-as-horas, seria compreensível).
Podemos começar a Série B sem essa empolgação toda que hoje se vê na nossa Torcida.

Depois, vem a Série B. Aí o buraco é bem mais embaixo. Campeonato dificílimo, em que não teremos esse aproveitamento estrondoso de mais de 70%. Percalços na Arena vão acontecer, as dificuldades serão muitas. Vai ser teste pra cardíaco, e eu ficarei bastante contente com uma campanha mediana, que não nos deixe em risco de rebaixamento. Mas não sei se todos pensarão assim.
O campeonato, ademais, é de pontos corridos, e aquela lógica de que todo jogo é uma decisão (embora verdadeira) é muito difícil de ser entendida pela torcida, digamos, modinha. Um JEC x Sport vale tanto quanto um JEC x Icasa.
Um JEC x Boa (ou ASA, ou ABC, ou Bragantino), numa sexta-feira - ou terça - à noite, pode não levar muita gente ao Estádio - ainda mais com o pay-per-view.
Corremos, portanto, o risco de vermos o JEC na Série B com uma média de público inferior a essa, acima de 10 mil, que fizemos na Terceirona.
Acho que nosso público médio será do tamanho do nosso número de sócios, exceto por um ou outro jogo de maior apelo. Tomara que esteja muito errado, ou tomara que cheguemos logo aos 10 mil sócios. 
A Arena já foi assim. Está assim hoje?

Tudo isso me traz então ao ponto principal deste post: A Arena deve ser já ampliada? E haverá a ampliação?

Respondo primeiro à segunda pergunta: não haverá a ampliação em 2012. É a lógica.
Dizem que o Deputado Darci de Matos vai apresentar (ou já apresentou) uma emenda de 20 milhões para o término das arquibancadas, ainda sem fazer a cobertura do Estádio.
Ora, primeiro essa emenda tem de entrar no orçamento - e não sei se a lei orçamentária ainda está em aberto para 2012, se já não foi aprovada na Assembléia Legislativa.
Depois, e principalmente, há uma grande diferença entre a emenda ser incluída, aprovada e, mais importante, EXECUTADA, DESEMBOLSADA (não haver contingenciamento político pelo Executivo Estadual). Vejam o imbróglio que tem sido a liberação e execução de 40 milhões para uma obra importantíssima, o binário da Vila Nova (convenhamos, mais importante do que o Estádio).
Ademais, ano que vem tem eleição para a Prefeitura. O Deputado (e possível candidato a alcaide) - e o Governador Colombo - vão mesmo querer que a obra, embora com dinheiro estadual, seja feita durante a gestão do Prefeito Carlito? - Penso que não.

Até outro dia o JEC era um cão sarnento, todo mundo queria distância. Agora, qualquer político vê 15 mil pessoas juntas, vê a alegria que tomou conta da cidade por causa do clube, certamente tá todo mundo querendo que essa multidão corra pro seu lado.
Em resumo, acho que não sai nada em 2012, no máximo a ampliação da Arena será tema da campanha, todo mundo prometendo maravilhas - como sói acontecer - para 2013.

E à primeira pergunta, eu respondo: a ampliação não é necessária - neste momento, a meu pensar. O que é imprescindível é que o Estádio Municipal reúna CONDIÇÕES mínimas de segurança e salubridade para que não corramos risco de vê-la interditada.
Comecemos por lavar e pintar o Estádio - pra ontem. Depois, fazer o projeto de prevenção a incêndio (isso é sério) e resolver várias outras pendências - plano de evacuação, por exemplo (só as rampas e algumas poucas escadas laterais, convenhamos, é muito pouco) também é obrigatório.
Por fim, se fosse possível, evitar infiltrações, exposição da ferragem ao tempo, etc (chove mais embaixo das arquibancadas do que nelas próprias), evitando ao menos a deterioração do Estádio.

Então, penso, em resumo, o seguinte: façamos uma campanha razoável (se der para ser ótima, melhor) na Série B-2012 e, no decorrer do ano em que o mundo acabará, segundo os Maias (ou Astecas, ou macumbeiros de plantão), que se alinhave um consenso, de forma coordenada, se possível com entendimento entre as esferas Municipal e Estadual, para que em 2013 tenhamos, finalmente, o Estádio tal qual foi projetado - se o mundo ainda estiver por aí.
AVANTE, JEC!

27 comentários:

  1. Jequeano...
    Escrevi em um outro post, que quando os políticos de alguma forma meteram o bedelho no Jec as coisas não fluíram.
    Ano que vem é eleitoral, e certamente os caiporas irão fazer demagogia em cima do nosso estádio.
    Comungo com o amigo, quando diz que existem obras mais importantes para realizar na cidade, só que porra aquilo é bem público e tem que ser cuidado.
    Eu duvido que na casa do atual prefeito ou do ex chefe do executivo municipal chova mais dentro do que fora, os caras cuidam ou acredito que devam cuidar.
    O problema da arena não é de hoje, foi feito nas "coxa" acredito que o engenheiro, mestre de obra e pedreiro estavam todo dia bêbado porque fizeram cada cagada naquela obra que é assustador.
    Os banheiros "pasmem" a caída da aguá é para as paredes, ou seja, resultado uma piscina se forma no interior dos banheiros, sem mencionar que a tubulação das pias estão entupidas.
    Não vou ficar nada impressionado com todo o respeito, mais assim vou chama-la (a tia da vigilância sanitária), for lá e interditar aquela porra por falta de condições minimas de utilização.
    Porra não queremos um estádio novo, entretanto quero algo útil e agradável, porque minha mãe sempre me ensinou "filho somos pobres, mais não relaxados", e o que vejo na Arena hoje é um total descaso com o dinheiro público e uma casa de pobre porco.
    Vamos ver se melhora...
    ST RAFAEL

    ResponderExcluir
  2. Perfeito o seu post. Perfeito.
    Todos falam agora e até mesmo alguns "jornalistas" dizem que a arena deveria ser ampliada. Mas para quê? Para termos carga máxima de torcedore em apenas alguns jogos? E o resto do ano? Teremos um elefante branco para dar manutenção que hoje em dia já tá muito fod@ de ser fazer.
    Sou socio e tenho certeza de como vc mesmo colocou, que a nossa média em jogos da serie B será o mesmo numero de sócios que o JEC irá ter.
    Acima disso, só em apenas em alguns jogos. Apenas em alguns.
    Então, antes de ampliar, poderiamos melhorar as lanchonetes, os acessos (tanto lateral como pela frente), segurança de locomoção e principalmente os banheiros, que pelo amor de Deus. Ficam simplesmente imundos em dias de jogos. Mas isso não é culpa da prefeitura ou JEC e sim dos proprios torcedores porcos que não conseguem se comportar como pessoas em determinados eventos. Mas nesse caso do banheiro é simples.
    1) aumentar a porta de entrada.
    2) colocar 1 pessoa dentro cuidando do vandalismo e da sujeira. Com certeza acabariamos com essa bagunça.

    Alem disso, temos outros pontos a arrumar, e que vejo simples, como uma boa pintura.
    E por ultimo. Temos que mehorar o nosso gramado.

    Então vendo tudo isso, ainda querem aumentar a Arena? Não vejo necessidade nesse momento.

    Mais uma vez. Perfeito o post.

    Dica para o proximo post: Marketing do JEC. Marketing para trazer novos socios e marketing para manter e fazer com que os socios antigos comprem mais produtos do JEC ou que se sintam mais prestigiados pela diretoria do JEC.

    ResponderExcluir
  3. Sandrão - JOINVILLE3 de novembro de 2011 17:19

    Está mais do que na hora da DEPUTAIADA fazer algo de concreto pela Arena, pois afinal é uma obra pública que está se deteriorando. Qualquer um vê isso!
    Tenho contatos confiáveis que me afirmaram que durante as obras da Arena, medições já apontavam que teríamos problema de fluxo pluvial (o interior da Arena é mais baixo que a rua, logo, a água tem muita dificuldade em ser expelida para fora). Quando questionados, os manda chuva (ironia não?!!) simplesmente mandavam ignorar os fatos e "tocar a obra" adiante, pois o interesse político era de entregar a obra a tempo de garantir uns bons votos.
    Há quem diga (engenheiros civis) que a obra não terá possibilidade técnica de ser ampliada, pois o estaqueamento não atingiu os níveis necessários para tal. Ou seja, toda a obra foi construída as pressas!!!
    Se tudo isso for verdade mesmo, a Arena nunca será maior do que hoje é. O melhor que teremos, é uma obra "melhor cuidada".

    Penso que a FELEJ também podia rever a questão da concessão das lanchonetes para que o próprio JEC administre. E ainda libere de uma vez por todas um bom espaço para a construção de uma chopperia tricolor, para uso dos sócios. Seria uma boa renda a mais para o tricolor.

    Li no ND de hoje, que só as tocas do coelho, venderam em Outubro mais de 200mil. Fantástico!!! E mais uma vez, o MV estava certo quando bateu o pé com a spieller para que tivesse uma rentabilidade maior. Visão de empresário no clube.. isso é bom!

    Não sei quem estará na Arena em 2012... só sei que pra quem enfrentou aquele dilúvio contra a Chape estará lá em qualquer condição.. .hehe. Já seremos então 5mil garantido em todos os jogos!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  4. Concordo com vc Jequeano. Ja passou da hora de lavar e pintar a Arena. Melhorar os acessos e retirar os ridiculos tapumes de madeira que hj obstruem as saídas. Os banheiros merecem atencão especial. Em dias de jogo so dá para acessar com galochas de tanta agua que tem no chão. Fizerem uns ralos com se fossem banheiros de uma casa. Estadios como o Giuseppe Meazza, trocam a grama todo ano. A nossa grama é original de 7 anos atrás. Para finalizar poderia aqui listar n melhorias a mais que tornariam o estadio mais adequado e confortavel, sem gastar os tais 20 pila. "Abrolhos" pois podemos sentir na pele o que o Rio Branco passou.Nao gostaria de me estender, mas nao posso deixar de registrar que Joinville é a terra das obras inacabadas (graças aos nossos competentes politicos). E por fim ainda nao apareceu ninguem de culhão roxo para responsabilizar a construtora pelas cagadas que foram feitas na Arena.

    ResponderExcluir
  5. Outra coisa, se não me falha a memória a arena teve sua capacidade reduzida para 15000 pessoas por não ter câmeras de segurança em todos os setores. Por isso o público anunciado não é maior que isto. Então além de melhorar tudo o que já foi citado, a Felej ou o JEC deveriam providenciar isto também senão daqui há pouco eles acabam com esta malandragem de maquiar os números.

    Outro ponto importante: A saída dos carros pelos dois lados da arena deveria ser por debaixo das rampas assim evitando a competição entre pedestres e carros nas saídas do estádio.

    Última sugestão: Para evitar o congestionamento que se forma logo após o jogo, o pessoal da Conurb poderia bloquear a entrada na Inácio Bastos ali pela Procópio Gomes logo após o jogo durante uns 15 ou 30 minutos para acelerar o fluxo de saída dos veículos. Coisa simples que ajudaria muito.

    É isso, agora dá licença que meu time está na série B.

    ResponderExcluir
  6. Não vai demorar para abutres politicos começarem a chegar. Da nossa parte só existe uma coisa a fazer vaiar se um deles aparecer vamos vaiar úúúúúúúuúúúúú assim eles correm.
    Sobre a arena: Aquele telhado das cobertas não deveria ter a caída para tráz do estádio? Seria menos água caindo dentro do estádio não acham.
    Feito nas coxas é apelido.............

    ResponderExcluir
  7. kkkkk. Dá licença que meu time esta na Série B kkk.

    Meus amigos, tomara que alguém que possa resolver esses "nossos" problemas possa ler este post e os comentários dos meus nobres amigos acima. Porque foram revindicações pontuais. Sabemos que quando se trata de Joinville tudo fica mais complicado. Estádio do ASA de Arapiraca parece um brejo e é liberado sem nenhuma objeção para a Série B. Esse estádio que o Paraná esta jogando, é a Vila Capanema, também não é lá essas coisas não. Acho que a diretoria do JEC já deveria estar se inteirando com outras equipes e a própria FCF a respeito de como funcionam os laudos para liberação dos estádios para a disputa da Série B.
    Agora me dão licença porque o meu time tem o melhor aproveitamento dentro das 4 divisões do brasileiro com 73% e hoje foi assunto no Redação Sportv, inclusive com Ramon e Arturzinho sendo citados pelos comentaristas na bancada. Viu como um jogador de nome e peso atraí a atenção de mídia! kk Me dê licença!

    ResponderExcluir
  8. Jequeano, uma sugestão: tira fora o soujec e coloca o www.nasceucampeao.com.br

    Endereço novo do Marcos Messias e Jeffito.

    ResponderExcluir
  9. Boa Emerson. Notei ontem, só ainda não modifiquei.

    Douglas, a Diretoria tem de se preocupar, e logo. Não dá para, na última hora, tentar resolver coisas que demandam um certo tempo.

    Os banheiros, como disseram o Rafa e o Silvio, se bem que, sem vender cerveja, minhas idas ao mictório diminuíram consideravelmente.

    E como bem lembrou o Sílvio, por que pensar em vinte milhões se com muito, mas muito menos do que isso, deixaríamos tudo em (quase) ordem. A pintura custaria 400 mil, foi dito há um tempo. Cada catraca custa 7 ou 8 mil - comprem mais 10.

    Guesser, outro dia quase fui atropelado na saída da Arena, no estacionamento. Um cara chegou a botar o pneu no meu calcanhar, quase me fodo. Tem de melhorar, sim. OU cercar a arena para que os torcedores a pé sejam levados a sair pela porta da frente, e não pelo estacionamento.

    As obras não saem na Arena sei lá por que razão, Sandro. A choperia já era pra ter saído no meio do ano, assim como a ampliação da Toca. Por que não nos dão? A Arena é um grande espaço sem utilização, exceto pela FELEJ e pelo JEC. Olhando de fora, pela a lateral Sul, parece uma favela.

    Juka, acho que comentas pela primeira vez (posso estar enganado), mas, de qualquer forma, seja bem-vindo e continue frequentando nosso buteco. Obrigado pelos elogios.
    Nosso gramado, realmente é uma vergonha. Dizem que um bom gramado na Europa custa 3 milhões de euros, mas aqui no brasil, um de primeira, sairia por 500 paus. Mas o negócio é que a drenagem teria de se refeita (porque de outra forma vai alagar de qualquer jeito). Há o agravante que no segundo semestre, do jeito que vai, o Caxias vai usar a Arena novamente (se não fecharem no final deste ano - a média de público do pangaré é de 126 pagantes, segundo a wikipedia).
    Baita sugestão e simplícissma - alagar a porta do banheiro.

    Ab, ST

    ResponderExcluir
  10. Digo, ALARGAR a porta do banheiro.

    ResponderExcluir
  11. Alex, lateral direito do Ipatinga na Série C e campeão baiano 2011 pelo Bahia de Feira de Santana interessa ao JEC. Bom nome. No jogo do turno aqui, ele deu um calor no Badé, já que o Gilton foi expulso no jogo contra o Brasil/RS. JEC começando a tirar as manguinhas de fora. kk. Figueirense num desmanche sem fim e Avaí rebaixado. Criciuma com Angeloni assinando cheques e incompetentes contratando mal, Chape tonta depois do nocaute que levou do JEC nessa Série C. To sentindo cheiro de 13° título Estadual.
    Agora me deem licença porque o meu time tem o artilheiro da Série C e o melhor goleiro também tá! Tchau

    ResponderExcluir
  12. Pode ser, Douglas. É bem possível. Por outro lado, se o clube do estreito obtiver a inédita vaga à Libertadores da América, eles devem montar um timaço para a disputa do torneio continental e o Figueirense seria, em tese, o favorito ao título estadual.

    ResponderExcluir
  13. Emerson, com todo respeito ao Figueirense, mais não acredito que eles terão vaga na Libertadores. kkkk

    ResponderExcluir
  14. Também não acredito (e torço contra), mas eles estão bem na briga, a 6 rodadas de terminar a rodada. Também não perdem há 11 jogos. Temos de secá-los com mais fé.

    ResponderExcluir
  15. Edson Parana , Fpolis (vão pro inferno manezada do caralho).4 de novembro de 2011 22:08

    Lembra Jequeano que no dia que um camarada chegou a encostar o pneu do carro no seu calcanhar eu estava junto contigo,pois foi na saída do jogo contra a chapeOQUE ? Mesmo dia da churrascada na casa do amigo DINOSSAURO FRANÇA. Grande abraço a tda galera TRICOLOR e acreditem em mim : TÔ ZOANDO PACA COM ESSA MANEZADA DO CARALHO AQUI NA ILHA ''perdida no mar'' . SOMOS SÉRIE ''B'' E DISPUTAMOS TÍTULO NACIONAL. JEC RUMO AO TÍTULO DA SÉRIE c 2011 ST.

    ResponderExcluir
  16. Eletrosul patrocinando o JEC ano que vem? Será? Carlinhos Santos estará de volta em 2012?
    Segundo a ministra Ideli Salvati a Eletrosul irá estampar sua marca na camisa do JEC em 2012. E com relação ao Carlinhos Santos, a rádio Difusora de Criciuma jura que ele estará pelas bandas da Manchester Catarinense em 2012.
    Abraços

    ResponderExcluir
  17. O FIG não vai pra lugar nenhum, exceto para a PQP. Pega BOT-f, CAM-c, FLA-f, FLU-c, COR-c e Avaíbis, no mangue. Não faz dez pontos nem a pau, e vai precisar de mais do que isso.

    Quanto ao patrocínio da eletrobras, o boato é bom. Pra quem não sabe, Eurides Mescolotto (pra quem não sabe, ex-marido da Áideli) já foi presidente da empresa, e se ele não for, é certo que a Eletrobras continua sob influência da petista. Ademais, as alegações para patrocinar os times da capital - só para times da A e B, agora se aplica a nós, e, principalmente, para o Avaí, ou seja, ou dão um dindim para o JEC ou tiram o dinheiro do Avaí. O que é mais provável???

    Carlinhos Santos? Não tenho opinião formada. Sempre achei que embora um leão na marcação tem uma saída de bola terrível. Nem sei se está jogando no tigrinho. Eu não contrataria, acho que o ciclo dele por aqui se esgotou, mas é claro que posso estar errado.

    Taí o Edson que não me deixa mentir sozinho. Quase deixei meu tornozelo no estacionamento, pra provar o que dissemos acima, tem muitos detalhezinhos para acertar para a Série B.

    Quanto às contratações, acho que o JEC ficará bem na surdina até a final, e mesmo que acerte com alguém, as divulgações devem ser evitadas, salvo se for para cobrir os que provavelmente serão dispensados (David, Tarracha, Zanutto - provavelmente, Ênio, talvez, entre outros).
    Os primeiros boatos, que não se confirmaram, traziam grandes notícias (W. Bruno e Neílson). Acho que eles não vêm, mas esses seriam ótimos reforços.
    Ab, ST

    ResponderExcluir
  18. Existe alguma posição do Joinville referente ao gramado, troca ou recuperação. Pois deveria receber uma atenção especial. Esse gramado que esta na arena hoje não vai agüentar o calendário para 2012. O pior é que o JEC pode ser prejudicado com a contusão de jogadores. Alguém sabe se a diretoria esta mexendo em relação a este assunto?

    ResponderExcluir
  19. Também tenho o mesmo interesse do Anônimo. A Chapecoense, por exemplo, está se mexendo e deve melhorar o gramado deles. É importante que se veja essa questão, precisamos de um belo tapete para as exibições de gala do JEC ano que vem.

    ResponderExcluir
  20. Caro anônimo, ouvi na rádio um jornalista dizer (me esqueci quem afirmou) dizer que o Márcio garantiu a troca do gramado no final de ano, com grama igual ao campo novo do CT. Não ouvi o Presidente falar, então só reproduzo o que foi ventilado.
    Essa grama demandaria apenas 45 dias para firmar, o que daria grande chance de logo no começo do Catarinense já termos um tapete novo.
    Tomara. Grande abraço. ST.

    ResponderExcluir
  21. A NOTICIA DA TROCA DO GRAMADO É VERO,AS PRIMEIRAS 3 RODADAS SERIA FORA DE JOINVILLE.TALVES O OLIMPICO DO MAJESTOSO AMÉRICA SERIA UMA SOLUÇÃO. TE AMO TRICOLOR.

    ResponderExcluir
  22. Se for sério esse papo de troca do gramado da Arena, jogar no Olímpico nas primeiras rodadas do catarinense enquanto o gramado da Arena assenta seria muito legal. Quase poético (ui), coincidindo com essa fase do JEC que podemos dizer ser de renascimento. Não sei qual é o estado do gramado por lá, mas deve ser melhor que o do João Marcatto, nossa possibilidade mais perto de casa. Quantos torcedores cabem na arquibancada do alvi-rubro? 3, 4 mil torcedores?

    ResponderExcluir
  23. Sandrão - JOINVILLE7 de novembro de 2011 09:15

    Pow... se tiver que jogar uns jogos no América seria muito legal!! E nada mais justo o JEC numa fase boa, mandar uns jogos no berço onde nasceu. Eu gostei!!!!

    Também acho que o Carlinhos Santos já deu o que tinha que dar por aqui. Temos gente tão boa quanto hoje.

    W.Bruno e o lateral direito do Ipatinga seria ótimos reforços. Mas como o Ipatinga também vai disputar a B, não creio que dê certo tirá-los de lá. Lembremos que a USIMINAS é uma das mantenedoras do clube mineiro... rsrs

    Fiquei sabendo que a Chape tá desmontando o time todo. São 13 dispensas parece. Portanto, time novo para o Catarinense!

    Mas por hora, só me preocupo com o CRB. Esse será o nosso adversário na final.

    No sábado encontrei o França e esposa no BIG, durante a campanha do Karpanno pra arrecadar alimentos. Dei uma força lá das 08:00 as 13:00hs... Foi pauleira, e a arrecadação foi muito boa. O França foi até lá entregar a cesta do Edson Paraná.

    Abraços aos amigos!

    ResponderExcluir
  24. Sandro, as dispensas da Chape foram bem pensadas. Só vai sair quem realmente não deu certo, vão manter a espinha dorsal do bom time que têm. Acho que continuarão fortes para o Catarinense e para a SÉRIE C (hehehe).
    Ficam Rodolfo, Sagaz, Dema, Aelson, Marcos Alexandre, Diogo Roque, Neném, Neílson (esse pode ser contratados por alguém), Jena Carlos.
    Titulares que foram embora: Amaral Rosa, Cléber Goiano. Acho que Ovino analisou bem o seu elenco.
    Beleza que a cesta do Edson encontrou seu destino.

    A ideia de jogar no Olímpico é espetacular, mas acho que não vai dar certo. A capacidade é inferior ao nosso número de sócios. Eu quero ir, e posso ficar de fora? Cabe pouca gente, só pode botar gente na coberta. E o gramado, faz tempo que não passo por lá, mas sempre me pareceu bastante irregular.

    Tô trabalhando no novo post. Até meio-dia sai.
    Ab, ST.

    ResponderExcluir
  25. Será que PM, Bombeiros, Vigilância sanitária e demais órgãos liberariam o Olímpico?
    Duvido.

    Seria legal, nostálgico, mas desconfortável e talvez inseguro para tantas pessoas.

    ResponderExcluir
  26. Mario L. Nascimento7 de novembro de 2011 14:57

    O Olímpico não comporta mais do que 1800 pessoas sentadas e umas 800 apinhadas no alambrado, o que não é nem permitido. É muito pouco para o estadual. Além do mais, a infra-estrutura está defasada e por vários outros motivos não seria liberado sem um grande número de reformas.

    A alternativa é o velho Ernestão. Um saudosismo de tempos mais recentes e que diz mais para a grande maioria da torcida. Se vai ter que gastar alguma coisa, seja no Sadallão ou no Ernestão, a capacidade do segundo é quase o dobro (2800). Com pequenos investimentos, recuperam-se os 7 lances do lado leste, com mais 1300 lugares (total de 4100). Reformas baratas nas antigas gerais e tem-se mais 800 lugares. Total: 4900.

    Mas tem sempre o ranço imbecil contra o dono do estádio (nos dois sentidos, diga-se). Daí o time vai acabar jogando no João Marcatto (capacidade de 7 mil) para a União tricolor, mais uma meia dúzia de gatos tricolores pingados e com a alemãozada torcendo contra.

    ResponderExcluir