NASCEU CAMPEÃO

Tu és a glória dos teus fundadores

10 de mar de 2014

PRESENÇA DE PÚBLICO NA ARENA.

Saiu hoje no blog "Olhar Crônico Esportivo" - do GE (http://migre.me/ifdnj), uma radiografia da presença de público nas cidades brasileiras.


Faça sua parte para melhorarmos nesse ranking. 
A situação da cidade de Joinville é cômoda, mas poderia ser muito melhor. Há de se considerar que tudo que está englobado na pesquisa, para o nosso caso, só diz respeito ao JEC, enquanto em cidades com mais times (p. ex., no Rio de Janeiro, se consideram os 4 grandes, mais Madureira, Bangu, América, entre outros menos cotados), de forma que a boa colocação da cidade não necessariamente reflete as posições de maiores médias de público do clube. 
Nessa pesquisa, a cidade de Joinville ficou em 15º lugar, ou seja, a média de torcedores de jogos em Joinville (ou seja, só do JEC, e não somando, por exemplo, todos os jogos da cidade do Rio de Janeiro, de todos os seus clubes) foi, em 2013, a décima quinta maior do país, com média de 8.987 torcedores por jogo. Em 2012, a média do JEC na série B foi de 9.397 (uma queda de 5% de um ano para o outro).

Quando se considera o tamanho da cidade, para se calcular o percentual de torcedores daquela cidade que vão aos jogos, caímos para o 22º lugar, e o somatório dos torcedores que compareceram aos jogos (305 mil torcedores), representam 55,3% da população da "manchester" que, uma vez ou outra, compareceram às partidas. Para dar um exemplo de como poderíamos crescer, Criciúma, com 202 mil habitantes, levou ao estádio 345 mil torcedores aos jogos, o que representa presença nos jogos correspondente a 170% da população, ou seja, um comparecimento relativo três vezes maior que a dos joinvilenses/jequeanos.

Todos estes dados servem para, a meu ver, demonstrar uma coisa: o apoio ao JEC está estacionado, desde o acesso para a Série B. E a dificuldade em incrementar o número de associados parece enorme. 
Em verdade, quando demos uma arrancada na Série B-2012, tivemos o último salto em número de sócios-torcedores, que chegaram a dez mil, número que hoje tenho dúvidas se existente (basta ver que no site futebol melhor, contamos com 9.288 sócios adimplentes). 

Fernando Kleinmann, gerente/diretor de marketing, vem se esforçando para mudar essa realidade. Procedeu à reformulação das categorias de sócios (mas o resultado está longe de ser um sucesso), com os sócios antigos - e possível até que se atinja 12 mil sócios - com direito a ingresso livre com o pagamento de mensalidade, e os demais, em categorias inferiores, tendo apenas desconto nos ingressos.
Mas essa estacionada do JEC leva a uma (em verdade, várias, das quais faço apenas algumas) pergunta maior:
Chegamos ao teto - exceto por um acesso à Série A? 
Teremos sempre essa média entre 8 ou 9 mil pagantes, que não representam ingresso adicional de receitas com bilheteria, eis que sem dúvidas a maior parte das pessoas que vão ao estádio são os sócios, que não pagam nada no dia dos jogos?
O que é possível - além de subir - fazer para que aumente o apoio ao Tricolor?
A cidade realmente está engajada no "projeto" do JEC?

Não tenho as respostas. Mas as perguntas estão aí! Vamos tomar uma Brahma, que anda muito bem vestida.  AVANTE, JEC!

PS: Ah, e o quadrangular? Péssimo empate com o Metrô, bom empate contra o Criciúma. Necessidade de vencer o Figueira na quarta-feira, na Arena, mais uma vez com "apenas" 8 mil torcedores na arquibancada. Fazer um golzinho, de vez em quando, pode ajudar. Lima já tem 13 lá no Paysandu, neste ano de 2014 - essa é pra ti, Mário - hehe.

15 comentários:

  1. Edson Paraná; fpolis (VÃO PRO INFERNO MANEZADA DO CARALHO).10 de março de 2014 17:31

    VOLTANDO DAVAGAR? - AINDA NÃO! Esse foi o titulo do ultimo post. O titulo do próximo para nossa alegria sera VOLTANDO DAVAGAR?- AGORA SIM! Alegria imensa em ler novamente suas sempre bem fundadas argumentações caro amigo Jequeano. Seja muito bem aceito novamente entre os que assim como eu nunca deixaram de dar uma espiada no blog esperando um novo post. SEREMOS CAMPEÕES! SEREMOS CAMPEÕES! ST E DA-LE UNS (VARIOS) BARAMA.

    ResponderExcluir
  2. Grande Jequeano. Tambem ando por aqui esperando um novo post a cada dia., hehehe. Confio na classificacao mas o time tem de fazer gols. Grande abraco do amigo Wanderlei Fodi. E apoio a campanha VOLTA LIMA, peloamordedeus.

    ResponderExcluir
  3. Está novamente em Joinville ou chegou a internet no Pará?

    Belo texto Jequeano.

    ResponderExcluir
  4. Jean, tô de volta a Joinville, definitivamente. No blog, esporadicamente;
    Jhonatan, obrigado.
    Wanderlei, novo post a cada dia, só por milagre, e como não acredito nele...
    Edson, não espere muitos posts. Vai tomando Brahma - ou aquela cachacinha aí no sul da Ilha.
    Ab, ST.

    ResponderExcluir
  5. Bom...como estava lendo o post em modo atenção de 20%, acabei não acompanhando todos os calculos.
    Mas o que me chamou a atenção e quem vai ao estádio pode facilmente verificar isso é a frase abaixo:
    "Todos estes dados servem para, a meu ver, demonstrar uma coisa: o apoio ao JEC está estacionado, desde o acesso para a Série B."

    Quem vai ao estádio, sabe que é isso mesmo. É só olhar nas arquibancadas e perceber que o numero é o mesmo. De 8.000 a 10.000 felizes torcedores.

    Será que conseguiremos alavancar mais pessoas no estádio?
    Não sei. Acho que só vindo um titulo ou uma campanha muito boa na serie B Temos alguns fatores que prejudicam esse aumento de sócios.
    Segue 3:
    - Torcida de time de outro estado: Quem tem mais dinheiro para ser sócio são os mais velhos e consequentemente que tem uma cultura de torcer para os times do eixo RJ-SP.
    - O mesmo pessoal acima, tem o poder aquisitivo de pagar um PFC, sendo assim, não gasta o dinheiro no sócio e sim no PFC
    - Comodidade. O mesmo pessoal acima que pode pagar um PFC, as vezes prefere não pagar o sócio para ficar no PFC, na sua casa, sem pegar chuva, tomando sua Brahma do JEC (que no estádio não pode vender).

    Enfim...esses são apenas alguns fatores.
    O que o JEC tem que fazer é trazer o publico jovem para a Arena e mostrar que vale a pena ser sócio.
    Eu que sou sócio, utilizo muito o clube de sócio. Já teve mês que minha mensalidade saiu por 7 reais, já que o restante, utilizei em desconto em farmácias, restaurantes e baladas. É isso que tem mostrar. Tenho0 vários amigos sócios que tive que provar por A+B que ele poderia usar e muito a carteirinha. Eu mesmo não vejo a hora do BIG começar a trabalhar com o esquema de sócio.

    Uma outra coisa que eu acho que a Arena deveria ter, é uma cobertura. Como sabemos que Jlle quase não chove (Rá...) uma cobertura viria bem. Tendo a cobertura, teriamos mais comodidade para assistir um jogo e com certeza chamaria mais sócios. E olha que para mim, nem precisaria aumentar a Arena. São poucos os jogos onde temos uma carga maior que 12 mil torcedores. Se tivéssemos mais comodidade, com uma cobertura por exemplo, tenho certeza que teríamos mais torcedores presentes. Sem contar que ficaria uma acústica phudida.

    Porque olha. tem que ser guerreiro para sair as 21:00, da zona norte da cidade, em uma quarta-feira de chuva, para pegar uma capa de chuva e ficar na arquibancada se molhando até as 00:00. E depois chegar em casa perto das 01:00 para acordar as 07:00 no outro dia para trabalhar. E isso tudo sem ao menos uma cerveja gelada para acompanha o caboclo nessa batalha.
    P.S.: O enredo acima é referente a minha ultima ida para ver JEC e Metroxa. Rssss...
    P.S.: poha...não vamos lembrar dessa ferida que passou por aqui né? Deixa esse Lima e Cia fora do meu JEC. Nem eu e nem o JEC merece isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só assinando o comentário acima:

      Abrs
      Juka

      Excluir
  6. Estacionou. É perceptível há tempos. O problema é que estão trabalhando para, ou esperando, que mais pessoas com o mesmo perfil do sócio de hoje venham a se associar. Esses saturaram, salvo um acesso para série B ou título estadual.
    É hora de investir em outros perfis de torcedores. Mulheres, crianças, pessoas da classe A e D.
    Já passou da hora de se ter na Arena, fraldário, banheiros decentes, parquinho infantil com monitores... Coisas que um restaurante familiar tem, pois sabem que casais com filhos não comparecem sem essa estrutura mínima.
    Citarei apenas isso como exemplo de coisas simples que poderiam atrair mais sócios.
    Este ano a Arena faz 10 anos de construção. Até quando o Jec não ganhará nada com alimentação e bebidas? Que licitação é essa que a empresa Futebol Total não investiu nada e tem esse privilégio até hoje e mais o quê? Duas décadas?
    Será que não há como o Jec vender um punhadinho de ingressos baratíssimos para a classe D e ganhar um troquinho com o consumo destes dentro do estádio? Sei lá, vende ingresso a R$3,00 para quem é beneficiário do bolsa família. Faz um esquema com o governo e ganha um subsídio sobre isso.

    Está na hora de pensar fora da casinha.

    Mais uma vez digo: esta diretoria só tem melhorado o Jec. Este ano a coisa também continua melhorando. Por isso eu não reclamo muito, mas que é preciso mais, isto é.

    Abraço, Jequeano.

    PS: O lima tá no paraíso. Será o maior artilheiro do Paysandu tal como no Jec, só jogando contra time de bêbado.

    ResponderExcluir
  7. Outra coisa é que o Jec como clube ou empresa é muito pouco comercial. Digo no sentido de ter um pensamento voltado ao comercial, VENDAS!

    Olhem o site do Newcastle United. Time tradicional mas pequeno da Inglaterra.
    http://www.nufc.co.uk/page/Welcome/

    Olhem o site do também tradicional e no máximo médio Tottenham.
    http://www.tottenhamhotspur.com/

    Outros clubes europeus pequenos será a mesma coisa: antes de entrar no site aparecem várias ofertas. VENDAS! No site do Newcastle inclusive a palavra que está escrita em maior tamanho é SALE !!!

    No site do Jec a única menção comercial é para se associar. Nem loja virtual nós temos.
    Somos medíocres comercialmente.

    ResponderExcluir
  8. Sobre a quantidade de sócios vale lembrar que o time de expressão que tem o maior percentual de torcedores associados no mundo é o Benfica. 4% de seus torcedores são sócios.

    http://www.estadao.com.br/noticias/esportes,benfica-fatura-r-41-milhoes-com-programa-de-socios-e-se-torna-modelo,1085064,0.htm

    De acordo com a última pesquisa, o Jec tem 88 mil torcedores em Joinville.

    http://globoesporte.globo.com/platb/teoria-dos-jogos/2012/02/27/a-pesquisa-da-vez-joinvillesc-exclusivo/

    9288 sócios seriam 10,6% da torcida.

    Será que não atingimos o teto? Eu acredito que não.

    Conclusão: O Benfica é uma merda perto do Jec! ahahahahahaha

    ResponderExcluir
  9. Acho que, em termos de série B, é isso aí mesmo a nossa realidade - 9 mil, 10 mil sócios num pau lascado. E ouço gente dizer que pro JEC subir primeiro precisa aumentar o número de sócios e conseguir bons patrocinadores. Sinceramente, acho que é APENAS subindo que o JEC pode conseguir isso. Se ficar muito mais um tempinho na B, é capaz de a gente perder sócio e patrocínio, isso sim.

    ResponderExcluir
  10. Opa, blog atualizado, nada a ver com interesse de vocês, mas só pra constar, já que consta nos comentários acima. Lima ta na lista numero 1 do depto. de futebol daqui pro brasileiro.
    ab Fabricio

    ResponderExcluir
  11. Fabrício, se confirmar é certo o retorno à segundona. Levem o Eduardo também... hahaha

    ResponderExcluir
  12. O apoio dentro da Arena realmente tá estacionado. Mas há uma demanda reprimida de pessoas que gostam de ir ao jogo e sempre iam mas que não querem ser sócias por inúmeras razões: preguiça, por não saber como faz, por que não cabe no orçamento, etc. Penso então que é preciso abrir uma alternativa pra essas pessoas frequentarem o estádio via promoção de ingressos. Funcionaria assim. As promoções deviam ser da seguinte forma: que se abram lotes de ingressos. Vamos supor. Põe lá Lote 1 com bilheteria 500 ingressos por R$ 25,00 até dois dias antes do jogo limitado a dois tickets por pessoa pra evitar cambistas. Isso dá R$ 12.500,00 reais. Acabou esse lote de 500? Abre o lote 2 com mais 500 ingressos por R$ 35,00 até um dia antes do jogo. No dia do jogo abre-se a bilheteria com o valor normal de ingressos. Os valores que usei são hipotéticos. Fica a critério do departamento de finanças avaliar os custos e a demanda de carga de ingressos.

    Peças de teatro, shows, e outros espetáculos fazem isso a muito tempo. Garante-se um bom público e uma renda mínima para cobrir gastos. Também acaba-se garantindo que pessoas com renda menor tenham a oportunidade de comprar seu ingresso e possam assistir aos jogos. Não se correria o risco de elitizar a torcida e espantar o humilde e fiel torcedor que sempre acompanhava o clube antes da inflação de preços.

    Do contrário não teremos renda nenhuma de bilheteria, ou ela será quase nula. Pois só vão aparecer na Arena os sócios, os quais entram de graça. É o que tem acontecido faz tempo.

    ResponderExcluir
  13. Edson Paraná; fpolis (vão pro inferno manezada do caralho)24 de março de 2014 11:23

    Alegria imensa ontem (23/03) em reencontrar e consumir umas Brahmas super geladas com vários estimados amigos antes e depois do jogo. Alegria completada com a vitória do Tricolor da Manchester Catarinense. JEEEEC CAMPEÃO CATARINENSE 2014 ! ST (PRETO, BRANCO E VERMELHO).

    ResponderExcluir